Qual a diferença entre transexual e travesti? O que é transgênero? Qual a diferença entre um transformista e uma drag gueen?


LGBTABCD…XYZ

Antigamente o movimento gay era simbolizado pela sigla GLS, hoje a sigla é LGBTT. O último T é de transgêneros e surgiu para englobar transexuais e travestis. E, cá entre nós, prestou só um desserviço, pois todo mundo acha que os travesti e transex é a mesma coisa. Como as pessoas normais não precisam saber a distinção, muitos morrem sem ter a mínima ideia do que seja ambas as coisas.

Pilares da sexualidade

Segundo o Dr. Cláudio Picazio, sexólogo, que conseguiu isolar os 4 pilares da sexualidade humana e explicar como que esses pilares se combinam, formando as mais diferentes variações de gênero, identidades, papéis e orientações sexuais.

1-Gênero é o seu sexo biológico. É o que o médico vê quando você nasce. Biluzinho ou potoquinha. São dois: Homem e Mulher.

2-Orientação Sexual tem a ver com desejo, com atração. Com quem você quer ir pra cama? Com alguém do seu sexo? Com alguém do sexo oposto? Tanto faz? São três, respectivamente: Homossexual, Heterossexual e Bissexual.

3-Papel Sexual tem a ver com comportamento. Você é mais masculino ou mais feminino? Uma mulher caminhoneira está num papel masculino. Um homem que pinta as unhas está num papel feminino. Note que Papel Sexual não tem nada a ver a com Orientação Sexual – ou seja, um homem efeminado ou uma mulher masculinizada não necessariamente são homossexuais. Assim como um cara todo machinho não é necessariamente hetero. Papéis sexuais são grande fonte de discriminação, uma vez que é exatamente como a sociedade percebe você. E se esse papel não está em acordo com o que se espera do seu Gênero, o povo se escandaliza.

4-  Identidade Sexual. E é exatamente ele o responsável pelos travestis e transexuais. Identidade Sexual é como você se percebe. Alguns chamam de sexo cerebral. Na sua cabeça, você acha que é o que? Homem ou Mulher? Um menino hetero típico tem gênero masculino, papel masculino, orientação heterossexual e identidade é masculina. Ponto. Mas um e-jovem típico, enrustido, tem gênero masculino, papel masculino, orientação homossexual e uma identidade também masculina. Ele não quer ser mulher, ele só curte outros garotos. A única diferença entre um menino gay e um hetero é sua orientação sexual. E o mesmo vale pras meninas hetero e lésbicas e entre todos estes e os bissexuais.

Apesar de parecidos, existe uma coisa que faz toda a diferença.

Transexuais

O transexual nasceu homem, mas não se sente como tal, adotando roupas do sexo oposto, consumindo hormônios e logo se decide pela cirurgia de mudança de sexo.  No caso das transexuais, porém, a identidade sexual não está de acordo com o seu sexo biológico. Independente do gênero (podem nascer homens ou mulheres), papel (tem os mais masculinos até os bem efeminados) e orientação (existem transexuais hetero e transexuais homo), o que define o transexual é que seu corpo é de um sexo, mas seu cérebro é de outro. São mulheres presas num corpo de homem, ou vice versa.

Travestis

O travesti, ainda que ele tenha o mesmo desejo e invista em roupas e hormônios femininos, tal qual o transexual, mantém o órgão genital masculino. Não se sabe ainda como, nem por quê, mas os travestis não tem uma identidade só, masculina ou feminina. Eles têm as duas. Eles se sentem homem e mulher, os dois conceitos se misturando dentro deles como ingredientes num liquidificador. Ora eles se sentem mais femininos, ora mais masculinos, mas ambas estão sempre presentes e eles não têm o desejo de anular nenhum dos dois lados. Infelizmente, seus corpos nascem com apenas um sexo – homens ou mulheres. O que eles fazem então? Adaptam o seu corpo para alcançar, o máximo possível, essa outra metade da essência deles que veio faltando. Os que nascem homens, a maioria, querem por peitos e quadril, etc. Mas não cortam o pau fora.

