Legalizar a maconha é mesmo a melhor opção?


A questão das drogas é altamente complexa. As drogas produzem alguns efeitos no cérebro. Todos ruins. A droga vicia, destrói vidas e famílias, fomenta o tráfico e a militarização de áreas pobres que faz girar um ciclo infinito de violência.

Todas as pesquisas que sabemos sobre drogas, inclusive maconha, mostram que a substância faz muito mal. Socialmente, drogas sociais, como o cigarro e a bebida, produzem também um prejuízo enorme a sociedade, como acidentes de trânsito, cirrose, violência doméstica e diversos tipos de câncer. Porém, por algum motivo, a sociedade permite essas drogas danosas e viciantes, enquanto marginaliza as outras, que não por acaso, são aquelas capazes de alterar o estado de consciência das pessoas.

Se uma substância é legalizada, seu consumo aumenta, seja por causa da aceitação social, seja porque o preço cai, já que o vendedor não precisará se armar para atuar. Outro problema de legalizar é que os criminosos não vão virar pastores. Eles apenas vão migrar para outros crimes ainda mais danosos a sociedade.

O ponto positivo de legalizar é que o usuário poderia consumir substâncias mais puras e saudáveis. Também geraria um mercado legal para empresas farmacêuticas, que pagariam impostos que poderiam financiar o serviço público.

Creio que o consumo de todas as drogas, inclusive as legais, seja ruim. O que deve ser mensurado são as consequências da legalização das drogas, como temos visto no Colorado e no Uruguai. Lá, os ganhos de impostos com o consumo legal parece ter compensado não só o aumento de acidentes no trânsito causados pela droga, mas também as demais mazelas sociais que envolvem o consumo, já que seria retirado da criminalidade o dinheiro advindo do tráfico e a necessidade de se armarem para lutarem contra a polícia ou gangues. Do mesmo jeito que ninguém precisa de uma arma pra vender cigarro ou bebida, ninguém lá precisa estar armado pra vender maconha.

Resumindo, a melhor saída para sanar o problema das drogas é a educação, e a educação de forma realista e não moralista como faz o PROERD. Não creio que demonizar as drogas impeça alguém de querer experimentar. É preciso entender quais são os motivos que fazem alguém recorrer as drogas, que pode ir da depressão, do uso recreativo até a própria fuga da realidade. Nenhum desses motivos deixará de existir, então as pessoas continuarão as usando, não importa o preço e a lei.

Por isso as pessoas devem ser educadas das consequências do uso e das implicações do mal que estão fazendo contra elas mesmas. Só assim as pessoas poderão entender a se afastar do uso, ou mesmo se as usarem, a serem moderadas a ponto de procurarem ajuda para sua dependência química e compreender as razões que lhes fizeram usá-las.

Resumindo, depende. Se os ganhos financeiros com a arrecadação de impostos superar os danos socias provocado pelo provável aumento no consumo, então legalizar é a melhor opção. Se o consumo não aumentar, então é melhor ainda. Só que há determinados contextos em que entendo que a legalização possa não ser tão boa. E se não legalizar, vão continuar usando de qualquer jeito e tráfico via continuar aí. De qualquer forma, legalizar não vai erradicar o problema, apenas, na melhor das hipóteses, vai melhorar a vida do consumidor e dos moradores de periferia que vivem sob o comando de facções criminosas que perderão seu monopólio da venda de entorpecentes.

Um comentário

  1. achei sua resposta super fora da realidade, a educação é uma solução para vários problemas, mas não para as drogas, quem mais financia as drogas no Brasil são as classes mais abastadas, médicos, advogados, engenheiros, ou seja, pessoas com muita educação, o mesmo serve pros países mais prósperos da América e Europa

    quer apoiar as drogas use pelo menos um argumento que faça sentido

    Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s