Teoria da Conspiração: Será que Marcelo Pesseghini é mesmo o culpado? 10 perguntas ainda sem resposta!


Canhoto

No jornal da Record do dia 08/08, mostrou-se o boletim de ocorrência, onde se destaca que o tiro fatal se localiza na lateral direita da têmpora de Marcelinho. Mas não era na esquerda? Inclusive destacando que o garoto era canhoto?

Policial pulando
Uma vizinha deixa claro que viu um policial pulando o muro 6 horas antes da notificação oficial da PM. Deixa-se claro também que tinha um Palio preto rondando o local. Durante meses havia pessoas na frente da casa dos Pesseghini passando informações sobre a cor do portão e horários. A própria câmera do Hamilton (jornal Cidade Alerta) foca um Palio Preto no local do crime. Há meses o casal estava sendo monitorado.

Fonte:http://noticias.r7.com/cidade-alerta/comandante-hamilton/familia-de-policiais-militares-e-assassinada-em-sao-paulo/ (O carro preto).

Bode espiatório
Porque culpar o garoto tão rapidamente se levarmos em consideração que a Cabo Andreia, mãe do menino, denunciou um esquema policial de roubo a bancos, onde levou a prisão de 18 policiais? O tio do garoto desmente tudo que a polícia apurou, inclusive falando ao Brasil Urgente: ‘ISSO FOI EXECUÇÃO PORQUE OS TRÊS ESTAVAM AJOELHADOS COM TIRO NA NUCA.’

Abuso
A frase no portão ‘ABUSO 157’ onde, no código penal, significa roubo, porém, no VIOLÊNCIA CONTRA POLICIAL SIGNIFICA ABUSO CONTRA SUPERIOR. Isto é, contra o superior do policial. As denúncias correto?

Arrombamento
Não houve arrombamento das portas. Será que não houve? A cena esta montada e manipulada.

Hipóteses
Se não houve arrombamento, levamos em consideração três hipóteses:
1-) A família conhecia o seu algoz e abriu a porta de livre e espontânea vontade.
2-) O algoz rendeu algum familiar e entrou.
3-) Como a casa tinha um portão, a porta frontal estava aberta.

Projéteis
Num primeiro momento, falou-se em quatro projéteis, após a cobertura da imprensa, passou-se a falar em apenas um projétil, de ponto40.

Comandante
O comandante da PM chegou ao local do crime antes mesmo da perícia. Isso já levanta dúvidas.
Disparos
Falou-se que a vizinha ouviu dois disparos e o barulho do carro saindo. Porém, dois disparos não matam quatro pessoas. O pai, o sargento Pesseghini, morreu 8 horas antes da mãe. A mãe estava em posição subjugada. Uma posição conhecida pelo caráter de execução.

Tio
Falou-se que o menino foi à escola. O tio do menino, via Cidade Alerta, esclarece que duas pessoas distintas o ligaram já na cena do crime, questionando a falta do Marcelinho na escola.
As roupas divergem das câmeras e do momento em que ele é encontrado morto. Se o menino tinha a intenção do suicídio porque trocar de roupa?

Escola
Levando em consideração que o menino tenha realmente ido á escola, tenho para mim que ele não gritou ou comunicou o fato por uma questão de sobrevivência e proteção aos familiares, afinal, o pai foi morto horas antes dos outros familiares. ‘Conte para alguém e eu mato o resto da sua família’.

Resquícios
CADÊ OS RESQUÍCIOS DE MASSA ENCEFÁLICA E SANGUE NAS MÃOS E NO GAROTO?

Luvas
Se ele estava de luvas como tinha cabelo da mãe nas mãos do menino? Será que, na hora em que ele chegou a casa, ele viu a mãe naquela situação e passou a mão na cabeça da mãe em sinal de tristeza e despedida? NÃO HAVIA SANGUE NAS PAREDES E NEM NO CHÃO.

Cena do crime
Porque ainda não se fez a perícia do trajeto da bala? A cena foi contaminada, mexida e claramente manipulada.

