Mulher compra brinquedo Chinês e encontra carta de funcionário escravo pedindo socorro


Fonte: HuffinPost

Made in China

Em outubro de 2012, Julie Keith, [foto abaixo] uma mãe do Oregon (EUA), enregelou-se: num pacote para Halloween “made in China” que ela comprara na loja Kmart havia uma carta escondida meticulosamente. Grafada num inglês trêmulo, a mensagem [foto abaixo] falava de um cenário de horror. O autor estava preso num campo de trabalho forçado no norte da China, trabalhando 15 horas diárias durante toda a semana sob o látego de desapiedados guardas.

“Se você comprar este produto, por favor, mande esta carta para a Organização Mundial de Direitos Humanos” – leu Julie.“Milhares de pessoas na China, que sofrem a perseguição do Partido Comunista, ficar-lhe-ão gratas para sempre”.

Prisão

Entrementes, o autor – Zhang, 47 – conseguiu sair da fábrica-prisão. Como muitos outros ex-detentos, ele descreveu o universo carcerário socialista marcado por abusos estarrecedores, espancamentos frequentes e privação de sono de prisioneiros acorrentados semanas a fio em posições doloridas. A morte de colegas por suicídio ou doenças fazia parte do pão quotidiano.

Tortura

Corrobora-o Chen Shenchun, 55, que passou dois anos num desses campos: “Às vezes os guardas puxavam-me pelos cabelos, colavam na minha pele barras ligadas à eletricidade, até que o cheiro de carne queimada enchia a sala”, disse.

Religião

A maioria dos escravos-operários de Masanjia foi presa por causa de sua crença. Mas o regime os mistura com prostitutas, drogados e ativistas políticos. As violências se concentram naqueles que se recusam a renegar sua fé.

Obama

Nem os responsáveis do campo de concentração, nem a Sears Holdings, dona da loja Kmart, quiseram atender pedidos de entrevista. Julie repassou a carta para um órgão governamental americano, mas a administração Obama adota uma atitude de subserviência diante das práticas inumanas chinesas. Por exemplo, um funcionário disse que o esclarecimento deste caso levaria muito tempo. O que equivale mais ou menos dizer que ele nunca será esclarecido.

Como aconteceu com Zhang…

Da próxima vez que o leitor for comprar algum produto chinês, pense na tragédia que pode estar levando para sua casa.

7 comentários

  1. Nosso BRASIL nao e muito diferente em relaçao as torturas trabalhistas de outros paises, nos somos torturados e disimados financeiramente, que vemos nosso dinheiro ir pelo bolso dos corruptos, por tantos impostos, e POLITICOS sem escrupulos nao contente pelo que ganham, que nao e pouco, e ainda acha jeito de roubar os cofres publicos, isso sim e tortura…….

    Curtir

    • Mariana de Paula
      Td bem quanto a sua colocação indignada,mas,se fosse na china vc ja seria uma forte candidata a ir para esses campos.Se esses politicos corruptos estao nos roubando é pq a maioria optou por eles estarem lá,visto que o Brasil é um país democratico e as eleiçoes são por voto direto,o povo só tem o que merece,e a minoria que não concorda paga junto.
      Prova disso é a roubalheira presente e os politicos corruptos que sempre sao reeleitos, vai reclamar do que?:???

      Curtir

  2. Horrível saber que para mtos o consumo é satisfação, mas para que o mmo seja barato e acessível, há homens e mulheres a serem escravizados, é abominavel.

    Curtir

    • Tdos dizemos esse tipo de coisa,mas somos todos uns consumistas natos.Parece hj em deia nascemos para consumir.O q eu faço é nao comprar produtos piratas e chineses evito ao maximo,pq é praticamente impossivel.

      Curtir

  3. hauhauhauhau……kkkkkk……..
    Duvido muito um preso chinês da cidade Shenyang (Região Nordeste da China) sabe escrever em inglês!
    E outro detalhe que tenho certeza que esta carta é FAKE é a caligrafia, quando um chinês escrevendo inglês, espanhol ou português, as letras ficam mais quadradas como os caracteres chineses.
    Outra coisa, quando um chinês da China Comunista (China continental), ele escreve caracteres simplificados, porem, na carta, é de caracteres tradicionais!
    Eu tenho certeza isso, pois eu sou chinês de Hong Kong!

    Curtir

    • Ta nao vou discordar de vc,parece saber do que esta falando mas,vc sabe mesmo o se passa em seu país?podemos julgar verdadeiro ou falso ,uma situação dessas baseado nesse tipo de argumentação ?pelo o q eu entendi nesse tipo de lugar tem gente de todo tipo e se ele for uma pesssoa estudada,viajada,ninguem sabe.Eu acredito ate que me provem o contrario, o que eu acho muito dificil.

      Curtir

  4. Ok tbm concordo contigo, mas os países que querem crescer, eles precisam planejar e ter sacrifício (infelizmente custaram muito na população chinesa).
    Outro ponto, vamos pensar melhor, a China está usando escravo, no entanto, eles são pagos (porem remuneração baixa) e esses escravos são os próprios chineses.
    Na Europa e os EUA também usaram escravo, mas não são pagos e eram africanos e asiáticos, e este último é principalmente chinês, que fez a Ferrovia Transcontinental que fez os EUA cresceram muito, justamente são eles quem críticam mais a China em relação à escravidão.

    Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s