E se … “Deus” existir mas não houver a menor possibilidade de receber qualquer coisa “Dele” ou de entrar em contato com “Ele” ?


Deus pode existir de várias formas. Essa é uma delas. Agora, existem alguns tipo de Deus que são impossíveis, como é o caso de um deus não onisciente do Teísmo Aberto. Esse Deus é um absurdo lógico feito para conciliar um deus amoroso com a maldade existente no mundo.

Se o deísmo estiver certo, ou seja, Deus não está nem aí pra gente, tal como um pai que transou com nossa mãe um dia e foi embora pra sempre. Então não dá pra se relacionar com esse pai. Esse pai não te ama. Você é apenas a consequência não desejada ou contingencial de alguma atitude dele.

No final das contas, se você é deísta, é por uma mera conclusão lógica. Na prática, você pode ser um ateu, já que crer ou não nesse deus não te traz nenhuma consequência positiva ou negativa.

Pra ser sincero, ser deísta é mais depressivo que ser ateísta. O ateu acredita que o nada produziu tudo. Sim. Tudo pra eles teria vindo do nada. Toda a complexidade e design que existem no nosso universo seriam convenientes “coincidências” produzidas por um acaso generoso. Já o deísta até percebe que é necessária uma consciência inteligente para ter criado esse universo ultra complexo e que é necessário que esse ser seja imaterial para que tenha criado o mundo material.

O deus deísta é super inteligente e nos jogou aqui para sofrer nesse mundo cruel sem ter responsabilidade alguma sobre aquilo que criou. Ele é uma consciência imaterial e nós também possuímos consciências imateriais presas em corpos biológicos no tempo-espaço. É possível que nossas consciências possam se comunicar de alguma forma.

A lógica de crer em algo não porque sua existência é racional mas porque ela poderia te dar alguma coisa é meio questionável. Mas de fato, o que você ganha acreditando nisso? Nada. O que perde? Nada. Esse deus é apenas um pai ausente irresponsável. Ele é incapaz de influenciar a nossa vida e responder aos nossos problemas filosóficos. A vida tem sentido? Existe moral objetiva? Existe esperança depois da morte? Existe justiça no pós-vida? Essas questões tão triviais no monoteísmo no deísmo são apenas dúvidas com respostas bastante pessimistas.

Anúncios

Um comentário

  1. Fortaleza, 8.5.2019.

    Caro Vinícios Knuth,

    Seu texto é breve mas cativante, em especial por tratar de uma assunto da maior importância, como é saber se Deus existe e se Ele está realmente preocupado conosco. Eu, particularmente, creio que Ele existe, mas reconheço que sua presença é bastante fugidia, bem mais do que desejaríamos. Mas tenho uma suspeita de que Ele assim age porque, de outros modo, sua presença se faria avassaladora, e nós passaríamos a ser meras marionetes em suas mãos. E Ele não quer isto Ele tem um compromisso consigo mesmo de não se fazer por demais presente no nosso dia-a-dia, esmagando a nossa independência pessoal. Mas sou obrigado a confessar que desejaria, como todo mundo deseja, que Ele nos deixasse uma mensagem especial, para poder livrar-nos dessa dúvida que nos acompanha pela vida afora: se Ele existe, por que brinca de esconde-esconde com seus filhos? Nâo encontro uma resposta para tal indagação, mas pela força da lógica sou obrigado a crer em sua existência. E creio na nossa vida no além-túmulo, por uma questão de lógica: não posso admitir que Ele nos tenha posto a vagar pelo planeta Terra durante os breves anos de nossa vida terrena, apenas para nos desfazermos no pó de que fomos gerados. E onde fica o amor de nossos pais por nós, seus filhos? E o amor deles por seus país? Tudo se desfaz em pó? Aceitar um credo tão absurdo é ofensivo ao próprio Criador, que nos criou por Amor. Só a fé explica tudo. O mais é escuridão e desespero.Boa Sorte e Bons Pensamentos a todos os leitores. Francimar de Oliveira, conterrâneo do filósofo Farias Brito, com toda honra, embora longe da sua genialidade.

    Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s