“Patriota” Obama negocia com talibans para soltar soldado disertor


Photo: Quando você acha que Barack Obama já cometeu todos os crimes possíveis, todas as traições imagináveis aos EUA, ele vai lá te surpreende novamente. 

Numa decisão unilateral, o governo Obama negociou com os talibãs a libertação do sargento Bowe Bergdahl (28), há 5 anos prisioneiro no Afeganistão. Segundo alguns colegas de Bowe no exército, ele havia desertado e abandonou seu posto na calada da noite antes de ser capturado, mas o governo americano diz que ele foi aprisionado em combate. Bowe Bergdahl disse em emails enviados aos amigos ter vergonha de ser americano, de pertencer ao exército e era radicalmente contrário à ocupação no Afeganistão, além de ter dito a outros soldados que queria fugir para a Índia. Pelo menos seis soldados dos EUA morreram tentando achar e resgatar Bowe Bergdahl durante esse período. 

Na foto, Barack Obama recebe o pai de Bowe, Robert Bergdahl. No discurso, em pleno jardim da Casa Branca, Robert falou em pachto, uma das línguas mais comuns no Afeganistão, e em árabe. Robert Bergdahl abriu seu discurso em árabe dizendo "em nome de Alá, o misericordioso". Num tweet deletado há poucos dias, Robert diz que "Deus vai reparar a morte de cada criança afegã, amém". Ele também diz que quer todos os prisioneiros de Guantanamo livres.

Barack Obama trocou a liberdade de Bowe Bergdahl por cinco dos mais perigosos presos de Guantanamo, responsáveis por incontáveis mortes de americanos, alguns deles com ligações diretas com a Al Qaeda. A troca está sendo comemorada pelos talibãs como uma grande vitória.

A mensagem passada aos radicais islâmicos de todo mundo agora é: sequestrem americanos, o governo Obama está pronto para negociar com vocês e libertar presos, não importa quão perigosos eles sejam. Obama está "open for business" com todos os terroristas e radicais do mundo.

A maior ameaça ao Ocidente nas últimas décadas não é a Rússia, não é a China, não é o radicalismo islâmico, é a esquerda americana, nunca vou cansar de repetir. E é ela quem desgraçadamente ocupa a Casa Branca ao menos até 2016.
Quando você acha que Barack Obama já cometeu todos os crimes possíveis, todas as traições imagináveis aos EUA, ele vai lá te surpreende novamente. 

Numa decisão unilateral, o governo Obama negociou com os talibãs a libertação do sargento Bowe Bergdahl (28), há 5 anos prisioneiro no Afeganistão. Segundo alguns colegas de Bowe no exército, ele havia desertado e abandonou seu posto na calada da noite antes de ser capturado, mas o governo americano diz que ele foi aprisionado em combate. Bowe Bergdahl disse em emails enviados aos amigos ter vergonha de ser americano, de pertencer ao exército e era radicalmente contrário à ocupação no Afeganistão, além de ter dito a outros soldados que queria fugir para a Índia. Pelo menos seis soldados dos EUA morreram tentando achar e resgatar Bowe Bergdahl durante esse período. 

Na foto, Barack Obama recebe o pai de Bowe, Robert Bergdahl. No discurso, em pleno jardim da Casa Branca, Robert falou em pachto, uma das línguas mais comuns no Afeganistão, e em árabe. Robert Bergdahl abriu seu discurso em árabe dizendo “em nome de Alá, o misericordioso”. Num tweet deletado há poucos dias, Robert diz que “Deus vai reparar a morte de cada criança afegã, amém”. Ele também diz que quer todos os prisioneiros de Guantanamo livres.

Barack Obama trocou a liberdade de Bowe Bergdahl por cinco dos mais perigosos presos de Guantanamo, responsáveis por incontáveis mortes de americanos, alguns deles com ligações diretas com a Al Qaeda. A troca está sendo comemorada pelos talibãs como uma grande vitória.

A mensagem passada aos radicais islâmicos de todo mundo agora é: sequestrem americanos, o governo Obama está pronto para negociar com vocês e libertar presos, não importa quão perigosos eles sejam. Obama está “open for business” com todos os terroristas e radicais do mundo.

A maior ameaça ao Ocidente nas últimas décadas não é a Rússia, não é a China, não é o radicalismo islâmico, é a esquerda americana, nunca vou cansar de repetir. E é ela quem desgraçadamente ocupa a Casa Branca ao menos até 2016.

 

 
Anúncios

2 comentários

  1. parece que o presidente Obama não assistiu o filme do “Resgate do Soldado Ryan”, se for pra salvar alguém das mãos do inimigo, então que seja ao menos alguém que mereça ser salvo.

    Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s