Por que a camisa 100% negro é aceita e a camisa 100% branco é considerada racista?


Politicamente correto

Existem dois tipos de pessoas: as politicamente corretas e as que zombam dessa forma de tirania movida pelos dogmas das “boa intenções“.

Ofensa a lógica
Outro dia um jovem de Pontal, cidade do interior de São Paulo, foi multado  por xingar um homossexual assumido de ‘veado’. Eu pergunto: um sujeito que se assume como gordo, estrábico ou careca tem o direito de ir reclamar na Justiça ao ser chamado de gordo, estrábico ou careca? Não terá o pensamento politicamente correto passado dos limites? Depende. Se o termo “veado” foi usado de forma injuriosa a multa foi correta. Agora se foi apenas uma forma do jovem se referir ao homossexual, foi um exagero.

Por que 100% negro?

No Brasil apenas 11% reconhecem que são afro-brasileiros. Talvez por vergonha ou por ignorância, ou até mesmo porque preferem ser chamados de brancos ou pardos. Por isso muitos negros reafirmam a sua origem vestindo uma camisa que mostra o orgulho que eles têm de pertencer a sua raça, uma vez que tantos possuem vergonha de dizer que são afro-descendentes. O 100% negro é simplesmente a afirmação de que não tem nada de mau em ser negro, que a história negra não é vexatória ou humilhante, mas simplesmente história, como a de todos os povos.

Por que afro-descendente?

Para início de conversa, ninguém é 100% branco, ninguém é 100% negro. Somos todos fruto de uma série de miscigenações que fazem dessas camisas um sinal de imbecilidade. Cerca de 67% dos “brancos” têm ancestralidade africana, logo, são afro-descendentes. Portanto, vivemos num país onde mais de 70% das pessoas são afro-descendentes. Mas afinal, por que motivo temos que identificar nossa raça? Isso importa? Se importa, pra quem importa?

Por que 100% branco?

A camisa 100% branco tem um sentido completamente diferente da 100% negro. Digo isso porque não existe (por enquanto) preconceito contra o branco. Ninguém tem vergonha de ser branco. O branco não tem porque se auto-afirmar. Ainda assim, muitos dizem que falar que  a afirmação racial de brancos e negros é igual equivale a distorcer a história e ignorar os 500 anos de destruição cultural que o negro sofreu. Que bobagem, qualquer um tem o direito de sentir orgulho daquilo que é.

Por que 100% oprimido?

Nossos professores de história adoram pintar a situação dos negros como se na época da escravidão fossem pobres coitados. A realidade é que a escravidão era o regime de trabalho predominante na África daqueles dias. As tribos brigavam entre si e a vencedora pegava os derrotados como escravos. Os brancos apenas chegavam à costa da África e compravam esses escravos (que os próprios negros africanos fizeram escravos). É claro, a escravidão é um absurdo. Mas quem foi que libertou os escravos?

Por que 100% idiota?

Agora fica a minha opinião. Acho que somos todos humanos e que essas divisões babacas de branco e negro só servem para segregar, discriminar e alimentar o confronto entre as “raças”(não existe raça branca ou negra, apenas humana). Quando um negro passa com uma camisa 100% negro na frente de um branco, que sabe que não pode usar uma camisa 100% branco, o que ele está fazendo é alimentar uma divisão. De igual modo, se um branco usasse uma 100% branco na frente de um negro aconteceria o mesmo. Portanto, já é hora de derrubarmos esses muros que nos dividem e mandar esses racistas (tanto os supremacistas como os politicamente corretos) pro quinto dos infernos.

Anúncios

14 thoughts on “Por que a camisa 100% negro é aceita e a camisa 100% branco é considerada racista?

  1. Felipe Alves de Matos 02/09/2013 — 18:13

    é por isso que pra passar alguma idéia de mim escrita numa camisa, só uso aquela uma que está escrito na frente “odeio as segundas feiras”, realmente gosto de trabalhar, mas também não sou de ferro ^^’

    Curtir

  2. Mateus Henrique Pereira 10/09/2013 — 17:20

    Para mim raças são uma realidade. Principalmente no aspecto social, aonde o racismo é manifesto. Culturalmente e historicamente raças existem sim e muitos se pode discutir sobre estes termos. Uma coisa muito contraditória é que escritores brancos sempre afirmaram que negros embutiram em si um complexo de inferioridade, e é dai que surgiram essas camisas, o poder negro, a cultura hip-hop, a black músic, enfim, o que só provou que negros afro-descendentes nunca tiveram esse tal complexo; mas são pessoas pardas e mestiças que buscam essa pseudobrancura.

    Curtir

  3. Mateus Henrique Pereira 10/09/2013 — 17:30

    Lembrando que o brasil a maioria não é negra, mas parda e mestiça. O branco ele sente a necessidade de sua autoafirmação quando ele percebe um ‘suposto valor histórico e cultural’ que está sendo perdida frente as outras ‘raças’. Dai surgi os grupos extremistas. Mas ele se envergonha, quando percebe que ‘sua raça’, a ‘branca’, ‘ariana’, foi a mais belicista da história humana. Quanto a este suposto ‘valor racial’ cada um tem o direito de conjecturar o que quiser de si. Mas esse ‘valor’ não mudará em nada sua realidade. Todos sofremos, todos sentimos fome, frio, temos sonhos, aspirações, desejos, que não são medidos por estes critérios, mas pela força de vontade e atitude.