Resumindo, se não quer operar é travesti, caso queira operar é transexual.

Cher, diva de muitas drags.

Drag Queen

Drag queen e drag king são pessoas que se mascaram como sendo do sexo oposto, fantasiando-se com o intuito geralmente profissional de fazer shows e apresentações, na maioria das vezes em boates e bares GLBTT, de cujo movimento fazem parte. Muitos fazem também o trabalho profissional levando correio elegante. Chama-se drag queen o homem que se veste com roupas de mulher, e drag king a mulher que se veste como homem. São conhecidos pelos seus exageros no vestir, nos modos, na maquiagem e pelo estilo cômico de se apresentar.

Tranformistas

Transformistas ou Crossdressers são pessoas que vestem roupas usualmente próprias do sexo oposto, sem que tal atitude interfira necessariamente em sua orientação sexual. Ou seja, uma pessoa crossdresser não necessariamente pautará sua orientação ou seu papel sexual em função desse seu fetiche por roupas do sexo oposto. Sendo assim, ele(a) pode ser heterossexual, homossexual ou bissexual.

Como trocar de sexo?

Segundo especialistas, transexuais que não recorrem a cirurgia de troca de sexo correm sérios riscos, como “intenso sofrimento e possibilidade de auto-mutilação e até de suicídio”. Muitos transexuais vinham conseguindo na Justiça o direito de trocar sexo e nome em seus documentos. Por isso o governo brasileiro tentou instituir uma portaria para que os transexes possam fazer a cirurgia gratuitamente pelo SUS, no entanto, devido a polêmica a portaria foi anulada. Muita gente estranhou o fato de que um homossexual, com seus próprios recursos, não poder recorrer a um psicólogo para reverter sua orientação; porém, se a portaria do governo entrasse em vigor, transgêneros fariam a operação de troca de sexo com dinheiro público.

Todo travesti é homossexual?

Não, ai entra a polêmica. Identidade de gênero não tem necessariamente a ver com orientação sexual, são coisas diferentes e qualquer combinação é possível. Muitos transgêneros são bissexuais ou sentem atração pelo sexo oposto. É o caso de Lou (lésbica) e Gabi (travesti), bem como o de Martine (ex-Martin) Rothblatt (transexual) e sua esposa Bina (que já era casada com Martin antes da cirurgia e continuou casada com Martine depois). É por isso que existe tanta resistência a permissão de transexuais masculinos poderem usar os mesmos banheiros e vestiários de mulheres.

E você, se descobrisse que se apaixonou por um transgênero, assumiria o romance ou deixaria o preconceito falar mais alto?(rss)
Fonte(s):

E-jovem
passageirodomundo

63 comentários

    • ACid BLaCK NeRD . Ótimo texto embora defasado. Não existe opção nem orientação sexual (Veja o livro Heterofobia: um risco para o estado de direito). Na realidade a pessoa nasce hétero ou homossexual e, portanto, é algo inato.

      Curtir

      • Vc generalizou demais. Existem comportamentos que são adquiridos durante a vida. Um amigo acaba de descobrir que é gay e só descobriu pq ficou cheio de droga na cabeça e participou de uma festa na qual ele foi ora homem, ora mulher dos caras. O resultado vc sabe…Não conheço ex gay.

        Curtir

      • Não se nasce homossexual, heterossexual ou bissexual. Sua sexualidade é escolhida. O ser humano não é por exemplo uma vaca, vacas não precisam ser ensinadas, vacas não precisam reafirmar que são vacas. Elas são, o ser humano não. O ser humano parte do zero, se cada ser humano tem uma subjetiva, sua sexualidade(que influencia em quem você é s) não pode ser “objetiva”. É uma questão de escolha, o que te faz bem, o que você quer… O ser humano parte do zero. Espera-se que filhos de artistas torne-se num futuro um artista, mas e se ele não for? Ele está envolvido no meio, mas ele é um ser único, escolhe por si. A probabilidade é que ele seja artista, mas não regra. Não há genética para isso! DNA “decide” características físicas… Algumas doenças hereditárias…. Dizer que a sexualidade é pré-definida é responsabilizar seus atos na genética, ou mutação. Não nasce-se, torna-se.
        O ser humano é o capaz de praticar k devir.
        Torna-se heterossexual, torna-se homossexual, torna-se o que quiser ser.

