Quem hoje em dia daria um cigarro de presente de Natal para um ente querido?

Explicando

Antigamente o poder econômico estava quase que todo concentrado nas mãos dos homens, que tinham os melhores empregos. Por isso a maioria das campanhas de publicidade falava para esse público e somente para ele. Foi somente com a inserção da mulher no mercado e com a valorização econômica do seu trabalho que elas passaram a ser melhor tratadas nas propagandas. Já quanto ao cigarro, era pura ignorância.

Cigarro de Dia dos Pais?
Fumar pode te matar. Esse é o principal fato que essa propaganda omite.
A fumaça de cigarro atrai as mulheres? Pelo menos não as honestas.
Que machista! Como se carros automáticos fosse indicados para mulheres.
Esse “até uma mulher” conseguiria abrir.
Nada sexista esse aqui. Literalmente promove a ideia de mulher-objeto.
Quanto mais duro ela trabalhar, mais bonitinha ela fica? Bizarro.
Maria da Penha ALERT ON!
Nada cavalheiros!

Anúncios