    Curtir

  4. Para mim a raça mais belicista é os judeus, não todos, mas os judeus sionistas.

    Curtir

  5. as duas camisas são aceitas este tipo de racismo por escrito em uma camiseta esta nos olhos d quem vê, sou 100 por cento humano

    Curtir

  6. Sou branco e tenho muito orgulho disso

    Curtir

  7. eu sou branco e nao tenho nada haver o que aconteceus se teve escravo ou nao eu nao escravisei ninguem e quem fala que os brancos so escravisou negros tem que estuda mas historia.Os escravos que viam para o brasil era os proprios negros africanos que vendiamas pessoas de atribos rivais mais fraca e eu sou 100% porcento branco

    Curtir

  8. Concordo com todo o texto, descartando um único ponto: o “politicamente correto” é tão forte, tão impregnado na sociedade que você (e maioria das pessoas) se refere a pessoas de pele clara como brancas e de pele escura como negras. Negro é um termo usado por medo, medo de ser tachado como racista por falar preto. Ora, sou branco, branquelo, branquinho, mas meu amigo aqui do lado é negro. Somente negro. Preto é racismo, pretinho é racismo, as vezes até negro é racismo.
    A diferença entre eu branco e meu amigo preto não é a porr* da melanina, a diferença é o pensamento do fulano que julga a maneira com qual uma outra se refere a outra.
    Racismo não tá na pele, tá na cabeça. Na cabeça de quem faz separação. Seja por se sentir superior ou por tratar pessoas de cores diferentes de maneiras diferentes.

    Curtir

  9. Nunca via tanta abobrinha escrita num mesmo artigo. 100% negro pode, 100% branco não pq os brancos não precisam se assumir brancos??? Hãããn???!! E apenas 11% dos negros assumem que são negros??! Como assim?! Preconceito com eles próprios?? Para né!

    Curtir

  10. franciellen de sousa espinoso 30/04/2014 — 21:49

    legal

    Curtir

  11. Não existe preconceito contra branco? Procure se informar melhor. Nunca vi tanta asneira num único artigo.
    Eu sou loiro e, quando criança, morei um um lugar em que 90% dos moradores eram Negros ou pardos, e fui chamado de todos os apelidos imagináveis relacionados a cor branca, cheguei a quase apanhar na rua por ser branco. Porém cresci e me tornei um cidadão honesto, e livre de qualquer problema e respeito a tudo e a todos.
    Existe muita demagogia e falso moralismo por traz desse racismo contra os negros. Veja bem que não estou dizendo que não existam preconceitos, o preconceito existe, porém não dessa forma distorcida que está na mídia mostra. Existe preconceito contra brancos e negros, contra gordos e magros, contra altos e baixos, contra homens e contra mulheres.
    Sabe qual a maior forma de preconceito contra os negros atualmente? A “Cota” nas Faculdades! É um absurdo, se eu fosse negro me sentiria humilhado com essa Cota, ela trata os negros como inferiores intelectualmente, sob a desculpa de que “estudaram em escolas com qualidade de ensino inferior”. Que absurdo! Eu estudei em escolas públicas a vida toda, e nunca tive problema nenhum com isso. Colegas negros da época de escola, nunca precisaram de Cotas pra nada.
    O racismo está na cabeça das pessoas, querem acabar com o racismo? Façam como disse o ator Morgan Freeman: Parem de falar disso!

    Curtir

  12. Só falou merda… 100% negro tá errado e não tem argumento que sustente essa idéia. Existe sim racismo contra o branco. Moro na Bahia e já vivi isso na pele!

    Curtir

  13. Acabo de ler um artigo em que visivelmente se ouve(ou melhor, lê) a voz do branco. É notável a materialização do discurso dos brancos que preferem acreditar que quem libertou os negros escravizados foi uma branca e que autoafirmação é mimimi. Para um povo que foi brutalmente assassinado, explorado, humilhado, autoafirmação é muito necessaria em um pais em que somos a parte fraca, vulnerável. Empoderamento é importante sim.

    Curtir

  14. SERGIO BROGNA 27/10/2017 — 15:55

    Na verdade no conteudo da noticia existem varias distorsões, mas vou comentar apenas uma delas pois o tema do politicamente correto, é sobre raças, e certo ou errado. Alegar que apenas os negros sofreram 500 anos de escravidão é uma UTOPIA, pois a escravidão sempre existiu, e era escravidão branca, os povos conquistadores, como os Romanos sempre escravisaram os povos subjulgados, por mais de 5.000 anos, então 500 anos é apenas uma pequena fração. Não venham com histórias de mimimimi, para se fazer de vitimas, pois a escravidão branca é muito mais antiga que a escravidão negra. O povo sem cultura e sem memória.

    Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close