        Curtir

    • Seguindo sua lógica, filhote, escolhemos acreditar no que queremos ou seja, sua opinião é apenas sua opinião, não mais que isso, sem qualquer valor coletivo, embasamento científico, bem muito pelo contrário, um tantão de sandices. .
      Todos os seres vivos são “influenciáveis” já dentro da própria gestação, todas as condições da mãe já afetam sua cria.
      Nenhum ser humano ou vivo parte do zero, seu “estágio” dentro de outro corpo já o influência profundamente em sua psiquê, apenas não temos como mapear.
      Acho válido que você compartilhe o que você “conhece”, é até bonitinho ver você defender seus achismos.
      Por exemplo, se o que me faz bem é ser hétero, já não tenho escolha no que me estimula o bem estar, apenas a escolha em vivenciar esta condição, quebrei seu argumento, se é que posso qualificar seu pensamento como argumento ou vice e versa..
      Tudo o que você escreveu só pode ser entendido como desabafo, nem dá pra debater, porque é raso.
      E se você entendesse o significado de DEVIR entenderia que nada pode ser defendido porque nada é, está.
      Preguicinha de gente pretensa pessoa.

      Curtir

      • Patrik. Não sei se entendi bem, mas você esta dizendo que homossexualismo é “opção” ou “orientação”? Caso eu tenha entendio bem, peço-lhe desculpas, mas há um grande equivoco nesta admissibilidade. Homossexualidade ou heterossesualidade é inatismo. Escrevi um livro sobre esta questão Heterofobia, um risco para o estado de direito. E, no caso, minha base é 100% científica. Neste livro desfaço muitas afirmativas insanas e/ou mediocres como o se dizer que homossexualidade é hereditaria!

        Curtir

    • Larissa. Está absolutamente equivocada. Vejamos: Opção é uma escolha, certo? E escolha é feita por pensamento. Então, como justificar uma extensa gama de animais irracionais os quais, “a partir de uma dada geração”, somente fazem sexo com o igual? Afinal, irracional é animal que não pensa, não raciocina, não deduz. Por outro lado, admitir que é orientação é defender que uma criança criada por um casal de homossexual, tem infinita mais chance do que se criada por heterossexual. Se é isso que você defende… Procure ter acesso ao livro heterofobia, um risco para o estado de direito.

      Curtir

      • bem pessoa ignorante,primeiro tire essas viseira de burro pois e isso que você tem e usa muito,e vá estudar pessoa burra,e saia dessa sociedade machista e patriarcal e heteronormativa

        Curtir

      • Brady. Em temos homo sapiens é isso mesmo. Homem ou mulher. Porém não é disso que se trara. Trata-se de sexualidade. Ai entra sentimento, desejos, afinidades… Neste caso um homem pode ser homossexual; ou bissexual ou transsexual. As pessoas intolerantes, como parecer ser o caso do Alison (ou da Alison). Ao inves de explicar agride.

        Curtir

      • Burro é VC q não respeita o direito de expressão, o mesmo direito q tem de comentar e ofender uma pessoa por não pensar como VC seu animal.

        Curtir

      • Brandy, existe sim pessoas que nascem com ambos os sexos. Em alguns casos e feito um exame de cariotipo para determinar se é XX (feminino) ou XY (masculino). Se for feminino, e feita uma operação para embutir o falo (pênis)(antigamente era cortado). Se não tiver o canal vaginal e feito um canal utilizando-se uma parte do intestino. Esse procedimento e feito quando o bebe nasce com hiperplasia adrenal congênita, sendo necessário o uso de hormônios que a glândula supra-renal não produz. Entretanto, muitos desses casos não são tratados, seja por ignorância, falta de recursos, os próprios profissionais que deveriam detectar o problema não detectam.

