Boa noite amiguinhos!

Hoje o tema é sério. Não sou daqueles otimistas que bradavam #BOLSONARO2018 e achavam que era inevitável sua acensão a presidência. Sempre vi o caminho da família Bolsonaro a presidência como uma coisa muito difícil de acontecer. E pior, como um homem honesto poderia governaria com mais de 500 deputados corruptos contra ele? Muitas bolsonetes mais sensatas que conheço já perceberam isso também.

Olavo de Carvalho sempre disse que demoraria 20 anos para a direita se articular politicamente. Pois é. Bolsonaro chegou antes e como um fenômeno conquistou milhões de corações, principalmente dos mais jovens.

Hoje Bolsonaro se tornou réu no STF por apologia ao estupro e será julgado por uma corte na qual a esmagadora maioria dos juízes foram escolhidos por Lula e Dilma. Se o Supremo não disfarçou ao rasgar a Constituição quando aprovou o casamento gay e as cotas raciais, por que motivo vocês acham que eles seriam justos com Bolsonaro? É claro que eles farão de tudo para deixá-lo inelegível.

Quando Bolsonaro, em 2014, disse para Maria do Rosario que não a estupraria porque ela não merecia – algo que já tinha dito antes -, eu escrevi que ele tinha cometido um grande erro, e o chamei de boçalnaro. Bem ou mal, eu previ que aquilo não iria dar certo. Agora, com a sociedade comovida com a historinha do estupro coletivo que houve no Rio, Bolsonaro se tornou um alvo fácil para a esquerda.

É óbvio que o que ele disse foi um acinte, mas estava longe de fazer apologia ao estupro. Mas isso é o que menos importa.

Agora existem dois cenários:

1- Bolsonaro consegue se livrar no STF, ganha visibilidade e fica mais forte do que nunca.

2-Bolsonaro é cassado, fica inelegível por 8 anos.

Basta lembrar que o STF já passou por cima da Constituição para tirar o mandato do Cunha. Logo, já haveria um precedente para irem atrás do Bolsonaro.

Em 2018, teríamos Ciro, Marina ou um tucano. O eleitorado orfão de direita ficaria indignado ao ver Bolsonaro condenado e políticos corruptos soltos. Haveriam protestos. Sem opções, muitos radicalizarão o discurso e veriam nesse golpe que a democracia no Brasil não existe. Mais e mais pessoas vão começar a abraçar a ideia da intervenção militar.

Será que o Bolsonaro não sabia que fariam de tudo para acabar com ele? Será que ele não leu o Caderno de Teses do PT que dava como prioridade a cassação do mandato de Bolsonaro? Será que ele não sabia que o STF já é a muito tempo uma corte bolivariana?

Seria irônico ver um político honesto, que ganhou notoriedade devido a polêmicas, ser cassado justamente em virtude de uma declaração controversa. Porém enganam-se aqueles que pensam que sua possível cassação tem alguma coisa a ver com polêmicas. Não, amigos. O ponto é outro. É que, no Brasil, a honestidade nunca fica impune.

Anúncios