Recordar é viver: Bolsonaro briga com Maria do Rosário e ensina a todos como se comporta um petista


 

Considerações

1- O Bolsonaro estava na dele quando a petista resolveu se entrometer na conversa.

2- A petista resolveu defender bandido e o Bolsonaro respondeu a altura. Essa corja de bandidos do PT adora defender menor estuprador e assassino.

3- Mesmo sendo ela quem defende penas leves para menor estuprador, Maria do Rosário teve a coragem de chamar o Bolsonaro de estuprador.

4- Irônico, Bolsonaro respondeu dizendo que ela não merecia ser estuprada. Cabe aqui a minha discordância: a- nenhuma mulher merece ser estuprada; b- a ministra naquela época não era de se jogar fora.

5- Bolsonaro foi covarde ao empurrar a ministra. Não se pode ter esse tipo de comportamento contra uma mulher.

6- Desiquilibrada, a petista bradou:”Nenhuma mulher é vagabunda”. Mentira. Existem muitas mulheres que são vagabundas, assim como muito homens são vagabundos.

7- Reparem no segundo 0:47, como o segurança está sorrindo, achando toda aquela situação divertidíssima.

8- Depois de receber um leve empurrãozinho, a petista ficou fazendo um showzinho de como se tivesse sido violentamente agredida.

9- No final das contas a petista acabou chorando.

10- Esse é o comportamento do PT: agrida seu inimigo e quando ele revidar, vitimize-se.

 

Anúncios

5 comentários

  1. Ele não empurrou…. a manteve à distância no momento em que ela ameaçava dar uma bofetada. ( Te dou uma bofetada ) e ele ase defendendo ( Dá que te dou outra )…. Ele se defendeu e ela se fez de vitima – especialidade dela – ( mas o que é isso? ) Desequilibrada é ela. Defensora de marginais.

    Curtir

  2. Ele falar que não a estupraria por que ela não merece e não faz o tipo dele é ridículo! Quer dizer então que se fizesse o tipo dele e fosse bonita e talz ele a estupraria??? E me responde uma coisa… As mulheres merecem ser estupradas? É isso mesmo??? Acho isso um grande absurdo… E mais absurdo ainda são as pessoas que tem a coragem de dizer que ela se fez de vítima!

    Curtir

  3. Ele não a empurrou, a manteve a distância. Ela ia pra cima dar uma bofetada e ele evitou. Justo. Mas seria bem merecido. SIM!!! Quem quer respeito, que respeite a todos. Se quer direito igual de bater, tem que ter direito igual de apanhar por sua petulância e desrespeito.

    Não é pelo fato de ser mulher que pode sair agredindo e ofendendo a quem quer e ainda exigir respeito.

    Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s