        Curtir

      • Uma pessoa que, primeiramente, cai em contradição com ela mesma ” não existe nada, só existe homem e mulher”,peraí, existe ou não existe ? Já não tem crédito pra falar nada.
        Segundo, essa afirmação baseada em preceitos biblicos,e a forma limitada com que ele afirma isso, se não é burrice é o que ?

        Curtir

      • No seu caso existe ignorância e mente vazia …
        Preconceito é uma coisa horrorosa.
        Cuidado com esse seu coração peludo
        #prontofalei

        Curtir

  1. Apenas fazendo um complemento em relação aos transexuais… O caso deles é único e diferente dos outros, pesquisas indicam que existe um componente de diferenciação da formação cerebral (devido a alterações hormonais da mãe ou do ambiente) durante a gestação, tanto que a transexualidade se manisfesta desde os primeiros anos de vida da criança, quando ela nem sabe o que é sexo, ou papéis de gênero. E geralmente, devido ao sofrimento de ter nascido em um corpo que para eles é o errado, costumam ser depressivos e suscetíveis a praticar suicídio ou auto-mutilações. E têm baixa libido, alguns chegando a ser inclusive assexuados. Não se vestem ou agem como o sexo contrário para se excitar, mas sim porque isso é inerente à sua formação cerebral, eles não conseguem agir conforme o sexo biológico porque a estrutura cerebral deles não reage aos estímulos dos hormônios gonadais (produzidos nos testículos ou ovários) de seus corpos, mas costuma responder aos estímulos dos hormônios do outro gênero.

    Curtir

    • Olá boa tarde nós vivemos em um pais democrata não vi o Álisson agredir ninguém apenas expressou a sua opinião assim como qualquer um de nós podemos concordar ou descordar dele mais em matéria de sexo não existe homem nasceu gay isso é um comportamento é o que diz especialistas !

      Curtir

      • Deivid.Está absolutamente equivocada. Vejamos: Opção é uma escolha, certo? E escolha é feita por pensamento. Então, como justificar uma extensa gama de animais irracionais os quais, “a partir de uma dada geração”, somente fazem sexo com o igual? Afinal, irracional é animal que não pensa, não raciocina, não deduz. Por outro lado, admitir que é orientação é defender que uma criança criada por um casal de homossexual, tem infinita mais chance do que se criada por heterossexual. Se é isso que você defende… Procure ter acesso ao livro heterofobia, um risco para o estado de direito.

        Curtir

  2. sou homem e tenho que falar uma coisa comer buceta e cu de mulher claro é uma delicia , o resto de troca de indentidade é viadajem!

    Curtir

    • Pablo concordo com voce, tambem acho sexo é entre homem e mulher fora isto e viadagem mesmo, nao consigo entender tais coisas, tem rapazes ai nas revistas que tem um belo corpo pare masculino, transam com as mulheres, e de repente voce ele sendo enrabado por outro macho, sinceramente eu nao concordo nenhum um pouco, acho mesmo viadagem somente

      Curtir

  3. Descobri que me u namorado teve um relacionamento com um transexual por 17 anos pensei em terminar com ee o que de o fazer achei que não tinha preconveito mais tenho. E acho que ele gosta de sexo anal e eu não gostoe. Não conversei com ele sobre isso

    Curtir

  4. Tenho um relacionamento de quase 4 anos com uma transexual ha amo muito e linda simplesmente ninguém fala que uma trans pois ela começou o tratamento hormonal muito cedo hoje ela tem 21 anos somente os familiares e amigos mais próximos sabem o seu real sexo o sonho dela e fazer a cirurgia de troca de sexo.

