Afinal, porque existe rivalidade entre gays e travestis?”


Esses dias eu deparei-me com um discurso completamente transfóbico que partiu de uma pessoa. E para a minha surpresa, o autor do ato transfóbico era um gay homossexual. A pessoa, que se achava a mais normal do mundo por ser gay, dizia ter aversão dos travestis, e se orgulhava de não ser um transsexual, tendo nascido com homem e não precisando fingir ser mulher pra conseguir seduzir os homens.

Dias depois, hoje, fui numa aula de dança confiante que dançaria com várias mulézinhas. Ao chegar lá, haviam 15 homens e 14 mulheres, sendo que uma entre essas 14 uma não era uma mulher nascida mulher, ou seja, não era original de fábrica. Como havia um rodízio, fatalmente todos os homens teriam que dançar com todas as “meninas” que lá estavam. O travesti que lá estava, além de não ser nada feminino, ainda ostentava aquela voizinha estranha que as pessoas fazem quando estão imitando um travesti. Só de pensar que numa dança juntinha, que eu poderia sentir alguma saliência quando dançasse com a pessoa, presumi que já era hora de voltar pra casa. Não que eu seja homofóbico. Longe disso.

Ao chegar em casa pra escrever esse post, eu cheguei a seguinte conclusão: o que aquela pessoa tinha expressado não passava de uma conversinha furada. Na verdade aquilo não passava de recalque, fruto da intensa competição que existe no meio LGBTTTQQ.

Aqui na rua onde moro há vários pontos de prostituição espalhados praticamente por toda a cidade. Não raramente, escuto relatos de confrontos entre grupelhos de travestis pelo controle de pontos de prostituição. Aqui, por exemplo, só ficam 2 travestis por quadra. Se aparecer mais alguém pode ter certeza que haverá confusão. Elas são muito competitivas.

Ao fazer uma leve pesquisa na rede mundial de computadores, deparei-me com relatos de homossexuais que perderam amigos gays após se tornarem travestis. Há gays que inclusive teriam inveja dos travestis pelo fato destes últimos terem mais sucesso em conseguirem “homens heterossexuais”. Em contrapartida, muito travestis reclamam da falsidade que há da parte de alguns gays, que não as tratariam como “mulheres de verdade”.

Então é isso galerinha. E vocês, o que vocês pensam acerca disso? De que lado vocês estão nessa disputa? Do lado dos gays, ou do lado dos travestis? E se você fosse obrigado a escolher? O que preferiria ser? Gay passivo ou travesti ativo? Até a próxima!

Anúncios

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s