Meu amigo está apaixonado por mim. Não sou gay. O que fazer?


Olá amiguinhos!

Não raras as vezes, nesse buraco sem fundo que é a nossa vida terráquea, nos deparamos com dilemas, que resumindo bem, tratam-se de decisões difíceis, onde nenhuma das opções parece ser a opção correta. Muitas vezes ficamos face a face com situações constrangedoras, mas que de fato acontecem recorrentemente.

Por mais que ainda haja um tabu a esse respeito, é cada vez mais comum o despertar do homossexualismo dentro de pessoas tidas como “acima de qualquer suspeita”.

Anos atrás, eu tinha um melhor amigo, mas tipo, MELHOR amigo, o cara era 100% meu brother. Poderia até dizer que tínhamos o que hoje se chama de bromance, uma espécie de romance em forma de amizade. O cara, que era estupidamente bonito e assediado por todas a meninas que conhecíamos, tinha uma namorada feia, e sempre me convidava pra gente bater uns papos – onde ele sempre fazia questão de pagar a minha conta.

Esse meu amigo, forte, esbelto, tesudo e musculoso, ostentava além dos seus excludentes olhos azuis um clássico comportamento homofóbico. Em suma, ele odiava veado, e fazia questão de contar isso pra todo mundo.

Como vocês já devem imaginar, um belo dia, estava conversando com um outro amigo num bar, outro amigão. Esse cara achava que eu era gay. Ele sempre perguntava e não cria nas minhas repetidas negativas. Nesse dia, em especial, ele, que namorava uma best minha, deixou escapar que sentia uma incontrolável atração por travestis. Eu fiquei surpreso. Nunca ninguém havia me falado algo como aquilo. Pra falar a verdade, levando em consideração a feiura da minha amiga, com quem ele namorava, eu nem deveria ter ficado surpreso.

Nesse mesmo dia, ele começou a soltar um monte de coisas no ventilador. Uma delas, era que meu melhor amigo era gay, coisa que eu só fui ter confirmação meses depois.

O que fazer se seu amigo se declarar pra você?

Opção 1: Vire gay e entre de cabeça no mundo do homossexualismo

Uma opção, que eu jamais escolheria, mas é a preferida de muita gente, é aproveitar a oportunidade para “experimentar coisas novas”. Como você e seus amigo já possuem um forte laço afetivo, você pode confiar que ele irá te conduzir com muito carinho para descobrir os IN-FIN-DÁ-VEIS prazeres do mundo do homossexualismo.

É óbvio, em face da notória “homofobia” dessa nossa sociedade hipócrita, é aconselhável você manter esse casinho distante dos olhos e ouvidos das outras pessoas, principalmente da sua esposa.

Opção 2: Pare de falar com essa bichona!

Você é macho, rapaz! Como pode esse veadinho se aproveitar da amizade de vocês pra tentar te enrabar? Ponha ele no seu devido lugar e deixe bem claro que o que você gosta é de mulher, de buceta, de vagina, e que esse negócio de veadagem já saiu de moda a muito tempo. Diga que sua integridade vale muito mais do que a amizade que vocês tinham até ele finalmente revelar quem ele realmente é. Deixe bem claro que homem tem que ficar com mulher e que esse negócio de homem atrás de homem é uma armadilha de Satanás para aprisionar a alma dele pela eternidade no inferno, e que ele, de brinde, poderá ainda por cima morrer com AIDS.

Opção 3: Grave uma conversa e use para chantageá-lo

Essa opção é tão perversa quanto é criminosa. Eu, pessoalmente, não recomendo, mas tem muita gente que aproveita o descuido do boy pra chantagear ele com a esposa dele e inclusive garantir vantagens financeiras. Você pode ameaçar contar a toda a verdade para a mulher dele, pras pessoas que com ele trabalham, ou pras pessoas da igreja dele. Se ele não pudesse te ressarcir financeiramente, seria possível requerer favores sexuais da esposa dele.

 

Opção 4: Lidar com a situação de forma adulta

Não, forma adulta não tem nada a ver com filmes adultos. O que me refiro é que você deve passar por cima da sua surpresa e se colocar no local do seu amigo. Já que vocês tem intimidade, primeiro você deve deixar bem claro que, primeiro, você não coaduna com essas práticas homossexuais, e segundo, vocês são amigos. Se você quiser continuar a amizade com o sujeito, é preponderante que você deixe BEM CLARO quais são suas intenções.

Infelizmente, após ele revelar esse outro lado dele, você fatalmente deverá diminuir o nível da amizade com o elemento, para que ele perceba que não vai conseguir nada em você. Você tem que ser taxativo, porque do contrário, estará “enrolando” ele e nutrindo nele falsas esperanças. Você deve dizer que o respeita, mas simplesmente não aceita que as práticas dele te envolvam. Simples assim.

É óbvio, ele ficará um pouco chateado no início, mas depois que ele pensar um pouco vai ficar orgulhoso em ter um amigo com tanta maturidade e contente em ter por perto alguém tão compreensivo e avesso aos preconceitos. Provavelmente ele dirá algo do tipo: “Olha, agora que você sabe que eu gosto de você, quero deixar claro que fico triste em não poder transformar a nossa relação em algo a mais e podermos nos conhecer de outras formas. Se mudar de ideia, estarei sempre por aqui, viu?”

 

Anúncios

2 comentários

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s