    Curtir

  5. eu acho que tudo só tem uma resposta., cada um é o que é e vamos respeitar que é o mais importante , se você não sente bem com seu corpo ou etc e não é feliz tem mais que procurar a felicidade a vida é tão curta gente para ficar falando que fulano e viado a outro é travesti ….o que manda é sua cabeça seu cérebro e pronto e vamos feliz até a eternidade .

    Curtir

  6. Sou mulher e não aceito esse negócio de um transexual usar banheiros femininos; as autoridades que lhes dão todo apoio legal, que façam construir banheiros próprios para eles, pois sentem-se mulheres, mas não são. Não se trata de preconceito, trata-se de nós mulheres termos nossos direitos preservados. Já somos tão aviltadas e ainda teremos de engolir mais essa, empurrada goela abaixo por esses juízes/legisladores machistas?! Caso aprovem esse absurdo, algum estuprador espertinho vai se fazer de transexual, entrar no sanitário feminino e estuprar alguém.Já bastam as violências que sofremos e ainda teremos de engolir mais esse perigo?

    Curtir

    • Transexuais são pessoas que se identificam com o sexo oposto. Apenas isso. Se criar um banheiro para trans, tem que ser dois, um para trans homem e outro para trans mulher. Serão quatro banheiros. Mais gastos com água, energia e infraestrutura. Fora que a população transgênero é pequena, portanto os banheiros ficariam quase sempre vazios dependendo do local.

      Agora, isso você não pensa: algum homem pode entrar no banheiro de trans homens (nascidos em corpos de mulheres, mas se identificam como homens) e estuprar os trans. Já pensou nisso também? Pois é. Quem tem más intenções vai fazer independente de gênero ou de ter banheiro ou não. Lembrando também que a porcentagem das falsas acusações de estupro não são muito pequenas. Ou seja, uma mulher pode arruinar a vida de um homem só POR DIZER que foi estuprada. Isso você também não pensa.

      Mulheres trans são mulheres, olhe esta foto e diga que é um homem:

      Pronto. Trans são pessoas absolutamente normais, e existem. Comportam-se como o sexo oposto ao que nasceram. Usar banheiros é apenas mostrar tolerância e saber que essas pessoas existem! Numa cultura como a brasileira, até ter vizinho é perigoso. Devemos parar de ter vizinhos?

      Curtir

    • Olhando por esse lado , concordo com a Maria , oque vai impedir um tarado de se disfarçar de transsexual e abusar de nós mulheres no banheiro feminino , não tenho preconceito , mas devia ter um outro banheiro só pra eles então

      Curtir

  7. Uma coisa é certa, LGBTT sofrem muito preconceito, por serem o que são e por gostar do que gostam!!! Só quero que as pessoas PRECONCEITUOSAS entendam que essas pessoas independente do que elas são, também são seres humanos.
    TODOS MERECEM RESPEITO.

    Curtir

  8. Aleksandro. Antes de falar em preconceito sofrido por homossexuais, O QUE É VERDADE, se faz mister observar os exageros provocados pelos heterófobos. Este particular grupo de homossexuais está levando TODOS os homossexuais a sofrerem preconceito. Ou seja: O preconceito dos tempos atuais é uma REAÇÃO.

    Curtir

  9. Alison me inscrevi só pra te chamar de viado. Pq com esses comentários ridículos VC só mostra sua ignorância e sua falta de respeito por aqueles q tem opinião diferente da sua.

    Curtir

  10. Muito legal a matéria, desejos São desejos. Os caminhos estão ai, e ninguém pode ser julgado por causa de uma opção sexual. O homem ficar com uma mulher e lindo! O feio é ele querer que a mulher como ele no ato sexual e não dizer isso a ela, e depois procurar um travesti para satisfazer um desejo tão simples, se a mulher á ama, vai satisfaze- lo seja no que for em quatro paredes. Por isso que existe o travesti para os sonhos e desejos e fantasias serem realizados. O homem hetero que sai com travesti quer comer e ser comido ou melhor ser penetrado.Aí eu te pergunto e isso não é bom? _ O ruim nisto tudo é a estravagassa é ir para o lado do vício é correr perigo nas ruas e pegar uma doença. Mas o ato em si não vejo problemas.

