Parabéns a mais um excelente trabalho da polícia paulistana na contensão do crime. Tomara que o marginal tenha sobrevivido. Quem sabe na cadeia ele se converta …

Poxa, se o cara fosse menor de idade não ia cumprir pena. Se fosse detido responderia em liberdade, assim poderia continuar roubando, matando e estuprando. E ai quando um homem da lei dá uns tecos no cara vem o pessoal dos “direitos humanos” pra defender o marginal. Essa galera não defende direitos humanos, defendem defeitos humanos.

Anúncios