Canal Terça Livre diz que a masturbação te deixa burro e que cigarro não faz mal algum


Olá amiguinhos!

Esses dias, como de costume, estava assistindo mais um educativo vídeo do canal Terça Livre, que é um dos principais canais que dissemina a ideologia olavette no Youtube brasileiro. Nele, várias Olavettes fazem análises políticas e dissertam sobre notícias, sempre sob o forte viés “conservador”. Pessoalmente, confesso que sempre fui fãzinho do canal, tendo assistido quase todos os vídeos. Sempre que abria o meu computador, ficava toda ouriçada e toda molhadinha sempre que percebia que tinha saído uma nova publicação. Mas com o tempo, o fogo da paixão se esfriou.

Desde que conheci o Olavo e passei pela lavagem cerebral típica pela qual muitas olavettes se submetem, uma coisa sempre me deixou confuso, que era a defesa incondicional que o “filósofo” fazia do uso do cigarro, o qual segundo ele, não faria mal algum, sendo sua proibição de uso em lugares públicos apenas mais uma artimanha da elite globalista para controlar a população.

Seria bastante difícil para alguém como eu crer num absurdo irresponsável como esse. Primeiro, porque existe um vasto número de pesquisas que correlacionam o consumo do cigarro e a incidência de câncer, que é uma das doenças mais devastadoras desse planeta. Segundo, porque eu mesmo já fiquei meses na ala de oncologia de um hospital cuidando de um parente com câncer, além de ter feito trabalho voluntário visitando outros hospitais.

Daí é fácil lembrar da frase de uma frase de Marx. Não, não de Karl Marx, mas de um Marx muito mais ilustre, Grouxo Marx, que certa vez disse: “Em quem você vai acreditar? Em mim ou nos seus próprios olhos?”. Logo, em quem eu acreditaria? No Olavo, que diz que cigarro não faz mal, ou nos meus próprios olhos que viram fumantes morrendo com câncer de pulmão? Portanto, é difícil repetir o mantra “Olavo tem razão” enquanto se convive com os danos demoníacos provocados pelo cigarro. Consequentemente, qualquer um pode presumir que se o cigarro mata e alguém diz isso não é verdade, incentivando que mais pessoas continuem fumando, esta pessoa esta colaborando para que haja mais mortes no futuro.

Voltando ao Terça Livre, não são raras as vezes em que pérolas sejam soltas num de seus programas. Por exemplo, num dos momentos mais vergonhosos do ano passado, o canal deu voz a um debate em que um dos lados defendia a famigerada e doentia TESE DA TERRA PLANA. Imagine você se algum dos assinantes do canal assistir o debate e se convencer que de fato vivemos sob um domo? Noutra situação, um dos participantes do canal (51:20) disse ser contra o direito ao divórcio.

Porém, nessa última semana, parece que o âncora do programa Boletim da Manhã, Allan do Santos, ultrapassou todos os limites ao dizer não só que o cigarro não fazia mal mas também ao defender que a masturbação queimaria neurônios. Segundo ele, seria melhor fumar porque assim o cérebro não seria afetado, ao contrário da masturbação. Antes de qualquer coisa, creio que esse tipo de raciocínio é motivado por um mecanismo de defesa que age no cérebro humano, que tende a nos fazer legitimarmos nossos hábitos enquanto condenamos com mais facilidade aquilo que não fazemos. Quanto ao mérito do que o Allan disse, serei bastante claro. Ele está duplamente errado.

Segundo o Dr. Sherif Karama, professor de psiquiatria da McGill University, fumantes deveriam ser informados que os cigarros podem acelerar o desgaste do córtex do cérebro, o que pode levar à deterioração cognitiva. Ou seja, cigarro, além de te matar, ao contrário da masturbação, pode também te deixar mais burro.

Agora, quando o assunto é a masturbação, é sabido que ela em excesso leva à perda de libido e à perda de sensibilidade, embora seja difícil quantificar o que seria o excesso nessa prática para ocasionar tais efeitos. O consenso é que, durante a adolescência, a maioria dos adolescentes se dedica a uma extensa auto-exploração sexual sem conseqüências negativas aparentes.

Mas se o cigarro causa câncer, masturbação também pode causar? Essa sim é uma pergunta honesta. Um estudo descobriu que a masturbação freqüente em adolescentes do sexo masculino correlacionava-se com maior probabilidade de câncer de próstata. Mas os pesquisadores supuseram que não é a masturbação que causa o câncer, mas são os próprios hormônios masculinos (excesso de testosterona) os causadores tanto pelo maior desejo sexual e a maior incidência câncer de próstata. Logo, conclui-se que a masturbação parece não ter um efeito negativo, e que não se masturbar não evita câncer. Em suma, tem que ser muito imbecil para acreditar que algo não faz mal algum te deixa burro quando na verdade você consome algo (o cigarro) que não só te mata como (isso sim) te deixa burro, e possivelmente essa imbecilidade pode ser justamente ocasionada pelo tabagismo.

Concluindo, termino essa postagem com uma mensagem de fé e esperança para todos os punheteiros do Brasil! Não desistam! Podem continuar batendo a santa punhetinha de vocês em paz que em breve vocês estarão sambando em cima dos túmulos desses chupadores de tabaco. Mas caso você discorde do resultado desses estudos científicos e julgue-os todos falsos – tais como faz com os estudos que validam o aquecimento global -, continue gastando seu dinheiro comprando cigarros. Quem sabe você não vive até os 500 anos?

 

 

Um comentário

  1. Olá, você tem o link para o vídeo em que o Allan dos Santos afirma que masturbação mata neurônios? Eu vi uma vez, no Twitter, mas não consigo mais localizar. Obrigado.

    Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s