    Curtir

  11. Joelma e demais. Há um grande equivoco, na verdade muitas imprecisões na postagem de Joelma. Porém, como na demais há “um” equívoco recorrente, nos nós vamos ater a este. Homossexualismo e homossexualidade (existem os dois) não é OPÇÃO nem é ORIENTAÇÃO. Em nosso livro CIENTÍFICO, Heterofobia: um risco para o estado de direito, desvendamos uma série de “coisas” como está. Então de onde provem a homossexualidade? Do INATISMO. A pessoa nasce homo ou hétero. Isso provamos no livro. Como, também, coordenamos os homossexuais em três tipos base: Heterófilo, Heterófobo e Simpatizante. E destruímos o MITO da hereditariedade, entre outras coisas.

    Curtir

  12. os demonios que sao contrarios as leis de Deus,e quer colocam pavor dos vizinhos porque eles querem quer as mulheres sejam e si comportem contrarios as leis de Deus,entao os espiritos imundos colocam nas mentes daqueles pesoas as disculpas; dizendo;cada um tem o direito de escolher o que quer. muitos age assim porque sao desobediente a pais e maes e principalmente a Deus nosso criador.

    Curtir

      • Como podemos ser contrários às leis de Deus se ele mesmo consentiu?
        Pense bem…
        As leis de Deus DEVEM por obrigatoriamente ser inquebráveis e indestrutíveis.
        Logo, não existiria rebeldia ou afronta a estas “leis” de Deus.
        Concluindo, os demônios existem por permissão e autorização de Deus. 🙂
        Se este for o caso, então “demônios” são muito mais naturais do que você pensa, por mais que a realidade seja dura. O oposto também.

        Eu penso que sim, cada um tem o direito de escolher o que quer. Claro, que dependendo do tipo que desejas, tem que ser por dentro dos limites e do senso de moralidade.
        E eu não sou tão desobediente com meus pais. E aí? 😉

        Curtir

    • Como podemos ser contrários às leis de Deus se ele mesmo consentiu?
      Pense bem…
      As leis de Deus DEVEM por obrigatoriamente ser inquebráveis e indestrutíveis.
      Logo, não existiria rebeldia ou afronta a estas “leis” de Deus.
      Concluindo, os demônios existem por permissão e autorização de Deus. 🙂
      Se este for o caso, então “demônios” são muito mais naturais do que você pensa, por mais que a realidade seja dura. O oposto também.

      Eu penso que sim, cada um tem o direito de escolher o que quer. Claro, que dependendo do tipo que desejas, tem que ser por dentro dos limites e do senso de moralidade.
      E eu não sou tão desobediente com meus pais. E aí? 😉

      Curtir

  13. “se não quer operar é travesti, caso queira operar é transexual.” Isso está errado, querido. Travesti é um gênero a parte. Transexual não precisa ser operado para ser trans. Ele pode manter e usar seus órgão sexuais e, nem por isso, será travesti. Quem define o que é, é a pessoa. A auto identificação e não diferenças anatômicas.

    Curtir

  14. Estou suave com meu pau onde esta, e sou trans mesmo assim. O importante é como voce se sente, e fazer desse sentimento seu combustível pra querer mudar mais. Ainda nao sei muito, sou humana e tenho medos! Vamos que vamos pois parada nada se transforma.

    Curtir

  15. Que ridículo isto. Então quer dizer que pessoas LGBTT não são pessoas normais? Textinho de bosta e totalmente preconceituso!

    Curtir

  16. Gêmeos idênticos provam que o homossexualismo não é genético

    Oito estudos maciços levados a cabo junto de gêmeos idênticos na Austrália, nos EUA e na Escandinávia durante as últimas duas décadas chegaram todos às mesmas conclusões: os homossexuais não nascem já homossexuais. O Dr. Neil Whitehead afirma que, “na melhor das hipóteses, a genética é um factor mínimo”.

