Pesquisa Datafolha 2013 sobre religião: evangélicos crescem e católicos diminuem


Católicos

Segundo o Datafolha, 57% dos brasileiros com mais de 16 anos se declaram católicos, patamar mais baixo da história. Em 2007, pesquisa era 64%. Em 1994, eram 75%.

Crentes

O 2º maior bloco religioso é o de pentecostais (membros de igrejas como a Assembleia de Deus), com 19%. Em seguida estão os não pentecostais (de igrejas tradicionais, como os metodistas e os batistas), com 9%.

Frequência aos cultos

A maioria dos evangélicos (63% dos pentecostais e 51% dos não pentecostais) diz frequentar cultos mais de 1 vez por semana, contra 17% dos católicos. Dos católicos, 28% afirmam ir uma vez por semana, enquanto 21% o fazem uma vez por mês.

Contribuição financeira

Dos católicos, 34% afirmam contribuir, contra cerca de 50% dos evangélicos. Quase 33% dos católicos diz não dar dinheiro algum para a Igreja, contra pouco mais de 10% dos evangélicos.

Média mensal

O valor da contribuição mensal média é de R$ 70 por mês para os evangélicos pentecostais, vai para quase R$ 86 no caso dos não pentecostais, mas é de apenas R$ 23 entre católicos. Detalhe: pentecotais são os que gastam a maior parte de sua renda, pois grande parte deles ganha menos de 2 salários.

Casamento gay
Só uma minoria dos católicos se diz contra a legalização da união entre pessoas do mesmo sexo (36%) e contra a adoção de crianças por casais homossexuais (42%), índices inferiores ao que pensa a média da população e muito abaixo do registrado entre evangélicos (em torno de 65% e 70%, respectivamente).

Aborto

Todas as igrejas cristãs pensam de forma muito parecida sobre o aborto: entre 65% a 70% dizem que a mulher que praticar aborto deve ser processada e presa.

Influência política

Somente 8% dos ouvidos pelo Datafolha declararam já ter escolhido candidatos apoiados por suas igrejas, índice que cai para 5% entre católicos e sobe para 18% entre evangélicos pentecostais. Do mesmo modo, só 11% dos católicos afirmam que a opinião dos líderes religiosos é importante pra votar (21% dos pentecostais têm essa opinião).

Clérigos políticos

25% dos católicos concorda com a ideia de que clérigos podem se candidatar, número que sobe para cerca de 40% entre evangélicos e é relativamente forte mesmo entre espíritas (26%).

Conclusão

Em 94 o Brasil tinha 85% de católicos e crentes; hoje, a soma continua sendo a mesma. Por mais que a secularização da nossa sociedade seja evidente, a religião cristã permanece sem abalo no Brasil mesmo depois de 20 anos de escândalos de pedofilia e corrupção envolvendo igrejas.

Petecas

Grupos pentecostais tendem a crescer ainda mais. Um fato interessante é que pentecostais (mesmo não seguindo a cartilha católica contra a camisinha) têm mais filhos. Isso por si só já é suficiente para apontar que pentecostais devem continuar crescendo. Já entre os tradicionais existem instituições que já começam a apresentar diminuição (presbiterianos e congregacionais).

Isca

O que essa pesquisa não mostrou foi o crescimento dos ateus e agnósticos na sociedade brasileira, senão numericamente, na cultura. Nossa mídia e nossas universidades nunca estiverão tão cheias de irreligiosos. São esses os verdadeiros formadores de opinião que indicarão as normas éticas para as futuras gerações.

Anúncios

9 comentários

  1. na minha adolescencia ja questionava a existencia de Deus com 13 anos. Depois disso veio a certeza de que ele é apenas uma forma que os espertalhões usam para convencer as pessoas a fazer e aceitar as politicas e esperar por um milagre que nao existe , sustentando assim a ganancia de quem acredita conseguir dinheiro facil.

    Curtir

    • Só acredito na ciência, na celula tronco, na tecnologia e na cura de qualquer doença com o poder da nossa mente sendo otimista e rindo de nos mesmos. Sou atéia e acredito em mim.

      Curtir

      • “Só acredito na ciência, na celula tronco, na tecnologia e na cura de qualquer doença com o poder da nossa mente sendo otimista e rindo de nos mesmos. Sou atéia e acredito em mim…”
        KKKKKK, nunca li tanta tolice em tão pouco espaço KKKKK…, então você acredita na cura de todas as doenças pelo poder da mente, então vá nos hospitais de doenças incuráveis, onde tem pacientes terminais e exerça essa sua”peculiaridade” lá fia.
        Bom, foi mal a brincadeiriinha rss…, Deus te ama e tem um propósito em sua vida, eu já pensei como você também.

