Radar do Gayzismo: presidente do Mozilla deixa o cargo por não apoiar o casamento gay


 

 

Logo que tomou posse, funcionários da Mozilla fizeram pedidos públicos para que Eich renunciasse por conta da doação para a campanha contra o casamento gay. Com ele, metade da mesa de diretores da companhia renunciou, mas os motivos não foram divulgados. “Sou funcionário da Mozzila e peço que Brendan Eich renuncie ao cargo de CEO”, escreveu o funcionário Chris McAvoy.

Na segunda-feira (31), o OkCupid divulgou um comunicado contra o CEO e sugeriu que seus usuários optem por outros navegadores, como o Internet Explorer, o Google Chrome ou o Opera.

Segundo o site de relacionamento, o público homossexual é responsável por 8% dos casais formados pela plataforma. “Nós devotamos os últimos dez anos para unir as pessoas –todas as pessoas.” “Igualdade para relacionamentos gays são pessoalmente importantes para muitos de nós aqui na OkCupid, Mas também é profissionalmente importante para toda a companhia. OkCupid é para criar amor.

Fonte: http://www.paraiba.com.br/2014/04/03/04680-presidente-da-mozilla-renuncia-apos-acusacoes-de-homofobia

Comento:

Vou explicar de forma suscinta. Anos atrás a California – estado mais liberal dos EUA – fez um referendo para aprovar o casamento gay(a Proposição 8). Apesar de todos os defeitos da América, é inegável que lá a democracia se faz presente. As famílias se uniram, organizaram uma campanha, arrecadaram recursos e saíram de casa para votar, derrotando o casamento gay nas urnas por uma margem estreita de votos.

Essa foi uma derrota vexaminosa para os esquerdistas americanos, que jamais imaginavam perder aquela eleição. A primeira coisa que eles fizeram foi recolher os dados dos envolvidos na campanha contra o casamento gay para que pudessem acusar essas pessoas de homofobia no futuro. Dito e feito. Foi exatamente o que aconteceu com o presidente do Mozilla(que doou dinheiro a mais de 8 anos para que o não vencesse na proposição 8), apenas um caso dos casos da campanha de revanchismo que os gayzistas vem praticando.

Esse é um claro caso de perseguição política. Profissionais inseridos em meios liberais estão sendo acossados em virtude de apoiarem causas ideológicas conservadoras. Esse caso apenas evidencia a inversão de valores que há na sociedade americana. Qualquer cidadão numa democracia pode ser a favor ou contra o casamento gay – ou qualquer outra coisa -, mas a intenção dos esquerdistas é que aqueles que não coadunem com sua agenda tenham medo de se manifestar por medo de represálias profissionais ou acusações infundadas de homofobia.

Obs: o autor desse texto, assim como milhões de pessoas ao saber da notícia, desinstalou o Mozilla.

Anúncios

5 comentários

  1. Sou a favor do casamento gay que pra mim consiste num casamento no civil,esse negocio de casamento religioso já é forçar a barra já que a bíblia condena claramente a homossexualidade,eu sendo ateu quero que todos tenham direitos iguais e deveres tbem,como diz a constituição que não é baseado na bíblia graças a deus rsrs!

    Curtir

    • Carlos, você já leu a Constituição? Creio que sim.

      Nela está expressamente descrito que o Estado deve preservar a família e a união entre homens e mulheres.

      Portanto, essa mesma constituição – que eu particularmente não gosto – mas que vc disse não ser baseada na bíblia veta o casamento gay. Caberia uma emenda a constituição para aprovar tal prática.

      Abraços.

      Curtir

    • na boa cara, não tenho nada contra os ateus, mas será que além de não acreditar em nada além da ciência, é preciso ficar todo tempo enchendo o saco sobre a crença dos outros?? desse jeito fico até com vontade de ganhar na mega sena e pagar a passagem só de ida de ateus como você pra lá pro Afeganistão, e assim ficariam com toda liberdade para tirar sarro com Alá e falarem mal do Alcorão só não sei dizer até que ponto eles toleram isso…mas voltando ao assunto da postagem, sou 60% a favor do casamento desses lazarentos (outros 40% fica a cargo do contra se me chamarem pra ser o padrinho ou se forem fazer a lua de mel na minha casa)

      Curtir

      • Caro Wesley, temos muitos leitores ateus e comentários como esse seus pode irritá-los – apesar de ser a sua opinião verdadeira e válida.

        Mais tato por favor.

        Abração

        Curtir

      • não sou um homem de duas palavras, mas em respeito a você e todos os demais ateus (que não buscam ferrenhamente desconverter a fé dos outros) vou tentar pegar mais leve daqui pra frente nessa parte, afinal, sou católico, mas isso não quer dizer que sou obrigado a dar sermão a tudo que vejo de errado no mundo, no máximo dou algum conselho se achar necessário, mas não fiz esse comentário com intuito de irritar ninguém, mas caso tenha irritado, então como acha que religiosos como eu se sentem quando desrespeitam ou blasfemam contra as sagradas escrituras?…se vivo pela minha fé e sigo até o fim amando a todos os meus próximos (o difícil é seguir fielmente essa parte das escrituras, pois sei que infelizmente tem muita gente miserável que não merece as amizades que possuem), não teria motivos para me arrepender, ou temer a morte quando chegar a minha hora, e se por ventura chegar em algum paraíso depois disso, gostaria de poder encontrar pessoas como você e até mesmo esse chato do Carlos, digo…o cara até que é legal, o chato mesmo é só o ateísmo exacerbado dele.

        Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s