Caso Zimbábue: A ex mais produtiva agricultura da África destruída pelo racismo anti-branco



Zimbábue e sua política racista confisca terras dos Brancos

O presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, de 87 anos, anunciou que vai confiscar todas as terras em posse de fazendeiros brancos no país e distribuí-las a zimbabuanos negros. Num comunicado, disse que terminará o polêmico processo de reforma agrária iniciado em 2000, devolvendo as terras para “seus verdadeiros proprietários”, de acordo com o jornal oficial The Herald.

O que aconteceria se todos os fazendeiros brancos fossem expulsos?
Atualmente, existem pouco menos de 200 propriedades rurais em posse de brancos no Zimbábue. Desde 2000, mais de 4 mil fazendeiros perderam suas terras e tiveram que deixar o país. Foi a partir daí que se intensificou uma grave crise econômica e humanitária, com hiperinflação em desemprego em massa.

AIDS

Ex-colônia britânica, o Zimbábue tem uma das maiores taxas de infecção pelo vírus do HIV no mundo. Desde 2009, após eleições permeadas por acusações de fraude, Mugabe se viu forçado a governar junto a seu rival político, Morgan Tsvangirai, líder do Movimento para a Mudança Democrática, uma coalizão que promoveu certa estabilidade econômica ao Zimbábue a década de crise financeira.

Racismo

A proposta foi imediatamente repudiada pela União de Fazendeiros Comerciais (CFU, na sigla em inglês), liderada por proprietários de terra brancos. “Estão dizendo que, se você é branco, não é bem-vindo? Porque, se é assim, deveriam dizê-lo claramente”, disse o presidente da CFU, Charles Taffs, em entrevista por telefone à Agência Efe. ‘É um complô direto do Zanu-PF para minar a recuperação do Zimbábue’. Taffs destacou que o país enfrenta um dos piores déficits de milho dos últimos 100 anos.

Breve história da Rodésia

Anteriormente chamada de Rodésia, o Zimbábue era uma próspera colônia inglesa na África, até que nos anos 70, depois de uma cruel guerra civil contra os comunistas, a Rodésia se emancipou e numa eleição, o esquerdista Robert Mugabe tomou o poder, de onde nunca mais saiu até hoje.

 

 

Anúncios

4 comentários

  1. Não tenho muito conhecimento sobre essas paradas de fazendeiros e suas agriculturas, embora eu more num lugar que tenha muito disso para quem busca sustentar suas famílias e esteja desempregado, certo dia meu bisavô me disse que um descendente de japonês veio até sua casa em busca de informações sobre o coronel que tomava conta daquele povoado, ao dar uma olhada melhor ao seu redor um pouco antes de ir embora comentou com meu bisavô.
    – Vocês brasileiros são bem preguiçosos e acomodados…
    meu bisavô perguntou indignado por quê ele havia dito aquilo?
    e velho japonês dando um passo para o lado apontou para o seu quintal e disse:
    – olhe para isso, moram em cima de terras tão férteis, e não procuram fazer bom uso delas, vocês tem muito mato rasteiro e alto, mas mato não serve de alimento pra gente, a natureza foi muito caridosa com vocês, tudo que ela cobra é que plantem algo que venha a servi-lhe e colham os frutos de seu trabalho.

    Sinceramente não sei se os antigos donos dessas terras do Zimbábue estavam sabendo fazer bom uso delas para alimentar suas famílias e ajudando a manter a economia agropecuária em alta, mas se não for o caso, então só estarão prejudicando eles mesmos, ao pegar essas terras novamente para si e causar um forte desequilíbrio econômico que afetará ainda mais a vida de milhares de habitantes em seu país.

    Curtir

  2. Caro Wesley, obrigado pelo comentário. Vou resumir o que aconteceu com a Rodésia:

    1- O país era composto por 200 mil brancos de origem inglesa e 6 milhões de nativos.

    2- Com maior conhecimento e estudo, os brancos tornaram as terras do país num solo fértil para a agricultura.

    3- No final dos anos 60, a Rodésia declara independencia. Metade do parlamento era escolhido pelos brancos e a outra parte pelos nativos. Algo completamente desproporcional.

    4- Depois de muitas, muitas, muitas guerras com guerrilheiros comunistas que queriam um governo negro, Ian Smith, o primeiro-ministro branco da época, não teve saída e promulgou eleições onde todos tiveram o direito de votar.

    5- No ano de 1980 Robert Mugabe, comunista, ganha a eleição e passa a governar como um ditador, perseguindo todo e qualquer inimigo político.

    6- Os agricultores brancos, que Mugabe chamava de opressores, responsáveis pela maior parte do PIB do país, foram expulsos ( a maioria foi para a África do Sul). As terras dos brancos foram dadas aos nativos, que sem conhecimento e expertise, acabaram não conseguindo produzir o mesmo número de alimentos que os brancos antigamente apresentavam.

    7- O resultado foi que a produção de comida despencou, menos comida, mais gente, a inflação disparou, assim como o desemprego. É óbvio, nem todos os brancos foram expulsos, mas até hoje são perseguidos pelo governo. Hoje moram no Zimbábue 5000 fazendeiros, todos com medo de perder suas terras. O último episódio envolvendo a Rodésia foi o casamento do príncipe de Mônaco(Albert) com uma expatriada da Rodésia.

    8- O episódio no Zimbábue assustou tanto os brancos da África do Sul que praticamente foi um dos fatores que colaborou para o prolongamento do Apartheid. Os boers tinham medo que se dessem direito aos sulafricanos de cor votarem iriam acabar elegendo um presidente comunista que os expulsaria do país e os massacraria.

    9- Independente da cor da pele ou da origem, o que o comunista Mugabe fez é o que qualquer governo esquerdista faz, destrói latinfúndios produtivos (que são os responsáveis pela comida barata que chega na mesa do pobre) e colocam no lugar pequenos agricultores incapazes de conseguir financiamento e fazer grandes produções.

    10- Moral da história: não importa a cor da pele do sujeito, o importante é que ele esteja produzindo e ajudando o país a crescer.

    Abraços.

    Curtir

    • O País foi tomada por brancos invasores que colocaram a população nativa(negra) em situação deplorável e criaram um sistema racista e opressor, e após um legitimo nativo chutar a bunda deles, a vitima são os fazendeiros brancos a quem você lambe o saco ps: Mugabe esta longe de ser comunista

      Curtir

      • Cara você é muito racista. Por mais que os ingleses, franceses e portugueses tivessem colonizado a África os benefícios foram muito maiores que os prejuízos. Hoje eles vivem no século XXI, antes viviam no século XVI. Se fosse na Europa, Alemanha que nunca teve colônias e o governo tomasse essas atitudes, você concordaria? E se fosse na Hungria? Vc concordaria? Reflita. E para seu conhecimento, os negros da África vendiam escravos para os europeus. Não Foram os europeus que começaram a escravidão, mas foram os europeus que acabaram com a escravidão no mundo. O povo que foi escravizado por mais tempo foram os ucranianos por mais de 700 anos…Hoje no mundo há lugares para todos, menos para os brancos. O protocolo de Sião mostra com quem está o poder do mundo e eles estão perto de alcançar o objetivo de exterminar os europeus e seus descendentes do mundo… Éramos 30 por cento da população mundial, hoje somos apenas 7. Depois que exterminarem os brancos, em quem vão por a culpa? Nós e os japoneses sabemos a verdade sobre a segunda guerra. E é por isso que o Japão não permite imigração de muçulmanos e judeus. Estude sobre o Protocolo de Sião e a partir daí e com muito estudo você entenderá a verdadeira história do mundo.

        Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s