Vitória

O 7 de setembro não podia ter começado melhor. A oposição conservadora, do líder Tony Abbott, bateu os trabalhistas do premiê Kevin Rudd nas eleições nacionais na Austrália. Com 21% dos votos apurados, o canal ABC prevê que a coalizão liderada pelo Partido Liberal de Abbott conquistará 90 das 150 cadeiras da Câmara dos Deputados. O Partido Trabalhista conseguirá 58 cadeiras, enquanto outras duas seriam conquistadas por independentes.

Mesma cosa

Apesar da rivalidade, não existiam grandes diferenças entre as propostas dos liberais e dos trabalhistas. Os dois partidos concordam em suas políticas sobre saúde e educação. Kevin Rudd e Tony Abott são igualmente intransigentes com os imigrantes clandestinos. O Partido Trabalhista foi afetado pelo desencanto dos eleitores por suas lutas internas. Rudd foi primeiro-ministro entre 2007 e 2010, antes de ser afastado pelo próprio partido e subsituído por Julia Gillard(ateísta).Mas Gillard foi afastada por seus aliados em junho, em consequência dos resultados ruins nas pesquisas e foi substituída por Kevin Rudd.

Quem é Tony Abott?
Católico, 56 anos, economista, ex-seminarista, marido de uma mulher só, tem 3 filhos, membro do partido liberal, tem uma irmã lésbica e é contrário a eutanásia. Quanto ao aborto, é pró-vida com ressalvas, acreditando que a prática deve ser legal, seguro e RARA. Ele é favorável a união estável entre homossexuais, mas na sua opinião, casamento é entre um homem e uma mulher.

OBS: Na Austrália o partido esquerdista é o partido trabalhista e o conservador é o partido liberal.

 

Anúncios