COMO AVALIAR A BELEZA FEMININA DE 0 A 10


Olá amigos, no meu último post sobre o tinder, recebi algumas mensagens de pessoas claramente feias que alegavam ter conseguido ficar com mulheres bonitas no app. Fiquei curioso e pedi pra ver imagens. E quase sempre, eram mulheres que eram bonitas só na cabeça deles. Por isso, para não deixar mais pedra sobre pedra, preciso estabelecer critérios objetivos para que possamos elevar o nível das nossas discussões.

Muitas vezes eu vejo uma mulher bonitinha e um beta gordo pobre dá uma cantada chamando-a de deusa 10/10. Peraí, amigão. Não é assim. Uma 10/10 tem pré-requisitos típicos e é 10/10 justamente por ser uma mulher extremamente rara. Se a beleza feminina fosse distribuída num gráfico, seria como uma CURVA NORMAL (Bell curve) em que 68% das mulheres seriam classificadas como medianas (notas entre 5 e 6). Nesse sentido, achar uma 10/10 seria tão raro quanto achar uma 1/10.

De igual modo, quando vemos uma mulher feia, velha e gorda, muitos a classificam como 1/10, sendo que também não é por aí. A 1/10 não só não é atraente como causa repulsa pela sua aparência. Uma mulher feia (submediana, 1 a 4) tem de ser medida de acordo com esse componente repulsivo da sua aparência.

Dito isto, vamos a classificação:

PARTE 1 – SUBMEDIANAS

0/10 – MONSTRO:
Não existe 0/10. Basta ter vagina que ela já começa com algum pontinho.
1/10 – Absolutamente Horrenda.
Não há discordância quanto a sua repulsividade, sendo que a maioria esmagadora dos homens FEIOS se recusaria a ter algo com essas, mesmo estando bêbados e desesperados. A principal caractéristica é a presença de fortes deformidades físicas (face, membros faltantes, pele, etc); É óbvio que a pessoa passou por acidentes ou tem sérios defeitos de nascença. Por isso, se uma mulher é muito feia, mas sem deformidade aberrantes, ela já não é 1/10.
2 – Risivelmente Feia. 
Essas são as feias que são motivos de risadas. São aberrações, abortos da natureza. É uma feiura que dá pra ser contemplada. Nesse caso, há TOTAL desproporção e exageros nas partes faciais (nariz gigante, dentes de cavalos, orelhas enormes) e COMPLETA falta de harmonia facial. GORDONAS com rosto feio entram aqui.
3 – Tristemente Feia
Menos feias que as anteriores, estas possuem múltiplas partes faciais moderadamente exageradas. Obesas de rosto bonito se enquadram neste nível.
4 – Feia
Menos feias ainda que as anteriores, porém sem atratividade alguma. Falta harmonia nos traços. Parece que tem alguma coisa de errado na cara dessas. Por isso, essas são consideradas impegáveis para homens bonitos com muitas opções. No entanto, elas conseguem se dar muito bem em ambientes cheios de bêbados e com homens desesperados por sexo.
Uma ou duas partes faciais moderadamente exageradas. Gordas caem aqui automaticamente. Não é a pessoa mais feia que você já viu na vida, mas provavelmente é a mais feia que você já viu naquele dia ou, se uma pessoa de contato regular, a pessoa mais feia que você vê com regularidade, a não ser que você more em um local muito lixo. Nesse caso, você estará rodeado por feias.
PARTE 2 – MEDIANAS
É aqui que estão a maioria das mulheres. Elas não são deusas, mas não são nenhum horror. Se elas se arrumarem, conseguem ficar apresentáveis e até dá pra apresentar pros amigos e andar de mãos dadas no Shopping.
Antes, as medianas eram a melhor opção para aquele homem mediano que queria ficar sossegado e fugir das mulheres bonitas, por julgar essas como muito assediáveis. No entanto, hoje, a procura por mulheres está tão alucinante que a mediana de hoje vale como a supramediana de ontem. Não raramente vemos medianas ao lado de alfas destacados. Com o advento do tinder e das redes sociais esta classe está cada vez mais inacessível ao homem mediano. Pelo fato de terem acesso aos alfas, muitas medianas tem ego infladíssimo e não se contentam com betas, e quando namoram um, infernizam-no, fazendo cobranças e exigências absurdas.
5 – Neutra: 
A maioria das pessoas concordaria que ela não é feia, mas a maioria das pessoas também não a considera bonita. Em geral, sua higiene pessoal deixa a desejar em alguns fatores (sobrancelhas sem cuidado, buço, unhas zoadas carcomidas, CC, buceta fedida/azeda, bafo, etc). Ela não sabe nada de moda e não tem a capacidade de se vestir bem e se valorizar, ou então é uma preguiçosa inútil que não se esforça para isso. Múltiplas partes faciais ligeiramente exageradas ou uma moderadamente exagerada.
Contudo, a nota 5 é aquela que a maioria dos homens classifica como comível. Assim, ela está no limiar da procura dos homens sóbrios, muitos os quais preferem essas por serem aprováveis e não serem tão exigentes quanto as de beleza superior. Por isso, há chance dela ter tido muitos parceiros.
6 – Ligeiramente Atraente: 
É a mulher comum. Boa parte concordaria que ela é atraente, mas nunca babariam por ela, nunca achariam que ela é “gostosa” ou “gata pra caralho”. Tem pelo menos uma parte do corpo boa (bunda, peitos, coxas, barriga). Pode ter 1 ou 2 partes faciais ligeiramente exageradas. Não se veste muito bem mas não é nada horrendo também. Mais um pouco e ela seria gatinha mas… não é. Pode não ser super vergonhoso ser visto com ela.
7 – Definitivamente Atraente:
É a gata. A grande maioria das pessoas concordaria que ela é atraente. A partir daí já começa a atrair olhares. Alguns até diriam que ela é gatíssima, gata para caralho, gostosa, gostosona, tesuda, se ela se enquadrar no seu nicho de preferência (o meu seria ruivas de olho azul estrangeiras, por exemplo). tem pelo menos uma parte boa do corpo e uma parte muito boa (peitos perfeitos (medio-grandes e duros) com ausência de barriga, por exemplo). No máximo 1 parte facial ligeiramente exagerada. Algum orgulho ligeiro de ser visto com ela, nenhuma vergonha.
PARTE 3- SUPRAMEDIANAS
8 – Muito Atraente:
Todos concordariam que ela é atraente, muitos dirão gata, gatíssima, gostosa, gotosona, etc., pouquíssimos defeitos faciais muito discretos que você realmente teria que ficar sendo chato e detalhista, mas que realmente existem. Pelo menos 3 partes corporais muito boas ou 2 excelentes e as outras são no mínimo boas. Qualquer um ficaria orgulhoso de ser visto com ela em público.
9 – Extremamente Atraente: 
É a indefectível. A maioria concorda que ela é maravilhosa, linda, gostosa, gata. Nenhum defeito facial, apenas variações que fazem a pessoa parecer única. Muito simétricas. Duas ou mais partes corporais excelentes e todas as outras são muito boas. Dentes perfeitos. Higiene Excelente. Sejam responsáveis com esta nota. Este é o nível atriz de Hollywood. Aqui é lugar de Emily Deschanel. Olivia Wilde. Nicole Kidman.
10 – Inexistente:
Não existem 10 definitivos e universais. Um 10 numa escala de 1-10 teria que ser a absoluta perfeição, o que é impossível na prática. Um 10 é uma teorização laboratorial. O que pode ser aceito como 10 é um 9 que se encaixa perfeitamente nas preferências pessoais daquele que está avaliando. O meu 10 seria uma ruiva de olhos azuis superclaros como os da Emily Deschanell e pele rosada. O seu pode ser uma loira, ou talvez uma japa ou uma negra.
 
