Luciana Genro: a candidata da Ditadura Gay?


No último debate da Globo uma coisa me chamou a atenção. A candidata a presidência da República Luciana Genro, que a tempos defende a causa homossexual – e saliento que numa democracia se pode defender o quer que seja -, disse que o candidato Levy Fidelix deveria ter saído do debate da Record algemado devido as suas declarações, tidas por ela como homofóbicas.

Aparelho Excretor

Vejamos bem, o que aconteceu foi o seguinte, no debate da Record, em determinado momento, a candidata do PSol declarou que o Brasil é campeão da morte de homossexuais – o que é uma inverdade, que fique bem claro, o Brasil é um campeão de mortes de qualquer cidadão independente de orientação sexual – e perguntou ao Levy Fidelix porque aqueles que defendem tanto a família são contra os outros tipos de família – que não formados por homem e mulher.

O candidato, de forma não muito “inteligente” disse que o aparelho excretor não reproduz, fazendo notória referência a forma com a qual os homossexuais masculinos aproveitam o reto para com ele fazerem amor. Pronto, isso foi o suficiente para suscitar a fúria de milhares de pessoas. Sinceramente, não sei o porquê, uma vez que o que ele disse, apesar de ter sido dito fora de contexto, de forma grossa e desatinada, constituiu um fato biológico. Ou será que alguém duvida? Pessoalmente, não acho que algum homossexual tenha ficado chateado com o que ele disse porque ainda tivesse esperança de conceber um filho com seu aparelho excretor.

No debate da Globo, a candidata Luciana Genro disse que, se a lei anti-homofobia já estivesse em vigor, ele sairia do debate direto pra prisão. Vejam bem amiguinhos. Por mais que ele tenha dito uma grande besteira, nada do que ele disse pode ser classificado como discurso de ódio a homossexuais. Numa democracia, onde há liberdade de expressão, todos temos o direito de defendermos nossos ideais, por mais idiotas que esses possam ser. Afinal de contas, ser inteligente só virtuoso porque ser burro não crime, porque senão seria uma obrigação.

Vejamos abaixo a definição de discurso de ódio e tiremos nossas conclusões:

Discurso de ódio é, de forma genérica, qualquer ato de comunicação que inferiorize uma pessoa tendo por base características como raça, gênero, etnia, nacionalidade, religião, orientação sexual ou outro aspecto passível de discriminação. No direito, discurso de ódio é qualquer discurso, gesto ou conduta, escrita ou representada que seja proibida porque pode incitar violência ou ação discriminatória contra um grupo de pessoas ou porque ela ofende ou intimida um grupo de cidadãos.

Nazismo: Nacional Socialismo

Engraçado essa candidata ser de um partido chamado Socialismo e Liberdade porque qualquer pessoa que conhece a história do Socialismo sabe que se há socialismo não há liberdade. Tanto é que por onde passaram atacaram a liberdade de expressão, a liberdade de credo e todo o tipo de liberdade econômica. Aliás, a hipócrita  disse no debate da Globo que são opiniões como as do Fidelix que resultaram no nazismo, que matou milhões de pessoas. Esquece-se a hipócrita que sua própria ideologia matou centenas de milhões de pessoas só no século passado. Aliás, ela é tão hipócrita que vive criticando o grande capital mas seu próprio pai é um milionário.

Essa turminha da esquerda não consegue lidar com as opiniões contrárias as dela, por isso defendem sua criminalização. Não raras as vezes, quando lhes faltam argumentos, acusam seus opositores de racistas, machistas, homofóbicos e etc. Como eles são canalhas, preferem levar pra cadeia pessoas de bem pelo simples fato de deles discordarem, assim como fazia Hitler e Stálin. Para a esquerdista, uma pessoa como o Fidelix, simplesmente por causa de uma opinião, merece dividir a mesma cela com assassinos, bandidos e estupradores. Se hoje eles querem prender um baixinho porque ele falou uma besteira num debate, não vai demorar muito para quererem prender alguém por causa de uma piada “tida como homofóbica” ou até mesmo defenderem a prisão de um  líder religioso devido a um discurso “homofóbico”.

Pois bem. A hipócrita disse que as mãos dos conservadores estão sujas de sangue de gays, negros e pobres. Talvez ela diga isso sem saber que a própria bandeira do socialismo é tingida com o sangue de inocentes.

 

 

 

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s