Recuo
O recuo de uma ponto 40 e tiros precisos… Isso não é possível. Um garoto dá tiros precisos numa arma pesada com um recuo forte, em seus familiares sem mostrar hesitação. Isso é, no mínimo, difícil.

Suicídio
Porque usar luvas (estas encontradas no dia seguinte do crime) se, você esta disposto a matar e fugir ou matar e se suicidar?

Depoimentos
O depoimento do melhor amigo foi claramente instruído. Quer dizer que, um garoto fala pro outro, diversas vezes a intenção de matar os pais no meio da noite, fugir, morar numa casa abandonada e ser matador de aluguel e, o mesmo não comunica absolutamente nada para os pais? Não mostra seu medo? Não conversa sobre isso com ninguém? Não fala nada que possa alertar as possíveis vítimas? Um depoimento um tanto cabível a situação não acham?

Carro
O garoto ficou 5 horas dentro do carro? Não fez nenhuma necessidade fisiologica? Onde o carro esta estacionado não garante que não tinha outra pessoa dentro do carro. Se a pessoa estudou o bairro antes de cometer o crime e montar a cena (sim, a cena, os corpos e o carro estão estranhamente montados) ela viu as posições das cameras e, onde o carro estava estacionado não mostra se alguém deixou o garoto dentro do carro e saiu, abaixado, sem ser filmado.

Câmera
O garoto estudava naquela escola há anos. Como ele não saberia que lá havia uma câmera, que filma tudo? Porque a escola não cede às filmagens internas para comprovar que o garoto realmente frequentou as aulas na segunda feira? Que escola particular hoje em dia não tem câmeras?

Digitais
Porque não foi recolhida as impressões digitais do carro? Pela lógica so poderá ter três impressões digitais: da mãe, do filho e do pai.

Crime impossível
Cinco pessoas foram mortas. Isso é um garoto sozinho, subjugou quatro pessoas. Enquanto ele atirou em um, os outros ficaram esperando. Ele atirou no pai (que foi o primeiro a morrer) e, 8 horas depois matou o resto da família. Que sonífero é esse que age por 8 horas? Isso não é um sonífero, é uma anestesia geral. E ainda sim, não age por 8 horas. Lembrando que, quando uma pessoa da um tiro na própria cabeça ou no próprio ouvido, a tendência clara é o corpo cair para o lado oposto, em torno de 35 cm a 50 cm da arma. Afinal o impulso do impacto do tiro faz a pessoa ir para o lado oposto do tiro. E não em cima da arma. E o corpo, em caso de suicidio, não estaria na posição em que foi encontrado.

Perguntas sem resposta

1-Foi montado uma força-tarefa para investigar a morte do MC DaLeste, onde o homicídio aconteceu em público, no meio do show do citado e, ainda sim não acharam o assassino e, em menos de 24 horas, sem resultado da perícia, concluíram que foi o Marcelinho? Porque tão rápido assim? Qual o interesse em solucionar o caso tão rapidamente?
2-Porque não houve a perícia psicológica do Marcelinho? Porque há tanta incoerência de informação?
3-Porque a cena do crime esta manipulada?
4-Porque não houve a preservação correta da cena?
5-Porque não houve o recolhimento das digitais no carro e nas armas?
6-Cadê os projéteis primeiramente encontrados?
7-Porque as luvas já que a intenção era ou fugir ou se matar?
8-Porque trocar de roupas?
9-Porque não colher resquícios de pólvora do volante do carro?
10-CADÊ O CELULAR DO MARCELO?

Fonte: Camila Abdo

Leia mais:

1-Menino mata a família “por causa” do jogo Assassin´s Creed

2-Testes não acharam pólvora na mão de Marcelo Eduardo, o estudante que teria matado a família motivado por um jogo

3- Será que o jovem Marcelo Pesseghini é mesmo um assassino?

