Como Trump fez Romney grande novamente


Olá amiguinhos!

Nesses últimos dias a equipe do deus-imperador Donald Trump vem escolhendo as pessoas que integrarão as principais posições do próximo governo. Grandes nomes como Mike Huckabee, Newt Gingrich, Rudi Giuliani e agora Mitt Romney já estão de fora da próxima administração. O que nos leva a crer que aquilo que poderia ser um time dos sonhos poderá ser mais um governo de várzea.

Mas deixando inutilidades de lado, o motivo pelo qual escrevo esse textículo é porque descobri o porquê de Mitt Romney não ter sido aceito para Secretário de Estado de Trump.

Antes de tudo, é preciso lembrar que Romney criticou duramente – e com razão –  mau caráter de Trump, tendo feito tudo o que podia para que ele não fosse o nomeado pelo partido, e mesmo depois da nomeação de Trump, Romney disse que jamais poderia votar num racista – fazendo alusão ao fato de que Trump disse que um juiz mexicano não poderia julgá-lo.

Após ver Trump eleito, Romney, como bom patriota, congratulou o vencedor e se encontrou com Trump várias vezes para discutir uma vaga à sua altura no governo, tendo sido avaliado para a posição mais disputada: a secretaria de Estado. O problema é que Trump, egocêntrico e megalomaníaco como é, mesmo tendo ofendido a família e o caráter de seus opositores republicanos, sem jamais ter pedido desculpas, demandou um pedido de desculpas públicas de Romney para que este continuasse sendo considerado para a vaga.

Romney, que é um vencedor, um homem íntegro, casado com uma só mulher a vida inteira, um mórmon que doou anos de sua vida a sua igreja, não resolveu vender sua alma e e sua valiosa dignidade para ser chefiado por um sujeito como Donald Trump. Poderia ter se humilhado e mentido, fingido falso arrependimento em frente às câmeras em troca do poder. Ele, que investiu 6 anos integralmente de sua vida e milhões de dólares do seu próprio bolso querendo chegar a presidência, teve a chance de ser um dos homens mais poderosos do mundo e jogou isso fora graças a mesma hombridade que o acompanhou em toda a sua trajetória vitoriosa.

Nem mesmo Rubio, Cruz, ou Rand Paul, nomes que podem desafiar Trump nas primárias em 2020 tiveram a honradez de manterem sua posição até o fim. Por medo de retaliações e de repercussões políticas negativas, todos eles em algum momento engoliram suas palavras e apoiaram Trump. Romney não, ele não tem nada a perder. Ele sabe que, como bom homem de família, não iria expor seus filhos e netos a humilhação de ver o patriarca da família se desculpando falsamente só por mero interesse.

Romney está acabado na política. No entanto, podemos concluir que, na vida, nada mostra mais verdade no olhar de uma pessoa do que vê-la ter a coragem suicida de fazer o que é certo, a despeito das consequências. Depois desse acontecimento, politicamente, ele nunca foi tão pequeno, mas como homem de caráter, ele nunca foi tão grande.

Anúncios

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s