Esses nossos religiosos são uns frouxos mesmo. São agredidos e depois não revidam para posar de altruístas. Se o Feliciano tivesse culhões, não precisaria discutir com os gayzistas, pois uma briga poderia ser perigosa para os outros passageiros, mas que pelo menos que ele chamasse a polícia ou processasse a Azul. Ele preferiu deixar tudo por isso mesmo. No Brasil, os gayzistas que são os homens de verdade, pois desafiam a lei, a moral, a verdade, qualquer coisa para atingir seus objetivos. Já os nossos religiosos nada fazem a não ser ficar no lugar de acomodação deles. São os verdadeiros veados.

NÃO DEIXE QUE UM PROFESSOR COMUNISTA ADOTE SEU FILHO

1151001_498400966908823_293402939_n

Ver o post original