        Curtir

      • olha segundo a paleontologia,o darwinismo não é comprovável.Paleontologia é aquela ciência que estuda a origem das espécies a partir de seus fósseis,isto é,seus restos mortais.A ciência diz que e impossível um ser humano ter vindo do macaco sabia? A ciência fortalece o relato da criação,veja só:(A cosmologia descobriu que a luz existiu antes do sol. É a chamada luz cósmica.Isso comprova Gênesis 1.3,16) A química descobriu que o ser humano tem em sua constituição 15 elementos,os mesmos que se encontram no solo.Isso comprova Gênesis 2.7, que diz que Deus criou o homem do pó da terra.) Como você pode ver a ciência apoia a existência de Deus. A bíblia diz que dizer que Deus não existe e uma das coisas mais tolas que o ser humano pode fazer(salmos 53.1).Desde a sua origem,a teoria da evolução esteve impulsionada mais pelo desejo de ajudar o ateísmo com fundamento científico do que pelo desejo de encontrar a origem das espécies. O cientista que é evolucionista está atropelando todos os parâmetros científicos que tanto prega para tentar justificar argumentos filosóficos que a própria Ciência já desmentiu.

        Curtir

    • Obrigado pelo comentário Everilda, também passei pelo mesmo conflito na adolescência, só que no meu caso o final foi o contrário. Creio que já tive todas as provas para crer que existe um ser que tem um propósito na minha vida.Já foram tantas as coincidência que seria muita ingenuidade da minha parte voltar a duvidar.

      Ainda assim, respeito a decisão daqueles que não creem. Todos tem direito de crer no que quiserem. Além do mais, cada um tem sua história.

      Abraços.

      Curtir

  2. Do jeito que as coisas vão, a tendência é a religião católica diminuir cada vez mais e as Evangélicas em geral crescerem. Os motivos a maioria já sabe.
    O primeiro e mais sagrado dos mandamentos deixados por Deus é: Eu sou o Senhor teu Deus, não terás outros deuses diante de mim. Portanto, oremos somente a ele e não façamos imagem de coisa alguma para adorar, adoremos e oremos “somente a Ele”.
    Só Jesus é o nosso “único e suficiente Salvador”, e também o “único intercessor entre Deus e o homem!!” (1 Timóteo 2, 5) Somente Ele pode levar nossas orações a Deus.

    As bênçãos de Deus a todos nós!!

    Curtir

  3. Resposta ao Junior Alan

    A IGREJA fundada por Jesus Cristo ou uma das 50.000 igrejas divergentes entre si ?

    Foi só uma pesquisa anunciar que os “evangélicos” estão em marcha crescente que os filhos de Lutero se arvoraram em comemorar o crescimento de sua religião “una”. Sites e mais sites enaltecem a subida vertiginosa das religiões e igrejas ditas evangélicas.
    Entretanto, alguns fatos passaram desapercebidos:

    a) O crescimento evangélico já foi maior nos primeiros anos da década pesquisada;

    b) O número de evangélicos que se declara como “sem igreja” já soma mais de 6 milhões de pessoas e continua crescendo.

    c) Todo mundo já ouviu de algum pregador protestante a famosa expressão: “Nós o povo de DEUS representamos 30% da população brasileira.”…

    Primeiro que não são 30%. São 22% , sendo que 6.000.000, aproximadamente, integram o grupo dos “sem igreja” e neste caso os 22% representam mais ou menos apenas 19%. De 30% anunciados pelos pregadores televisivos para 19% existe uma diferença bem grande.

    Segundo, tais pregadores que falam do “Povo de DEUS” não possuem condições de avaliar o que cada crente em cada denominação crê e pratica.

    Se já é difícil a um pregador de São Paulo conhecer a fé de cada um dos seus súditos, o que se dirá da fé e cristianismo praticados em uma denominação em Roraima ou da fé e cristianismo de um crente em Goiânia!

    Terceiro, neste suposto “Povo de DEUS” estão incluídos aqueles que são acusados de heresias por outros pregadores.

    Sim. Não há um pregador que não acuse outros pregadores de heresias e não há um pregador que não tenha sido chamado de herege por outros pregadores protestantes.

    No entanto, quando surgem as estatísticas, como em um passe de mágica, todos voltam a ser “Povo de DEUS”, “Raça Eleita” e “Irmãos em Cristo.”
    Como isto é possível, a não ser pelo fato de que o protestante crê na salvação pelo rótulo ?

    Ora, entre os 22% de evangélicos espalhados pelo país estão aqueles que pertencem à denominação cujo líder é favorável ao aborto.

