Em São Paulo, agora gays e travestis ganham prioridade no Programa Minha Casa Minha Vida


Uma resolução do Conselho Municipal de Habitação (CMH) definiu que gays em situação de violência, travestis moradoras em albergues e índios também podem ser beneficiados com prioridade nas unidades do Programa Minha Casa Minha Vida construídas em São Paulo. A norma complementar ao projeto do governo federal, publicada hoje no Diário Oficial da Cidade, também permite incluir na fila prioritária do programa moradores em áreas limites de municípios vizinhos da capital paulista e idosos sozinhos com mais de 60 anos.

O objetivo das regras é incluir entre os beneficiários prioritários do programa centenas de gays e mulheres que sofreram ameaças ou violência doméstica e que são atendidos em albergues e moradias da Prefeitura. Dezenas de travestis que também moram nos abrigos municipais vão ter direito a tentar entrar no programa, desde que comprovem que está “oriunda de situação de rua”. São mais de 8 mil pessoas atendidas todos os dias nos 62 albergues, abrigos e casas de acolhimento do governo.

 
Prioritariamente, o programa definiu o atendimento para moradores em áreas de risco, mulheres que cuidam sozinhas da família e casais de baixa renda com filhos, conforme decreto de 2009 do governo federal. Não havia categorias específicas para priorizar o atendimento de gays e de travestis sozinhas e em situação de violência, por exemplo.
Fonte: http://www.folhapolitica.org/2014/11/em-sao-paulo-gays-e-travestis-tem.html

Comento:

Olá amiguinhos! Essa notícia é velha porém relevante. Com mais essa ação do prefeito COMUNISTA – sim, ele se identifica como marxista – Fernando Haddad, agora a orientação sexual de um indivíduo lhe confere privilégio para a concessão de um benefício governamental. Dessa forma, o governo está colocando de lado o preceito de que todos nós somos iguais perante a lei para aplicar o conceito de que alguns, devido a sua orientação sexual, devem receber mais que os outros.

Não tenho absolutamente nada contra colocar gays e travestis no Minha Casa Minha Vida. Que fique claro. Só creio que não é saudável priorizar alguém devido a fato de adotar um comportamento sexual, o que creio é que quem deve ser priorizado é quem mais precisa, independente de etnia, cor, credo ou orientação sexual.

Anúncios

6 comentários

  1. E diga-se de passagem, que o PT busca, com esta medida, arregimentar adeptos em São Paulo para o seu projeto totalitário de permanência no poder.

    Curtir

  2. Caramba, do jeito que as coisas estão indo muitos chefes de família vão ter que ir no feirão da caixa econômica vestidos com a roupa das esposas, pra garantirem um lugar mais favorável na hora de adquirir um imóvel… Só assim, pois gays e travestis estão virando uma espécie de “super classe especial” no Brasil. E os chefes de famílias que moram em áreas de risco? Onde ficam nesse história? Lembrando que reza a lenda que todos somos igual perante a lei… Nada contra o que cada um faz de sua vida, até acho justo que casais gays tenham os mesmo direitos civis que os héteros, mas isso já tá virando uma ditadura!!! Por isso votei em Jair Bolsonaro, muitos dizem que ele é louco e reacionário de direita, mas no meu ponto de vista é um cara sensato e verdadeiro, só um pouco exagerado na hora de expressar o que pensa.

    Curtir

  3. Vc deveria ao menos estudar a diferença entre orientação sexual para identidade de gênero, pois cada uma, está em campos distintos. Até porque, uma travesti não é obrigada a ter a orientação sexual que toda pessoa desinformada pensa. Ela pode ser homo, hétero, bi e etc.. Então, vamos estudar para pararmos de propagar ignorância.

    Outra, em nenhum momento, pelo que li na matéria, a exclusividade é por ser gay ou travesti e, sim, aqueles que estão em situação extrema, como de morar na rua, isto também vale para mendigos héteros, bi e etc.., como também para homens e mulheres cisgêneras. A maior parte das travestis moram nas ruas, não possuem família, não possuem estudo, muitas estão jogadas em esquinas porque homens como vc as impedem até de ir e vir, imagina, de terem um lar, não é? Um absurdo!!! Estas pessoas merecem como dívida histórica pelo que fizeram com elas todos estes anos. Elas sim, merecem começar a ter uma vida digna. E, não me venha com a falsa simetria que elas não conseguem isso ou aquilo porque não querem. Não seja desonesto, se não sabe, passe a pesquisar a vida das travestis para vc mesmo ver como é e pare com ignorância.

    Curtir

  4. Seria legal se eles pedissem para os travestis e gays protegerem as mulheres em situação de violência. No caso de um marido violento voltar saca?

    Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s