Já é uma realidade

O primeiro lote de médicos cubanos já desembarcou no Brasil agitando a bandeira da Ilha comunista ao lado do Pavilhão Nacional. Pelo conteúdo das declarações que deram – a não ser que estejam blefando – é que são todos comunistas e defendem o regime tirânico de Fidel Castro, que há 53 anos domina cuba com mão de ferro e mantém prisioneiros políticos em masmorras em condições desumanas.

Anunciaram também que já realizaram essa mesma missão em outros países, o que significa que fazem parte de um esquema internacional. Clique AQUI para verificar as declarações desses semoventes vagabundos comunistas que enaltecem o regime terrorista dos irmãos Castro. As cenas são iguais às ocorridas na Venezuela, quando lá desembarcaram.

Venezuela
Esse mesmo programa de médicos cubanos foi adotado na Venezuela, pelo finado tiranete Hugo Chávez. Hoje há milhares desses agentes cubanos vestidos de médico na Venezuela. A invasão cubana na Venezuela começou com um programa similar ao que o governo do PT acaba de criar no Brasil. Posteriormente, agentes cubanos incorporaram-se em todas as instâncias estatais, inclusive nas Forças Armadas. Muitos prestam serviços de saúde mas na verdade funcionam como espiões a serviço de Cuba e do governo que os contrata.

Dinheiro do povo para Cuba
Como todos sabemos, todo médico cubano estuda 3 anos de marxismo. Logo, os 30 mil médicos foram para o interior da Venezuela, onde a figura do médico produz uma admiração nos populares, que acabando sendo doutrinados. Numa segunda fase, Cuba mandou outros tipos de profissionais, muitos ligados a indútria petrolífera e outros que trabalham no governo Venezuelano. É claro, parte do salário dos profissionais vai para Cuba.

Anúncios