Uma comitiva de oito senadores e três deputados do PT visitaram nesta quinta-feira 21 os petistas presos na penitenciária da Papuda, em Brasília, após serem condenados na Ação Penal 470. Os parlamentares saíram do presídio com a confirmação, segundo eles, de que houve arbitrariedade e ilegalidade nas prisões, além de manifestarem preocupação com a saúde do deputado José Genoino.

“Depois desta visita, saímos ainda mais convencidos que tivemos arbitrariedade e ilegalidade [nas prisões determinadas pelo presidente do STF, Joaquim Barbosa]. E saímos ainda mais preocupados com a situação de Genoíno. Já foram emitidos três laudos que comprovam a gravidade do estado de saúde dele. […] Estamos afirmando que há risco de vida”, afirmou o líder do PT no Senado, Wellington Dias (PI).

Segundo ele, o parlamentar está abatido e frágil. O senador Eduardo Suplicy, pela segunda vez no local, relatou que José Dirceu, Delúbio Soares e Genoino foram bem tratados. Os três dividem a cela com mais dois réus condenados no chamado ‘mensalão’: o ex-deputado Romeu Queiroz (PTB-MG) e o ex-tesoureiro do PL (atual PR) Jacinto Lamas.

Além de Eduardo Suplicy e Wellington Dias, compunham a comitiva os senadores Lindbergh Farias (PT-RJ), Jorge Viana (PT-AC), Ana Rita (PT-ES), José Pimentel (PT-CE), Humberto Costa (PT-PE) e Paulo Paim (PT-RS). Entre os deputados, compareceram Janete Pietá (PT-SP), Nazareno Fonteles (PT-PI) e Assis Carvalho (PT-PI).

Fonte: http://www.brasil247.com/pt/247/poder/121505/Senadores-alertam-%E2%80%9Ch%C3%A1-risco-de-vida%E2%80%9D-para-Genoino.htm

 

Comento:

Alguém já reparou que sempre que um corrupto é preso logo fica doente ou aparece numa cadeira de rodas? Coincidência né?

Anúncios