Os Caça-Fantasmas: Crítica


O ano era 1984. Os atores eram quase todos oriundos do programa de comédia ao vivo Saturday Night Live, dentre eles, Dan Aykroid e o inigualável Bill Murray. O filme em si foi um sucesso estrondoso, especialmente entre meninos, que estão tendo o desgosto de ver a obra que tanto amam ser denegrida esse ano por um elenco feminino.

A realidade é uma só. Os Caça-Fantasmas de 1984 era um filme político, e o de 2016 também é. Vejamos. Dois professores universitários que trabalham pro governo são mandados embora e se veem na situação de terem de abrir o próprio negócio, no caso deles, uma empresa que caça fantasmas. Logo no início do filme, após serem colocados na rua, o personagem de Aykroid deixa escapar: “A iniciativa privada cobra resultados”, deixando bastante implícito a diferença com o serviço público. O vilão do filme não é nada mais nada menos que um agente de um órgão regulamentar do governo, que quer acabar com a empresa dos caça-fantasmas por ela não cumprir suas excêntricas imposições ambientais. No final do filme, os heróis são chamados pelo próprio governo para solucionar um problema que este mesmo não consegue resolver.

Resumindo, o filme é uma ode ao oitentismo Reaganista. Iniciativa privada, privatização, empreendendorismo, ódio às regulamentações inúteis, ao Estado babá que controla tudo. E é óbvio, tudo com uma “pintada” de politicamente incorreto, o que deixa o filme ainda mais charmoso.

Pois bem. Se o primeiro filme é um filme “político de viés conservador”, a própria existência do remake com mulheres já se torna um ato político, que evidencia a acensão da mulher na nossa sociedade e o maior destaque que vem recebendo numa época em que o feminismo se tornou algo impossível de ignorar. Sendo assim, assistir ou não o remake se tornou também um ato político, e foi em função disso que decidi não vê-lo.

Muito em função do público do filme original agora ser um bando de marmanjões veiacos, a recepção do remake foi péssima, deixando claro que o fantasma do machismo ainda corre a solta por aí.

Anúncios

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close