Egito: o maior erro de Barack Obama


Golpe

Todo presidente americano fica marcado por algum erro que mancha sua reputação. Nixon teve o Watergate; Carter, o sequestro da embaixada no Irã; Reagan, o escândalo Irã-Contras; Clinton, o esperma na roupa de Monica Lewinski e Bush teve o Iraque. Obama tem se esforçado bastante para ter um erro principal, pois seu governo está repleto de escândalos que, se ocorressem com outro presidente, certamente levariam a um impeachment.

Vamos inumerar os principais

Fast & Furious: distribuição de armas para traficantes.

Solyndra: dinheiro do estímulo econômico para uma empresa falida.

Benghazy: inércia do presidente frente a morte de um embaixador.

IRS: perseguição do fisco a grupos conservadores.

Oriente Médio

Todos os escândalos acima mostraram como o governo Obama abraçou um estilo corrupto de governar, mas certamente ele não será lembrado por isso, nem pelo sua péssima reforma na saúde (obamacare), tampouco pelos 6 trilhões adquiridos de dívida nesses últimos anos. O principal legado de Obama será o Oriente Médio.

Ironicamente, Obama começou sua jornada na presidência fazendo um tour pela região, onde num histórico discurso na universidade do Cairo, prometera uma nova era de cooperação entre o EUA e a região.

Resumindo

Antes o Egito era governado por Mubarak, um ditador pró-EUA secular que respeitava cristãos e outras minorias. Quando os protestos contra ele começaram, Obama deixou de lado o maior aliado dos EUA e Israel na região. Como resultado, o Egito caiu nas mãos dos fundamentalistas da Irmandade Mulçumana. Menos de 2 anos depois desses acontecimentos, Morsi, o presidente eleito da Irmandade Mulçumana foi deposto num golpe militar apoiado pelo povo e agora o país caminha em direção de uma guerra civil entre apoiadores da irmandade mulçumana e apoiadores dos militares. Só hoje morreram mais de 200.

Só resta saber se tudo isso estava nos planos de Obama desde o princípio.

Anúncios

2 thoughts on “Egito: o maior erro de Barack Obama

  1. A situação do Oriente Médio é bem crítico…
    Quero destacar também o Sionismo, que vem exterminando os palestinos da região…
    Logo vai estourar uma guerra nesse local, e aí vamos ver até onde as potências mundiais podem se meter…

    Curtir

  2. Caro Alexandre, obrigado pelo comentário.

    1- Obama tem culpa porque os militares egípcios que estão comentendo essas chacinas são financiados por mais de 1 bilhão de dólares que vem do governo americano todo o ano. Caso ele tivesse algum senso de moralidade condicionaria esse repasse ao fim da violência.

    2- Nesse caso especificamente, Israel não tem muita importância. Também é bom não vilanizar demais o povo judeu. Caso não houvesse o sionismo bem provavelmente a Palestina seria mais uma republiqueta sub-desenvolvida como é o caso da Jordânia. Israel é a únia democracia real do O.M.

    Abraços.

    Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close