Igreja Universal do Reino de deus: Bandidagem, bandidagem e bandidagem!


Na Idade Média a igreja católica vendia um lugar no paraíso por dinheiro. No final das contas o fiel ficava pobre mas tinha a esperança de passar a eternidade no paraíso. Hoje a igreja universal vende bençãos financeiras por dinheiro. No final das contas o fiel fica mais pobre e seu dinheiro vai para um paraíso fiscal.

O que podemos tirar disso? Realmente existem religiões que são piores que outras. Enquanto que uma durante um triste período de sua atuação se aproveitava da boa-fé de seus fiéis e do medo de irem pro inferno, a outra praticamente joga em cima da ambição e ganância dos mesmos. Vejam bem, o fiel católico da Idade Média pelo menos era altruísta, pois muitas das indulgências eram dadas para garantir um lugar para ele e seus familiares na eternidade. Já o fiel neo-pentecostal dos dias de hoje faz seus sacrifícios pensando só em si mesmo.

O fiel hoje não faz a oferta porque tem medo da danação, ele doa porque quer um carro, uma casa, um emprego melhor. Por isso ele faz “sacrifícios”. Dá o que muitas vezes nem tem para receber o que quer. Resumindo, Deus passa a ser apenas um empregadinho do crente, com o qual estabelece relações meramente comerciais de barganha. É como se Deus precisasse de dinheiro para abençoar alguém.

Enfim, pra mim quem se sujeita a trabalhar numa instituição como essa não passa de um bandido, pois vendem um peixe que não podem entregar. A quem o crente pode recorrer se depois de dada a oferta a benção não vier? Ou por acaso alguém já ouviu falar de PROCON no céu?

Outra besteira é essa noção de que Deus abençoa financeiramente as pessoas que contribuem com a sua obra. Posso até admitir que muitas pessoas que doam são abençoadas financeiramente, mas a razão pela qual realmente são abençoadas é porque trabalharam. Se Deus abençoasse as pessoas apenas em função de suas doações sem medir seu trabalho Bill Gates deveria ser um religioso e não um ateu.

2 comentários

  1. pior que esse post fala umas boas verdades em relação a isso, como disse antes não sou ateu e não tenho nada contra eles, apenas acredito na minha fé e isso já é o bastante pra mim, embora confesse que fiquei alguns anos afastados da igreja por certos descontentamentos, já não orava mais, e nem tomava a bênçãos do meu pai antes de dormir, refletir nesse período muitas coisas, e uma delas é o por quê de Deus precisar de nossos dinheiro? oras, que tipo de riquezas seriam estas que estaríamos ajuntando no céu? não me imagino sendo tratado diferente no paraíso só porque contribuía com mais quantia de dinheiro que meus irmãos em cristo, e como seria a multiplicação do meu dinheiro em questão de semanas, se eu recebo por salário e ele só aumenta um pouquinho a cada ano? sinceramente chegava a duvidar e muito daqueles famosos testemunhos de pessoas que diziam está no “fundo do poço” devendo pra Deus e o mundo e numa repentina reviravolta que nunca é bem explicada como se dá, acertam todas as suas dívidas e praticamente fazem uma ascensão financeira de dá inveja a qualquer economista…
    hoje em dia já não sou tão crente quanto antes, mas me afastar da igreja também
    não me ajudou em nada, [afinal as coisas erradas do mundo parecem pesar mais ainda depois que conhecemos a palavra de Deus] fiquei com um certo vazio ao longo do tempo, minha consciência não me deixava tranquilo, negar minha própria fé não foi a melhor atitude tomada na vida e me sentia cada vez mais chateado por não atender aos convites da igreja, hoje sou mais sereno, ajudo a igreja com minhas ofertas, mas não pensando em adquirir riquezas ou por ficar com medo de ir pro inferno, a igreja é uma instituição, muitas são até organizadas, as pessoas que ficam encarregadas de cuidar delas até recebem salários, outras nem tanto, e realmente precisam da ajuda dos seus seguidores para se crescer e se manter, sei não é o pastor que vai livrar minha cara nas horas difíceis, mas temos forças para fazer nossos próprios milagres, por mais pequenos que eles sejam, basta ter fé em nós mesmos.

    Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s