Direitas Já!

É a Igreja (em conjunto com o Império, sobretudo o de Carlos Magno) que desenvolve nos bárbaros um sentido de união, identidade, espírito nacionalista e territorial. A importância disto é a própria sobrevivência da unidade europeia, da legitimidade do povo frente o estado anárquico no qual se encontrava após a queda do Império Romano. A Espanha conheceu muito bem essa importância e esse sentimento. É nesse cenário que a Europa se reconstrói, e que sobrevive até hoje.
Nesse aspecto, as cruzadas foram importantes por vários motivos, entre estes é que elas representaram a união de um povo em direção de algo comum, o amor por Deus e uma vida pautada na caridade e na virtude religiosa.
Muito bem, se esta é a realidade. Por que em meio ao amor, religiosidade e caridade se daria uma guerra?
Uma das maiores justificativas para uma guerra é a promoção da paz (ARISTÓTELES, 1985)…

Ver o post original 1.339 mais palavras