4-SBT divulga fotos dos cadáveres da família Pesseguini ( cuidado: imagens fortes)

5-Um ano antes dos assassinatos, Marcelo Pesseghini publicou foto de caso de chacina em família no seu Facebook

6-Um ano antes dos assassinatos, Marcelo Pesseghini publicou foto de caso de chacina em família no seu Facebook

7-Rede Record exibe novas fotos dos cadáveres da família Pesseghini

8-Caso Pesseghini: legistas e peritos divergem sobre horários das mortes em chacina

9-Caso Pesseghini: legista do caso PC Farias diz que Marcelo Pesseghini não se matou

10-Polícia diz que hipótese de crime passional não está descartada no caso Pesseghini

Anúncios

17 comentários

  1. Pergunta sem resposta: Por que no computador da família tinham pesquisas na internet do tipo “como dopar pessoas?”

    Curtir

    • Isso não procede. Foi um boato veiculado pela Record e no mesmo dia desmentido pela Secretaria de Segurança Pública. De qualquer forma, divulgaram que a familia não estava dopada….

      Curtir

  2. Cadê achave do portão????? Pelo que u saiba apenas a chave do carro foi encontrada mas e a chave do portão? se o menino entrou e se trancou cadê a chave?

    Curtir

  3. Débil mental é quem acredita na versão da polícia pra um caso claro de execução. Delegado Itagiba; se aposente já que não tem coragem de agir como homem e dizer a verdade. Polícia Civil de São Paulo só serve pra extorquir banca de jogo do bicho e levar bola de donos de videopoquer.

    Curtir

    • Também acho! a história está cheia de furos, o pessoal engole essas afirmações do delegado e depoimentos de quinze dias depois que dizem que o garoto matou, conveniente não? se fosse verdade que ele confessou, era óbvio que os colegas iam correndo procurar a policia e não esperar quinze dias.
      E ninguém explica como o pai foi morto horas antes e pq justamente Andreia estava de joelhos com um tiro na nuca, sinal claríssimo de execução.
      Realmente tem gente cega e débil mental, a midia manipula facilmente.

      Mas a verdade um dia vai aparecer.

      Curtir

  4. Estou abobada com tanta falta de decência e incompetência vi uma reportagem em que um cidadão declara firmemente a culpa da criança apenas por ele se encontrar de tênis na cena do crime e seus pais de pijama,poxa vida,será que até agora este senhor, não sabia que a criança foi a escola depois voltou pra casa,tomara que quem matou seja forte o bastante para ser assombrado atordoado pelo resto da vida por todas estas almas,ou será que ele pensou que só a falha da justiça humana que prevalecerá!!!

    Curtir

  5. Vou flar o que penso, Os elementos entraram na casa provavelmente para queimar arquivos, renderam os pais e as tias avós, mataram as tias avós ou algum membro da família primeiro, obrigaram o garoto sob grave ameaça a ir pra escola dirigindo o carro dos pais, e a dizer algo aos professores. Com certeza os elementos disseram a ele caso ele não dissesse isto todos os outros morreriam. Pensando no que poderia ocorrer com os familiares e por amá los tanto o garoto fez o que realmente foi lhe imputado levando para si a culpa do ocorrido, após isto ao chegar em casa foi também assassinado .

    Curtir

  6. Tudo bem raciocinado no texto acima, mas não concordo com o que diz sobre a foto da cena do crime, porque pelo menos na foto não configura que os três foram mortos de joelhos, apenas a mãe…Também uma coisa que me intriga é que nos vídeos o garoto usa uma calça bem clara, mas na foto da cena do crime ele parece com uma calça bem escura, talvez preta e com listra lateral branca e aí????Seria muito bizarro que esse menino ao chegar, diante da cena de horror, fosse pro quarto, trocar de calça e voltar pra se matar??? Muito estranho!!!! Pessoalmente eu não creio que Marcelinho tenha cometido esses crimes e se o fez, não teria feito sozinho…

