É bom deixar claro que, pessoalmente, não me oponho a alguns direitos que acho justo que sejam concedidos aos LGBT´s( como o oficializar a união deles e a adoção). No entanto, podemos perceber que há um radicalismo muito forte nesse Plano Nacional. Bolsas de estudo para travestis? Policiais especializados na defesa de LGBT´s? Garantia de apoio psicológico a gays idosos (e não para idosos em geral)? Cotas para gays? Professores gays em classes de alfabetização de infantes? DESCONSTRUÇÃO DA HETERONORMATIVIDADE? Já não basta serem aceitos, querem que a heterossexualidade não seja considerada normal. Além de direitos, ainda querem privilégios.

NÃO DEIXE QUE UM PROFESSOR COMUNISTA ADOTE SEU FILHO

21450_283352718471901_100655082_n

Ver o post original