Conheça os g0ys, homens que transam com outros homens, mas não se dizem gays


Na visão geral, um homem que se relaciona com outro homem é considerado gay. Mas na concepção dos g0ys (nome composto pela palavra gay com um 0 no lugar do “A”), desde que não haja sexo anal, a prática é coisa de heterossexual também, onde a relação entre dois homens é chamada de Bromance (romance de “brothers”).

Surgido nos Estados Unidos, o grupo dos g0ys vem se espalhando pelo mundo e, de acordo com sua ideologia, homens que se definem como heterossexuais podem manter relações com pessoas do mesmo sexo, mas penetração não pode porque, segundo eles, isso só é feito com mulheres. Ou seja, vale beijo, masturbação e sexo oral.

De acordo com o site g0ys.org, o processo natural de relação entre pessoas do mesmo sexo foi maculado pelo movimento gay moderno, por conta do sexo anal e da perversão de alguns grupos, e defende que essa filosofia não seja tolerada.

O grupo permite a afetividade entre homens, argumentando que o fato de pessoas do sexo masculino se amarem e terem relações já era comum na Grécia antiga. No entanto, se casar com outro homem ou apenas “namorá-lo” não é aceito, eles devem fazer isso estritamente com mulheres.

O conceito pode causar estranheza para muitos, mas para os g0ys ele é bem claro. Inclusive, há uma seção no site que responde a dúvidas e diferencia um gay de um g0y facilmente
.

“O nome composto gay-zero confunde no momento que pode levar à interpretação de que um gay-zero = heterossexual, o que não é verdade, por analogia um guaraná zero, não é aquele que virou fanta, mas apenas um guaraná que foi retirado um único componente, no caso o açucar. No caso dos gays é justamente isso, o gay-zero (ou g-zero) seria um homem que sente atração por outro homem, mas não pratica um dos componentes do mundo gay”, explica o site.

Machos
No site estrangeiro, as palavras que mais se usa são masculinidade, amor, confiança, respeito e discriminação. A masculinidade é constantemente exaltada tanto nos sites estrangeiros como no brasileiro (heterogoy.webnode.com) e o uso de palavras homofóbicas são empregadas com frequência também.

Encontros
Considerado o primeiro espaço oficial para encontro entre g0ys (“g0y friendly) no Brasil, o Rancho Hedônia, em São José de Ribamar, no Maranhão, oferece liberdade, discrição e ar puro.

O local já foi uma pousada, mas em 2008 passou a funcionar como residência do proprietário, Fábio Franco, que promove encontros entre ex-clientes e pessoas devidamente cadastradas no site do rancho.

Os encontros acontecem 4 vezes por semana e os convidados são chamados por email. Cada um contribui com um valor para comprar bebidas e comida, como acontece em qualquer festa caseira, e pode aproveitar os cinco mil metros quadrados da maneira que achar melhor.

Como forma de segurança, não é permitido usar celulares ou câmeras fotográficas, para manter a privacidade dos presentes. A entrada é exclusiva para os cadastrados e não é permitido entrar na festa sem ter confirmado presença.

Fonte:http://www.correio24horas.com.br/detalhe/noticia/conheca-os-g0ys-homens-que-transam-com-outros-homens-mas-nao-sao-gays/?cHash=479f016d83c68a14ff52a865ad631bc3

 

Comento:

A muito se discute qual seria a origem e o porquê da homossexualidade. Mesmo sem respostas conclusivas, o fenômeno ainda é fonte de muita controversa. Muitas pessoas – muitas mesmo – são homossexuais, ou seja, sentem atração física ou afetiva por pessoas do mesmo sexo mas não se admitem como homossexuais. Tal coisa é chamada de homossexualidade egodistônica, que, ao meu ver e na concepção de muitos psicólogos, tem características de uma doença.

Outro fenômeno bem diferente é o dos g0ys: gostam de homens, dizem ser héteros por uma questão de orgulho, não têm conflito em relação a sua orientação. É claro que apenas não saem do armário apenas por causa de convenções sociais.

3 comentários

  1. quer dizer que entre ser macho e ser gay existe um meio termo que são esses tais de g0ys?!? (eu que achava que fosse os emos)…ah tá, então deixa eles irem pensando que são machos, quem sabe algum dia eles acabem se convencendo mesmo disso e parem com essa poha de “bromance”..

    Curtir

  2. Eu partilho o seu comentário medo de sair do armário, são homossexuais que por causa das convenções não assumem, por que eu beijaria, acariciaria e praticaria sexo oral em um homem se eu sou heterossexual e posso fazer isso numa mulher, estamos cansados de ver homossexuais que foram ou são casados com heteros para manter as aparências, então dizer que pode praticar sexo oral em homens mas que pra casar tem que ser com mulher, não deixa de ser um desses casos.
    Talvez eles estejam criando um meio termo para tentar diminuir o preconceito “eu faço sexo oral em outro homem, mas sou hetero” eu não vou procurar a definição da palavra mas eu sempre entendi hetero como pessoa que sente atração pelo outro sexo e homo pelo mesmo, se formos analisar esse pessoal então é bissexual eles sentem atração por ambos os sexos sendo que eles estão seguindo as convenções atuais de casamento hetero. Eu pergunto: se vc é hetero (sente atração pelo outro sexo) por que praticaria sexo oral em alguém do mesmo sexo?só por fazer? Qual a lógica desse pensamento eu gosto de mulher, mas prático sexo oral com homens, se vc não sente atração ou prazer por homens por que praticaria sexo oral em um?
    Bissexuais confusos!!!

    Curtir

  3. Homossexual é uma tendência que alguns seres humanos têm de se atrair pelo mesmo sexo. Não necessariamente precisa praticar contato físico algum. Basta ter a tendência. Quem se relaciona com o sexo oposto tendo esta tendência não a elimina, ela está ali latente – como se vêem em muitos homens casados com um “jeito estranho”. Este grupo dizer que não fazer sexo anal não os torna homossexuais é uma maneira de sair sinuca mental, que é estar fazendo algo feio no pensamento deles. Querem formar uma categoria à parte – algo que não existe. Na verdade é tentar não ver a realidade – pois também são homossexuais.

    Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s