Governador do Rio

Garotinho 30%

Lindbergh 18%

César Maia 8%

Pezão 6%

Pesquisa encomendada pelo PT conclui que o deputado federal Anthony Garotinho (PR), pré-candidato ao governo estadual do Rio, continua a liderar a disputa do Palácio Guanabara, nas eleições de 2014, com 30% das intenções de voto, seguido de Lindbergh Farias, com 18%. Em terceiro, aparece o ex-prefeito e atual vereador no Rio, César Maia (DEM), com 8%; e em quarto e último, o vice-governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), candidato do governador Sérgio Cabral (PMDB) com 6%.  Além dos quatro pré-candidatos, foi testado também o nome de Bernardinho, treinador de vôlei, filiado ao PSDB. Para surpresa geral, o esportista ficou com 5% das intenções, apenas a um ponto do vice-governador.

No último dia 30, pesquisa do Instituto Ulrich Pesquisa e Marketing, que ouvira 2.011 pessoas, apontava Garotinho na liderança com 25%. Crivella chegou em segundo, com 17%. Em terceiro, Lindbergh Farias, com 15%, e em último, Pezaõ, com 5%.

A ascensão de Crivella rebaixa Lindbergh para o terceiro lugar, o que acontecia pela primeira vez desde que começaram os levantamentos de intenção de votos para o Estado.  Já Luiz Fernando Pezão continuava na lanterna, com apenas 5% de intenções, o que já vinha acontecendo em outros levantamentos.

Fonte: RJ24HORAS

Comento

Quando Anthony Garotinho foi eleito em 1998, sua eleição foi marcada pelo alto índice de abstenções. Como o país e o Rio de Janeiro vivem uma intensa descrença na classe política (alimentada pela não-criação da Rede Sustentabilidade), uma taxa record de votos nulos e brancos, quase que totalmente concentrados nas classes mais abastadas, pode aumentar o poder do voto dos pobres e menos escolarizados (mais propensos a votar em Garotinho, Crivella e Lindbergh).  A inserção de Crivella diminui o eleitorado de Garotinho, o que aumenta as chances de Lindbergh. Por esses fatores esse blog aposta que o vencedor deve ser ou Garotinho ou Lindbergh.

Anúncios