    Durante 24 anos, o Dr Whitehead trabalhou para o governo da Nova Zelândia como pesquisador científico, e depois disso passou 4 anos a trabalhar para a “United Nations and International Atomic Energy Agency”. Mais recentemente, ele tem servido como consultor para universidades Japonesas em torno do tópico dos efeitos da exposição à radiação. O seu doutoramento é em bioquímica e estatística.

    Os gêmeos idênticos possuem quase 100% os mesmos genes ou o mesmo DNA e eles são criados nas mesmas condições pré-natais. Se o homossexualismo é causado pela genética ou pelas condições pré-natais e um dos gêmeos mais tarde se identifica como homossexual, então o outro também deveria ser. O Dr Whitehead ressalva:

    Visto que eles têm DNA idêntico, os dois deveriam ser homossexuais em quase 100% dos casos.

    Mas os estudos revelam outra coisa:

    Se um gêmeo idêntico tem atracção por pessoas do mesmo sexo, as probabilidades do co-gêmeo também ter essa mesma atracção são de 11% nos homens, e 14% nas mulheres.

    Visto que os gêmeos idênticos são sempre geneticamente idênticos, o homossexualismo não pode ser condicionado geneticamente. “Ninguém nasce homossexual”, ressalva o Dr Whitehead:

    As factores predominantes que causam o homossexualismo num gêmeo idêntico e não no outro centram-se em factores pós-natal.

    O Dr. Whitehead acredita que a atracção por pessoas do mesmo sexo é causada por “factores não partilhados”, coisas que acontecem a um dos gêmeos mas não a outro, ou uma resposta pessoal a um evento por parte de um dos gêmeos mas não por parte do outro. Por exemplo, um dos gêmeos pode ser exposto à pornografia ou ao abuso sexual, mas o outro não. Um dos gêmeos pode interpretar e responder ao ambiente familiar e escolar de uma forma diferente do outro.

    Estas respostas individuais e idiossincráticas a eventos aleatórios e a eventos ambientais comuns são predominantes.

    Segundo o D. Whitehead, o primeiro e colossal estudo fiável de gêmeos idênticos foi levado a cabo na Austrália em 1991, seguido por outro estudo também de dimensões consideráveis levado a cabo nos EUA em 1997. Depois disto, a Austrália e os EUA levaram a cabo mais estudos em torno de gêmeos idênticos em 2000, seguido por vários estudos na Escandinávia.

    Os registros de gêmeos idênticos são o fundamento dos estudos em torno dos gêmeos idênticos. Atualmente, eles são enormes, e existem nos mais variados países. Um gigantesco registro de gêmeos idênticos com uns projetados 600,000 membros está a ser organizado, mas um dos maiores registros atualmente em uso encontra-se na Austrália, com mais de 25,000 bebês gêmeos idênticos catalogados.

    Um significativo estudo de gêmeos entre os adolescentes mostra uma correlação genética ainda mais fraca. No ano de 2002, o estudo “Bearman and Brueckner” analisou milhares de estudantes gêmeos nos EUA. A concordância na atracção homossexual entre os gêmeos idênticos era de 7,7% para os homens, e 5,3% para as mulheres – valores mais baixos que os 11% e 14% do estudo de Bailey levado a cabo em 2000.

    Nos estudos feitos a gêmeos idênticos, o Dr Whitehead ficou admirado com a fluidez e a variabilidade presente na identidade sexual.

    Pesquisas acadêmicas neutras demonstram que existe uma mudança substancial. Cerca de metade da população homossexual/bissexual (num ambiente não-terapêutico) move-se rumo à heterossexualidade com o passar do tempo. Cerca de 3% da atual população heterossexual chegou a acreditar no passado que era homossexual ou bissexual. A orientação sexual [sic] não está estabelecida em cimento.

