Vamos encarar a realidade: Olavo tem razão sobre a meritocracia


Devo confessar que já fui uma olavette das mais histéricas e fanáticas que você pode ter conhecido. Mas graças ao bom Deus e aos muitos impropérios proferidos pelo foderoso filósofo da Virgínia, o encanto se quebrou e hoje vejo Olavo como mais um velho fumante. Um velho fumante brilhante, mas nada além de um velho fumante.

Hoje fui brindado por um post dele, em que o mestre nos alerta acerca da tão falada meritocracia:

“Há uns cretinos descendo o cacete na “meritocracia” como se esta fosse a quintessência do “neoliberalismo”, do conservadorismo, do capitalismo enfim. Da minha parte, nunca usei esse termo nem o conceito que lhe corresponde, que para mim tem apenas o valor nebuloso e ambíguo de um slogan. Só para dar uma idéia do que estou dizendo: qualquer regime comunista é incomparavelmente mais “meritocrático” do que o mais eficiente dos capitalismos. No regime de livre mercado, o sujeito pode subir na vida por mera sorte ou porque, sem mérito nenhum, caiu nas graças do povo. No comunismo, se você é nomeado para um cargo e não mostra competência suficiente para alcançar as metas que o governo lhe designou, você não apenas é demitido, mas vai para o Gulag. A idéia mesma de meritocracia supõe uma unidade dos critérios e da autoridade julgadora, isto é, a radical centralização do poder, como acontece no comunismo e no fascismo. O que torna o capitalismo mais suportável é justamente a pluralidade dos critérios de julgamento, a existência de um número incontrolavelmente grande de caminhos para o sucesso (e para o fracasso).”

Não cabe acrescentar nada. Genial.

Anúncios

Um comentário

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s