PARTE 4 – COMO HOMENS AVALIAM 
No gráfico acima vemos que quanto mais bonita for uma mulher, mais mensagens ela receberá. Até ai nada novo. A única coisa que podemos depreender disso é que se a mulher está recebendo muitas mensagens num app de namoro, é mais provável que seja considerada mais bonita que uma que não está recebendo.
O problema é: a beleza é algo relativo. Principalmente entre as medianas e supramedianas. Pelo fato de homens terem diferentes preferências uma ruiva que pra um cara é nota 6, pra um tarado por ruivas será nota 8. Se o cara for feio e tiver pouquíssimo traquejo com mulher, um nota 4, pra ele pode ser vista como nota 7. E pra um cara que já pegou tudo o que é tipo de mulher, sendo extremamente exigente, talvez veja uma nota 9, e julgue-a com nota 8.

Como podemos ver acima, a morena recebe mais mensagens que a loira. Na minha opinião, é porque ela possui uma foto melhor e traços mais exóticos. Há alguma coisa de errado no olhar e no sorriso da loira. Talvez a morena na vida real seja até mais feia, mas mesmo sendo parecida com a loira, ela conseguiu elevar sua nota na mente individual de vários homens, a ponto de, coletivamente, estar acima dela.

E é aí que a questão fica complexa. Pois, digamos que as duas sejam notas 6. Pode ser que a morena seja nota 6 porque todos os homens lhe deram nota 6, enquanto que a loira seja nota 6 porque muitos lhe deram 4 e outros lhe deram 8, por gostarem de loiras.

Acima vemos uma pesquisa feita entre pessoas sobre a beleza da atriz Kristin Bell. Ao meu olhar, ela seria uma nota 8 clássica, uma vez que é muito atraente mas consigo imaginar que sua beleza não atrairia a todos. Segundo a pesquisa, se fizéssemos uma média das avaliações, ela ficaria numa nota próxima de 8, mas reparem que muitos dariam nota 10 (talvez por gostarem de loiras), outros poucos a acharam mediana (talvez por terem aversão a loiras ou não irem com a cara dela), e a maior parte, como eu, a classificou como supramediana.

