Negros são donos de metade das micro e pequenas empresas! Detalhe: SEM COTAS!


Opressor branco?

Negros e pardos já comandam 49% das micro e pequenas empresas do país, número que se aproxima da fatia que representam ma população (51%). São 11 milhões de empreendedores, 28,56% mais do que em 2001, quando os negros eram donos de 43% dos micro e pequenos negócios com faturamento de até R$ 3,6 milhões anual. Os dados fazem parte de um estudo do Sebrae com base em dados da Pnad de 2011.

Desigualdade

Entretanto, a renda média ainda é cerca da metade da renda dos empreendimentos de brancos.”A sociedade está se tornando menos desigual, mas as diferenças ainda são grandes”, diz o presidente do Sebrae Nacional, Luiz Barretto. “O grande desafio é reduzir a desigualdade na renda e isso se faz com capacitação.”

Renda média

A renda média dos negros empreendedores era de R$ 1.039 em 2011, ante R$ 2.019 dos brancos (diferença de 94,3%). Em 2001, a diferença era maior: 141,3%.

 

Escolaridade e cotismo

O avanço em termos de escolarização na última década(em que foi implementadas as cotas raciais nas universidades) foi pequeno. Em 2011, o negro empreendedor havia passado menos tempo na sala de aula do que o branco dez anos antes.

Preconceito?

Analisando-se bancos estatais e privados e constata-se que nos públicos, nos quais o acesso se dá via concurso, há mais negros em cargos operacionais. “No setor privado, o negro é barrado na entrevista”, diz a pesquisadora do FGV.”A dificuldade para crescer é muito grande. As empresas não querem entregar um cargo de liderança para um preto para não vinculá-lo à imagem da companhia”, diz ele, que começou como motoboy e hoje comanda a Unika Logística, que gerencia mais de 3.000 entregas e fatura R$ 400 mil por mês.

Fonte: Folha

 

Comento

Essa matéria é claramente tendenciosa por misturar negros e pardos no mesmo balaio. Não se pode confundir não-branco com negro. É muito fácil dizer que os bancos são racistas porque não contratam negros, mas a realidade é que os bancos preferem quem tem maior escolaridade, por isso os negros pobres advindos do ensino público acabam sendo preteridos. Já em relação aos bancos públicos, onde há concurso, dizer que há racismo é um absurdo. De igual modo, negros se saem pior por causa da péssima educação pública. Portanto, a única coisa que pode mitigar essa desigualdade é oferecer aos pobres (brancos e negros) uma educação de qualidade. Só assim todos terão oportunidades iguais para perseguir seus sonhos.

 

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s