Racismo contra Branco na África do Sul do Mandela – O que seu professor não conta pra você


Infelizmente a mídia não está noticiando a perseguição atroz a qual os brancos sulafricanos vem sofrendo no interior da África do Sul. A matança vem acontecendo e ninguém fala nada. Seja contra quem for, o genocídio deve ser denunciado e combatido. Toda a vida tem valor. http://www.midiasemmascara.org/mediawatch/noticiasfaltantes/comunismo/14312-o-genocidio-dos-brancos-sul-africanos.html

NÃO DEIXE QUE UM PROFESSOR COMUNISTA ADOTE SEU FILHO

By J Mare – 20/08/2013

The Afriforum civil rights organization has organized several successful protest against, what they call farm attacks. It is now common knowledge that Afrikaner farmers are disproportionately murdered by looting savages, as far afield as the European parliament and elsewhere.

Two years ago Flemish member of the European Parliament, #PhilipClaeys even confronted SA president Jacob Zuma (on official visit to the EU), about the horrific slaughter of Afrikaner farmers. Since then #Afriforum has stressed the importance of this very vulnerable group as food providers, but the government has refused to prioritize crimes against these Afrikaners.

Urban #Afrikaners however are suffering just as much at the hands of these vivious gangs as the following photo shows. On the left Afrikaner farmer #IsabelCoetzer, was attacked on her farm in Kiepersol district, on Sunday 19082013, and on the right on Monday 20082013 urban Afrikaner #AndreKruger sustained gruesome injuries inside…

Ver o post original 175 mais palavras

Anúncios

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s