Uma pesquisa NBC News / Wall Street Journal divulgada logo após o veredicto de George Zimmerman mostrou que, enquanto a maioria dos americanos sentem que os seus concidadãos são julgados pelo seu caráter, os negros americanos sentiram fortemente que a raça foi um fator decisivo. 54% dos entrevistados sentiram que o caráter do acusado foi determinante, enquanto 45% consideraram a raça decisiva para o veredito.

Racial

Mas entre os negros norte-americanos, 79% sentiram que a raça foi a questão decisiva. Outra questão colocada é se as relações raciais no país estava melhor. 52% disseram que sim, mas esse resultado foi péssimo se comparado com janeiro 2009, quando 79% concordaram, com 2010, quando o valor era de 72% e, e com 2011, quando foi de 71%. Lonnie Bunch, o diretor do Museu Nacional de História Africana, disse arrogantemente em MSNBC terça-feira, “Não há dúvida de que a raça tem sido – e continua a ser – a questão mais importante que nos divide. ”

Fonte: Breitbart

Anúncios