    Curtir

  7. Acredito que as imagens são claras e confirmam o óbvio e ululante, o pré-adolescente, deixa sua casa por volta das 1:10 h no próprio carro da mãe, e dirige 5 km até à escola que frequenta, deita o banco e dorme placidamente até às 6:20 h da segunda-feira quando vai pra escola e o resto todos já sabem. Vamos aguardar os exames periciais. Até aqui o pré-adolescente é o principal protagonista e muito provavelmente dopou toda a família antes da execução. Atirar com uma pistola .40 em uma pessoa dopada ou dormindo profundamente é muito fácil, especialmente para uma garoto de 13 anos que tinha acesso e talvez já atirado com o próprio pai.
    Se foi assim que tudo aconteceu, com certeza esse garoto já vinha surtando há algum tempo e ninguém da família percebia o que é muito comum. De qualquer forma, não é fácil aceitar a verdade. Talvez a motivação do crime nunca venha ser conhecida. A verdade virá com certeza. É só esperar! Trata-se de um crime complexo. Filho mata toda a família e comete suicídio!. Se não foi o filho foi um outro familiar ou gente próxima da família. Mas as evidencias mostram somente o filho como único suspeito. As imagens das câmeras são soberanas e não cabem divagações transloucadas. Uma imagem diz mais que mil palavras. É muito triste para a família ter que aceitar que um garoto amoroso que amava os pais e a família cometa tamanha loucura. Mas é bom lembrar que este não é o primeiro caso nem tampouco será o último. O fenômeno da repetição costuma acontecer quando um caso raro, como esse ocorre. Não é de admirar que caso idêntico venha ocorrer num mesmo país ou continente.

    Curtir

  8. né por nada não mas a teoria da conspiração tem graves falhas, pq o garoto se é mais obvio colocar a culpa no pai ou na mãe, tem varios casos que o pai de familia se mata depois de matar a familia. e o crime tem lapsos de logica se fosse cometido em plena vontade do garoto. pode parecer exagerado mas ele matou a familia e foi a escola num periodo de tempo muito curto e ainda de madrugada sendo palusível estar sob efeito de sonambulismo não seria a primeira vez que alguem mata em tais condilções

    Curtir

  9. Olá pessoal,
    vou escrever aqui algo um pouco controverso porém de analise profunda sobre este caso tão chocante e de difícil entendimento.

    Aprendi com a vida que um problema ou situações devem ser vistas com um olhar frio e distante do do foco principal, olha-se de fora para dentro a fim de obter respostas plausíveis para situações inexplicadas.

    Sobre esse caso em questão digo que se realmente foi o menino que fez isso fui levado a crer que:

    O menino foi ensinado por seu pai a atirar e dirigir sem que o resto de sua família soube-se pois a criança apresentava tendencias e comportamentos homossexuais os quais seu pai, policial da equipe tática do ROTA, homem viril e conceituado, não aprovava por vergonha . (deixo claro aqui que não tenho nenhum pré conceito sobre esse fato, até mesmo porque tenho pessoas próximas a mim das quais tenho grande respeito e carinho)

    Baseado nessa linha de pensamento digo que:

    Seu pai buscando reverter a situação, ensina seu filho coisas de homem como: atirar(baseado no interesse que o menino matinha por jogos de tiro) e dirigir.

    Proíbe sua afamilia de comentar sobre o fato com qualquer outra
    pessoa fora da família sobre o que está acontecendo pois ensinar uma criança tão nova a atirar merece explicação afinal olhe o que diz o Decreto 5.123 da Presidência da República:

    “Da Prática de Tiro Desportivo:

    § 2o A prática de tiro desportivo por menores de dezoito anos deverá ser autorizada judicialmente e deve restringir-se aos locais autorizados pelo Comando do Exército, utilizando arma da agremiação ou do responsável quando por este acompanhado.”

    “Marcelinho” pressionado por criticas e pela desaprovação do pai por sua conduta começa a criar um rancor por seu pai e por seus parentes próximos pois os mesmos não o defendem das agressões psicológicas a ele infligidas, já que seu pai era o chefe da família e seu desejo é uma ordem.

    A partir dai o menino começa a fazer pesquisas sobre seu plano na internet.

    “Marcelinho” nutria um sentimento de amor forte por seu amigo confidente, dai se dá o motivo pelo ele vai ao colégio no dia posterior para tentar chama-lo pela última vez e confidencia.

    Sei que é uma linha de raciocínio chocante, porem analisando friamente faz sentido e essa provavelmente foi uma das hipóteses criadas na tentativa de solucionar o caso, porem seria uma idéia muito polemica para um caso tão sensível.

    Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s