Pela primeira vez neste segundo turno, Dilma Rousseff (PT) aparece numericamente à frente de Aécio Neves (PSDB) em intenções de voto para a Presidência da República, mostra nova pesquisa Datafolha.

O levantamento, feito nesta segunda-feira (20), apresenta Dilma com 52% ante 48% de Aécio, na conta dos votos válidos (com o descarte de nulos, brancos e indecisos).

A seis dias da eleição, é um empate técnico no limite máximo da margem de erro do levantamento, que é dois pontos para mais ou para menos.

De acordo com o Datafolha, nessa situação há maior probabilidade de que Dilma esteja à frente de Aécio.

Nas duas rodadas anteriores do Datafolha neste segundo turno, o placar também era de empate técnico, mas sempre com o tucano numericamente à frente: 51% a 49% nas duas ocasiões.

Em votos totais, o resultado da atual pesquisa é Dilma 46% (antes era 43%), Aécio 43% (era 45%). Brancos e nulos somam 5% (ante 6% do levantamento anterior). Outros 6% dizem que não sabem em quem votar, mesmo patamar de antes.

GOVERNO DILMA

Um dos fatores que ajudam e explicar o desempenho de Dilma é a melhoria da avaliação de seu governo.

Segundo a pesquisa, 42% julgam a administração petista boa ou ótima, o melhor patamar desde junho de 2013. No mês das grandes manifestações de rua, a aprovação de Dilma despencou de 57% para 30%.

A avaliação negativa (soma dos que classificam o governo como ruim ou péssimo) está agora em 20%, o menor patamar desde novembro de 2013, quando registrou 17%. Outros 37% entendem que a administração é regular.

REJEIÇÃO E CONVICÇÃO

Também pela primeira vez, a rejeição a Aécio é numericamente maior que a rejeição ao nome de Dilma: 40% dos eleitores dizem que não votam no tucano “de jeito nenhum” (nas pesquisas anteriores, eram 34%, no dia 9, e 38%, no dia 15). Com a petista, a taxa oscilou para baixo, ficando em 39% (eram respectivamente 43% e 42%, nos dias 9 e 15 de outubro).

Em relação à taxa de convicção, 45% dos eleitores afirmam intenção de votar em Dilma “com certeza” (eram 42%), enquanto 41% respondem isso para Aécio (eram 42%).

Em relação à indecisão, há 18% que “talvez” possam votar no tucano, ante 15% para Dilma, mesmos patamares do levantamento anterior.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/10/1535524-dilma-tem-52-dos-votos-validos-e-aecio-tem-48-diz-datafolha.shtml

Comento:

Como já sinalizava a última pesquisa Datafolha, os ataques dos petistas ao tucano tem feito crescer sua rejeição. Agora conseguiram fazer com que a rejeição de Aécio ficasse acima da de Dilma. A tática de Dilma é impor nesses últimos dias uma campanha de ódio, medo e mentiras para impedir o crescimento do mineiro. Essa estratégia é simples: transformar a eleição num plebiscito sobre Aécio Neves. Claro. Dilma sabe que se a eleição for um plebiscito sobre o seu governo estará liquidada.

É bom lembrar que em 2012, o pífio Barack Obama, apesar de uma péssima condução econômica de seu país, conseguiu se reeleger principalmente com a ajuda de uma forte propaganda negativa em cima de seu adversário, o bem sucedido governador Mitt Romney. Muitos americanos acabaram votando em Obama por acreditar que Romney – assim como o PT diz de Aécio – acabaria com programas sociais que atendem os mais pobres. Se tal artimanha deu certo nos Estados Unidos, só posso torcer para que não funcione no Brasil.

Anúncios