    Encontram-se dentro deste percentual também aqueles que diziam que o papa João Paulo II era a besta do apocalipse. Erraram feio, mas ainda que sejam falsos profetas continuam sendo respeitados e tem gente parando para escutar o que esses falsos “ungidos” pregam!

    Dentro desse percentual encontram-se ainda aqueles que integram a denominação que defende a heresia de Ário.
    Encontram-se ainda os praticantes do evangelho judaizante, os defensores do casamento entre pessoas do mesmo sexo, os defensores do divórcio e aqueles que pregam a teologia da prosperidade…

    A estes grupos acrescentamos os “sem Igreja”, os defensores da “teologia da determinação” e aqueles que praticam unção do cachorro, unção da vassoura, unção do helicóptero, unção do zoológico e unção da galinha, entre tantos outros grupos.

    Que unidade evangélica é essa desse suposto “povo de Deus”?

    Estariam todos “salvos”, sendo tão divergentes entre si?

    Nestes 22% que se autodenominam “Povo de DEUS” estão aqueles que disseram que 99% dos cantores evangélicos estão endemoniados. E curiosamente encontram-se também nos mesmos 22% os ditos endemoniados que, negando a acusação, dizem que seus algozes estão desesperados com a fuga de fiéis.

    Incrível ! Só no protestantismo tal ocorrência é possível. Integram o grupo dos “salvos” os acusados de terem demônios e seus acusadores. E todos se reconhecem como “irmãos em Cristo”.

    Vamos considerar a máxima: Se todos estão salvos, o que lhes favorece tal condição mesmo que sejam divergentes entre si e mesmo que uns acusem outros de heresias ?

    A primeira coisa a considerarmos é que se todos acusam alguém no meio como hereges e todos são chamados de hereges em algum momento, podemos afirmar categoricamente que para o protestante heresia protestante não condena ninguém ao inferno.

    É incompatível alguém chamar outro de herege e ao mesmo tempo os dois juntos integrarem um mesmo “Povo de DEUS”.
    Mas é assim que funciona o protestantismo.

    Assim sendo, se por um lado admitem que heresia protestante não condena ninguém ao inferno, o que efetivamente leva o protestante para o céu ?

    1)Estão todos salvos pelo fato de que todos “aceitaram” Jesus em um templo protestante ?
    Então o protestante é salvo pelos próprios méritos. Ele teve a inteligência de escolher uma denominação protestante para seguir e teve a sabedoria de “aceitar” Jesus.

    2)Estão todos salvos por que desfilam com os rótulos protestante ou evangélico ?
    Então ao contrário do que dizem que placa de igreja não salva, já não é a fé ou o cristianismo que se pratica, mas apenas o rótulo. Pouco importa seguir ou não a Jesus e seu evangelho, mas apenas receber as marcas protestante ou evangélico.

    3)Estão todos salvos por que possuem em comum como inimiga a Igreja Católica ?
    Então o que é o protestantismo a não ser a doutrina que prega o anti catolicismo ?

    Temos ainda no meio protestante quem goste da transferência de unção. Já tem doutrinador negando que Jesus Cristo é DEUS, mas apenas uma criação deste mesmo DEUS. Outros tantos praticam a doutrina que determina a vitória em nome de Jesus. Outros professam um Jesus patrocinador e adepto de dízimos no débito automático.
    Tem até Jesus operador de TV a cabo. Que horror!

    As opções são muitas no protestantismo. O que não falta ao protestante é criatividade. Tem “Jesus” para todos os gostos.

    Há também aqueles que praticam quebras de maldições e descarrego.
    Temos ainda a unção da lama ou do chifre. Temos Jesus protestante adepto de fogueiras santas e desafios financeiros
    Tem unção do helicóptero e benção do aeroporto !
    Tem teologia da regressão ao útero materno. Diz o protestante: “Deve ser tremendoooooo”
    Tem quem determina sua vitória e faça exigências a DEUS para que suas “necessidades” sejam atendidas.

    Tem até quem defenda que se deve tomar posição diante de DEUS.
    Não foi isto que Judas fez ? Não foi ele que tomou posição diante do DEUS vivo ?

    Tem quem diz que DEUS irá restituir tudo que lhe foi tomado.
    Tomado por quem ? DEUS está obrigado a restituir ? Será que ele já não nos deu o bastante ?

    Tem pregador com cobra enrolada no pescoço e tem quem batize em parque de diversões.
    Tem quem promova lutas para atrair público. Eu pensava que Jesus Cristo já era motivo mais do que suficiente para atrair as pessoas.

    E todos são “irmãos em Cristo”, todos engrossam o “Povo de DEUS”, todos aparecem nas estatísticas como 22% da população brasileira e todos, sem exceção, vibram com a possibilidade de chegarem aos 50% em 2040.

