Presidência compra 60 capas de Iphone por R$ 3,5 mil


Cada capa sairá por 60 reais. Será que no camelô não era mais barato?

Proteção

Os smartphones estão cada vez mais presentes nas vidas dos servidores da Presidência da República. Para não perder nenhumas das aplicabilidades dos celulares modernos, a Secretaria de Administração da Presidência da República reservou R$ 3,5 mil para a compra de 60 capas com bateria auxiliar recarregável para aparelhos do modelo Iphone 4S. As capinhas serão da cor preta e possuem conexão USB, incluindo a bateria acoplada.

Gastança

A Presidência também vai gastar R$ 37,2 mil para contratação de instituição de ensino para ministrar cursos de aperfeiçoamento e qualificação profissional na Pasta. A PR também vai adquirir uma câmera fotográfica digital no valor de R$ 9,4 mil. O aparelho será da marca Canon EOS 5D. Já o STF empenhou R$ 1,6 mil para a compra de 90 toalhas de rosto. Os acessórios de banho são 100% algodão, com fios penteados, pré-lavados, pré-encolhidos, lisos, felpudos e com barra.

Iluminação

O STF também vai desembolsar R$ 4,4 mil para a contratação de empresa especializada na prestação de serviços de coleta, descarte, descontaminação e reciclagem de lâmpadas fluorescentes, vapor de mercúrio, vapor de sódio e vapor metálico. O valor do empenhou inclui o transporte, mão de obras e acondicionamento das lâmpadas.

Senado

O Senado Federal vai gastar R$ 339,1 mil para a prestação de serviços técnicos especializados de adaptação do painel de autoria do artista Athos Bulcão, com o objetivo de garantir a acessibilidade de portadores de necessidade especiais. A empresa contratada para o trabalho foi a própria Fundação Athos Bulcão e, por isso, não houve necessidade de processo licitatório. O painel que será adaptado é o da Mesa Diretora do Plenário da Casa, que não possui título e mede 14,55 m x 7,70 m.

Observação
*Vale ressaltar que, a princípio, não existe nenhuma ilegalidade nem irregularidade neste tipo de gasto feito pela União e que o eventual cancelamento de tais empenhos certamente não ajudaria, por exemplo, na manutenção do superávit do governo ou em uma redução significativa de despesas. A intenção de publicar essas aquisições é popularizar a discussão em torno dos gastos públicos junto ao cidadão comum, no intuito de aumentar a transparência e o controle social, além de mostrar que a Administração Pública também possui, além de contas complexas, despesas curiosas.

Fonte:

Dyelle Menezes
Contas Abertas

Comento:

Gastando desse jeito o governo nem precisa de corrupção. O mais interessante é que tais funcionários gozam de pompudos salários custeados pelos nossos suados impostos e poderiam muito bem usar do seu soldo para comprar tais luxos, porém essa é a lógica: é dinheiro do governo, eu quero. Depois quando eu digo que é preciso enxugar o tamanho do Estado sempre vem alguém dizendo que eu sou radical. Radical é o que o Estado faz com o dinheiro que obriga que nós lhe demos.

Anúncios

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close