Avaliação positiva do governo Dilma sobe de 37% para 43%, diz Ibope


A avaliação positiva do governo Dilma Rousseff subiu seis pontos percentuais e passou de 37% em setembro para 43% no levantamento atual, apontou pesquisa Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgada nesta sexta-feira (13).

A avaliação positiva inclui o percentual de eleitores que considerou o governo como “ótimo” ou “bom”. Dos entrevistados, 8% consideraram ótimo e 35%, bom.

O Ibope ouviu 2.002 eleitores em 26 estados e no Distrito Federal, entre 23 de novembro e 2 de dezembro. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Mesmo com o aumento de seis pontos, o governo Dilma ainda não retomou os índices de aprovação registrados no começo deste ano. Em março, a avaliação positiva foi de 63%. Em julho, atingiu 31% e, em setembro, passou para 37%.

O percentual de eleitores que considerou o governo “ruim” ou “péssimo” oscilou dentro da margem de erro, de 22% para 20% – 9% acharam ruim e 11%, péssimo. Consideraram a administração Dilma como “regular” 35% dos eleitores – em setembro eram 39%.

A aprovação pessoal da presidente Dilma Rousseff se manteve estável – passou de 54% para 56% e oscilou dentro da margem de erro.

Os que desaprovam a maneira da presidente governar somaram 36% em novembro contra 40% em setembro. Aumentou ainda o percentual dos que acreditam que o restante do governo será “ótimo” ou “bom” – 45% na pesquisa atual contra 39% em setembro. Outros 30% avaliaram que o restante do mandato da presidente será “regular” e 21% acham que será “péssimo” ou “ruim”.

A confiança da população na presidente Dilma Rousseff se manteve estável, no percentual de 52%.

Avaliação por áreas
De nove áreas avaliadas pelo Ibope, a aprovação aumentou em sete. Em educação, o índice dos que aprovam as políticas do governo federal passou de 33% em setembro para 39% na pesquisa divulgada nesta sexta. O percentual de desaprovação diminuiu de 65% para 58%, mas mais da metade dos ouvidos ainda não estão satisfeitos.

A área da saúde é aprovada por 26% – em setembro eram 21%. A aprovação das politicas de segurança pública passou de 24% para 27%. As de meio ambiente, de 41% para 47%.

A aprovação na área de combate à fome oscilou dentro da margem de erro, de 51% para 53%. No combate ao desemprego, o percentual de aprovação foi de 39% para 47%.

Considerando as áreas econômicas, a aprovação passou de 22% para 24%, dentro da margem de erro, em relação aos impostos. No combate à inflação, de 27% para 31%. Em relação à taxa de juros, foi de 23% para 28%.

Fonte: http://g1.globo.com/politica/noticia/2013/12/avaliacao-positiva-do-governo-dilma-sobe-de-37-para-43-diz-ibope.html

 

Comento:

Não confio no Ibope.

Anúncios

2 thoughts on “Avaliação positiva do governo Dilma sobe de 37% para 43%, diz Ibope

  1. Wesley Sá dos Anjos 15/12/2013 — 9:21

    será que os brasileiros mudam tão repentinamente de opinião assim??
    queria que as melhorias no nosso país também seguisse nesse ritmo

    Curtir

  2. Mário Cobra 15/12/2013 — 10:58

    se o Ibope acerta tudo, então gostaria que publicassem um percentual dos números mais sorteados na mega sena pra mim fazer uma jogadinha mais certeira

    Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close