    Ainda mais espantoso é o facto da maioria das mudanças ocorrerem sem aconselhamento ou terapia:

    Estas alterações não são terapeuticamente induzidas, mas acontecem “naturalmente” durante a vida, e algumas duma forma bem rápida. A maior parte das mudanças na orientação sexual [sic] são rumo à heterossexualidade exclusiva.

    O número de pessoas que mudou rumo à heterossexualidade exclusiva é maior que o número e homossexuais e bissexuais combinados. Dito de outra forma, os ex-homossexuais são em maior número que os homossexuais.

    Esta fluidez é ainda mais vincada junto dos adolescentes, tal como o estudo “Bearman and Brueckner” demonstrou:

    Eles apuraram que dos 16 aos 17 anos, se uma pessoa tinha uma atração romântica por uma pessoa do mesmo sexo, quase todos haviam mudado um ano mais tarde. Estes eram autores pró-homossexualismo e eles comentaram que a única estabilidade que existia era entre os heterossexuais, que ficavam na mesma ano após ano. Os adolescentes são um caso especial, normalmente mudando a sua atracção de ano para ano.

    Mesmo assim, muitas más concepções persistem na cultura popular, nomeadamente, a de que o homossexualismo é genético – tão associado à identidade duma pessoa que não pode ser alterado. O Dr Whitehead continua:

    Os acadêmicos que trabalham na área não estão contentes com as caracterizações feitas pelos média em torno deste assunto. Mas eles preferem concentrarem-se nas suas pesquisas acadêmicas e não se envolverem no lado ativista.

    Curtir

  17. Se eu descobri se q me apaixonei por um trans ia ficar muito decepcionada, caso ainda não tivesse feito a cirurgia, ia sentir falta de algo muito importante rsrs mais ia dando jeitinho até a cirurgia né rs

    Curtir

  18. Amei ^-^ muito bem explicado isso eh muito para agente poder entender um pouco mais ate de nos mesmo para nos definirmos ..

    Curtir

  19. oi gente sou diney,sou hetero mas tenho primos amigos gay,bom homosexualidade nao e genético,porem como podemos saber quando comeca? Isso tem uma explicacao como disse o amigo douglas nao e genético ninguem nasse gay ou travestis lesicas em fim,mas sim com hormonios feminino ou masculino resultados saem com a delicadeza da mulher a voz mas suave e os gestos ja as mulheres com hormonios masculino tb o jeito de andar a voz mas grossa,ninguem nace homosexual nace com hormonios a mais seja homems com homonio feminino ou mulher com hormonio masculino.

    Curtir

  20. Texto bom, simples e elucidativo mas gostaria de ressaltar que no trecho “Mas um e-jovem típico, enrustido, tem gênero masculino, papel masculino, orientação homossexual e uma identidade também masculina. Ele não quer ser mulher, ele só curte outros garotos.” o autor deu a entender que um rapaz masculino no gênero, papel e identidade seria enrustido se fosse homossexual mas não é necessariamente verdade e tiro isso por mim pois sou bastante masculino mas sou homossexual completamente assumido perante família, amigos, trabalho e sociedade, vivo com meu marido e sou zero enrustido. Seria legal rever o trecho para não incentivar o leitor a um julgamento errado, ainda que essa não fosse a intenção de quem o escreveu, concordam?

    Curtir

  21. NOSSA EU RESPEITO MUITO OS TRAVESTIR E ADMIRO MUITO, EU QUERO MUITO TER O PRAZER DE CONHECER ALGUM DELES PARA FAZER UMA AMIZADE E CONVERSAR MUITO SÔBRE SEXOS COM ELES, E SABER COMO É O DIA A DIA DELES, ADORO VER ELES DE SAIA DE RENDINHA BEM LARGA NA BARRA , NOSSA FICA UM DEZ AQUELES PEITOS LINDOS QUE ELES BOTAM E OS CABELOS ENORME , TUDO DE BOM LOURIVAL MATIAS DE CARUARU PE.

    Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s