ACIDBLACKNERD comenta os 3 piores discursos da Convenção Demôniocrata


Olá bípedes!

Como bom republicano, sempre desprezei a convenção dos democratas. Quase sempre é aquela mesma ladainha de aborto, negros mortos, ataque às armas e ode ao socialismo light. Esse ano houve uma diferença, houve ode ao socialismo hardcore.

Para entender o que aconteceu nessa convenção é preciso voltarmos no tempo em alguns meses. Vamos viajar?

Viajando….

…..

….

…..

Chegamos.

Estamos em Janeiro de 2016. Há somente 3 candidatos, Hillary Clinton, o marxista Bernie Sanders e o governador malhadão O’Maley. Todo mundo sabia que Hillary venceria. Seus oponentes eram ridículos. E por dois motivos. Um, porque o governo Obama foi impopular a ponto de matar uma geração de jovens democratas que perderam seus cargos para republicanos. Dois, porque nas “primárias invisíveis” Hillary monopolizou as contribuições financeiras entre os doadores dos demos. Desta forma, se algum outro demo quisesse concorrer, teria que disputar sem dinheiro, ou apelar pras contirbuições do povão, como fez Sanders.

As primárias foram chatas e enfadonhas. Hillary venceu, fazendo uso de todo o tipo de pequena trapaça para afetar o resultado final, como mudar horário de debates só pra prejudicar seus opositores menos conhecidos. O que ocorre é que entre 2008 e 2011, Hillary foi secretária de Estado, tendo usado o email do trabalho de formo super imprudente, o que é crime, já que poderia entregar segredos de Estado para inimigos do páis. Os 30 MIL emails em questão, foram apagados por Hillary, sem terem deixado rastro para análise do FBI. Após uma longa investigação, ela se safou.

Porém, eis que hackers russos, supostamente a mando de Putin, entraram nos servidores do Partido Demoniocrata e entregaram ao site Wikileaks toneladas de emails comprometedores sobre o Partido. Ao saber do fato, Donald Trump teve a mesma ideia que eu tive, só que foi um pouquinho mais além. Ele, de forma provocadora, pediu para que os russos que achassem os 3o mil emails de Hillary. Caso isso de fato ocorresse, Hillary teria de ser indiciada e presa por colocar a segurança nacional em risco, no entanto, Trump acabou por se ferrar ao acabar pedindo para que russos descobrisssem segredos de Estado dos EUA. Pegou mal.

Se na Convenção Republicana o partido estava dividido, tendo havido boicotes e candidatos já fazendo campanha para 2020, contando com a derrota de Trump, na Convenção dos demos a união reinou. Bernie Sanders discursou em favor de sua antiga rival e assim todos fizeram as pazes.

3- Michelle Obama

Tenho que admitir. Michelle Obama fez um excelente discurso, ainda que, como de costume, repleto de mentiras. O que interessa é que ela encantou a base do partido. Como sempre digo, convenções servem pra inspirar e motivar a militância, e nesse ponto ela teve sucesso. VOU FAZER UMA PREVISÃO,. SEM MEDO DE ERRAR. Michelle ainda irá se candidatar a alguma coisa e seguir o rastro a la Bonnie e Clyde que foi traçado por Bill e Hillary.

2- Barack Hussein Obama

Eu aprendi a respeitar o Obama. Acho que nenhuma outra figura nesse mundo foi tão vítima do meu ódio injustificável quanto ele. Obama é o pior tipo de inimigo que um direitista pode ter. Simpático, charmoso, sempre calmo e extremamente inspirador, fica difícil taxá-lo como esquerdista assassino de criancinhas ou comunista maluco. A carapuça não cai nele. Como primeiro presidente negro, qualquer crítica a ele pode ser confundida com racismo. Desta forma, Obama conseguiu se manter popular mesmo tendo uma péssima gestão.

Quanto ao discurso do havaiano, foi um dos melhores discursos que vi dele. Acho que nunca o vi tão a vontade. Ele falou como se Hillary fosse alguma espécie de deusa bem-feitora que sempre fez de tudo pra ajudar o próximo. A parte mais interessante do discurso foi quando Obama atacou diretamente Trump, no entanto, Obama, que é um gênio, não o fez através de ataques pela esquerda. Obama citou Ronald Reagan e os pais da Constituição Americana, fazendo uso de uma retórica conservadora para mostrar como Trump é desqualificado.

O filho de queniano foi convincente ao pintar Trump como um tirano capaz de ferir a Constituição do país para atingir seus planos megalomaníacos. E pra ser sincero, nessa parte o havaiano nem precisou exagerar muito.

1- Hillary Rodham Clinton

Apesar da mídia ter louvado o discurso da bandida, eu, que assisti pacientemente cada latido dela, pude percebe como HELLary é uma pessoa sem carisma, robótica, fria, falsa, sem graça, chata e mentirosa. Deu uma certa pena do partido republicano não ter escolhido Rubio ou Cruz, pois certamente estes já estariam uns 10 pontos na frente dela agora.

A antipatia e o apego aos clichês por parte de Hitlery foi algo tão marcante que fiquei até imaginando como alguém em sã consciência pode votar num ser humano tão desprovido de qualidades pertinentes ao cargo de presidente. Nesse momento lembrei que do outro lado está Donald Trump, o maior motivo para que alguém vote em Hitlery. Trump pode ter todos os defeitos do mundo, mas pelo menos ele é divertido, engraçado e é um comunicador fantástico. Tudo o que Hillary não é.

Hillary será uma presidente chata.

 

Anúncios

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s