Agora vejam só! Quando a mesma pesquisa é feita com a atriz Megan Fox, que para mim está claramente entre 9 e 10, por ter uma exuberância evidentemente indiscutível, os resultados apontam um fenômeno interessante. Pelo fato de ser muuuito gata, ela provoca em muitas pessoas uma reação forte, podendo até ser negativa. Ao se depararem com mulheres muito lindas, muitos homens feios, que sabem que jamais terão uma dessas ao seu lado, como mecanismo de defesa, classificam ela como feia.

Esse fenômeno é muito comum entre algumas 9-10/10 que vão em algumas festas e reclamam que ninguém chega nelas. Isso acontece porque os homens passam a não ver a beleza delas como algo convidativo, e sim como um obstáculo. Por saberem do alto nível de exigência e dificuldade de ficar com uma mulher desse naipe, a maioria prefere investir seu tempo nas medianas, que sabem que tem jogo certo.

Quando a avaliação foi para pessoas normais, ai chegamos a uma surpresa. Mulheres normais, diferente de atrizes, provocam na população masculina reações muito mais diversas que atrizes conhecidas. Ambas ficaram com uma nota 6, no entanto, a morena, mesmo tendo recebido mais classificações como feia – que derrubaram sua média-, recebeu muito mais mensagem que a loira, que ficou com média levemente superior e mais notas entre 7 e 8. Isso nos leva a imaginar uma coisa: não importa a nota média da mulher, se é 5, 6, 7 ou 8. O que importa mesmo é quantos homens a classificam como supramedianas, pois é só a partir daí que o homem acha a mulher tão atraente a ponto de arriscar alguma coisa.

Olhando mais comparações entre mulheres com perfil igual, enxergamos um padrão que se repete várias vezes com medianas. Quanto mais homens discordam acerca da aparência de uma mulher, mais mensagens ela recebe. Isso é difícil de explicar mas talvez seja que o homem se atrai nos elementos mais exóticos da aparência feminina, que possivelmente não são perceptíveis para a coletividade mas são muito valorizados pela individualidade.

O gráfico acima compara o desvio-padrão das opiniões e comprova. Quanto mais discordância há na aparência feminina, mais mensagens elas tendem a receber.

CONCLUSÃO

Suponhamos que você seja um homem que está muito afim de alguém. Se você supõe que os outros caras não estão interessados nessa pessoa, isso significa menos concorrência. Você então tem um incentivo extra para tentar a sua sorte e enviar uma mensagem. Talvez você comece a pensar: ela pode estar solitária… talvez ela só esteja esperando aparecer um cara que dê valor ao que ela é… pelo menos eu não vou ser só mais uma mensagem no meio de um monte de outras… E talvez estes pequenos pensamentos, aliados ao fato de que você genuinamente achou ela bonita, te empurrem para tomar uma atitude.

Por outro lado, uma mulher obviamente nota 8, alguém convencionalmente bonita, mas não totalmente incrível, pode parecer mais disputada do que de fato é. Para o homem desejável, ela é obviamente atraente o bastante para criar a impressão de que está todo mundo atrás dela. Junte essa impressão de ser concorrida com o fato dele não ter achado ela exatamente uma Brastemp e o resultado é simples: o cara não vai mandar mensagem. Ele vai preferir mandar pra nota 8 que na cabeça dele é nota 9. É a maldição da “bonitinha”.

É óbvio. A maldição da “bonitinha” é algo que afeta as mulheres em alguns ambientes, como apps e baladas. No geral, como a demanda por mulheres é enorme, qualquer mulher acima 5/10 pra cima tem total condição de escolher seus parceiros e rejeitar a maioria dos interessados. Entretanto, esses fenômenos acima listados colaboram para que mais ou menos homens do perfil desejados por elas se aproximem, fazendo com que o filtro de exigências delas varie, quase sempre pra cima.

Anúncios

2 comentários

  1. Muito bom, apesar de do método ser contestável, principalmente no final houveram otimos insights. Antropologicamente tem muitos detalhes que afetem irracionalmente, como a proporção cintura-quadril, alguns pormenores na linguagem corporal da morena que recebeu mais mensagens… Você explicou como um antigo explicando a natureza com mitologia(isso não é ruim per si) mas no fim chegamos em um parede de subjetividade como a 10/10, a minha teoria é que o nível “10/10” são duas 9/10 kk

    Curtir

  2. Confesso que eu fico assustada com a forma como você ousa escrever essas coisas. Não vou mentir que queria ter essa audácia. Obrigada por me inspirar a escrever mal dos homens kkkk (se o apelo da sua escrita é o humor, duas palavras: para beis!)

    Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s