    Em outras palavras, no meio protestante quem não pratica tais doutrinas se faz cúmplice de tais obras quando assume a condição de religião única evangélica ou quando se declara “irmão em Cristo” de um daqueles.

    Todos os protestantes creem da mesma forma ? Definitivamente não.

    Os protestantes são parecidos no que eles costumam definir como “doutrina básica” ?

    Não. Existem doutrinas muito divergentes. E nem Jesus ou a Bíblia ensinam que as doutrinas poderiam divergir e que “tanto faz” isso ou aquilo.

    Seguramente, podemos afirmar que Jesus Cristo não tem opiniões distintas para um mesmo tema. Ele é firme. Ele é a verdade e não meia verdade. Ele é o mesmo ontem, hoje e eternamente.

    Portanto, repudiamos as doutrinas que defendem um Jesus Cristo do tanto faz. Tanto faz se tem batismo ou não. Tanto faz se aceita ou não o divórcio. “O importante é a fé”. “Não importa a denominação.” “Olha para Jesus.”

    “Uma só fé”, disse S. Paulo. Significa que todos devem crer nas mesmas verdades. Tal não ocorre no protestantismo.

    “Um só batismo”, disse S. Paulo. No protestantismo tem quem não batize, tem quem batize muito diferente um do outro e tem que não aceita batismo de outra igreja.

    “Um só Senhor”, disse S. Paulo. É no protestantismo que tem gente negando o Senhor.

    Um só DEUS. No protestantismo cada denominação ou cada cabeça cria seu próprio “deus” moldado conforme as necessidades pessoais.

    Onde são vistas as heresias que acima evidenciamos ? No protestantismo ou no catolicismo ?

    E agora ? Uma só Igreja ou 50.000 divergentes entre si ?

    Somadas as milhares de seitas, estas juntas alcançam a 1/3 do número de católicos.
    Foram necessárias 50.000 igrejas diferentes se unirem contra apenas uma para alcançarem menos de 20% da população brasileira.

    E o que têm todas essas seitas divergentes em comum ? Aversão pela Igreja Católica.

    Que ninguém se engane. Esta igreja não atravessou dois milênios para nada.

    Esta Igreja assistiu a derrota do Império Romano. Assistiu a derrota dos nazistas e a derrocada dos comunistas no mundo inteiro.
    Esta Igreja viu Napoleão e seu grande exército desaparecerem.
    Esta Igreja continuará oferecendo até o fim dos tempos o sacrifício perfeito do qual falaram os profetas no Antigo Testamento.

    Com toda certeza podemos dizer:

    1) “PESQUISA DO IBGE, ESTATÍSTICA E RÓTULO DE POVO DE DEUS NÃO SALVAM NINGUÉM.”

    2) “E as portas do inferno não prevalecerão contra minha Igreja”

    Mateus 16:
    (15) Disse-lhes Jesus: E vós quem dizeis que eu sou?
    (16) Simão Pedro respondeu: Tu és o Cristo, o Filho de Deus vivo!
    (17) Jesus então lhe disse: Feliz és, Simão, filho de Jonas, porque não foi a carne nem o sangue que te revelou isto, mas meu Pai que está nos céus.
    (18) E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja, as portas do inferno não prevalecerão contra ela.
    (19) Eu te darei as chaves do Reino dos céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus.
    Autor: A. Silva / Com a colaboração de V.De Carvalho e Claudio Maria – Livre divulgação mencionando-se os autores

    Curtir

  4. Querida Dani, já que gosta de escrever, imagino que goste de ler…. então vamos lá: 1º quanto a fala de Jesus para pedro, se Jesus nomeou PEDRO como a pedra, porque Pedro chama Cristo em I Pedro 2;04 de pedra???? (ele deveria dizer que ele (pedro) era a pedra. Logo, Jesus, que não era contraditório, estava dizendo: Tu é pedro (e sobre essa pedra (ele mesmo), construirei a minha igreja). Outra coisa, leia Daniel 7:25 onde Daniel profetiza que seria mudado os tempos e a lei, e leia a história do mundo (nos livros escolares mesmo) e irá descobrir que a igreja católica mudou o dia da guarda de Deus (sábado) para o domingo (dia do Deus sol, perceba que o domingo na Língua inglesa não é chamado por mera coincidência de SUN= SOL ),o dia do sol era o dia de guarda para os pagãos, como também mudaria o tempo (o nosso calendário segundo a história foi feita por Gregório). E por último, uma igreja verdadeira não pode desfalar o que Cristo diz, e Cristo diz que ele é o CAMINHO, e que tudo o que for pedir é para pedir em nome dele (leia João 14:13), você acha que se fosse para pedir para Maria, o próprio Cristo não faria questão de dizer isso???? (ele amava a mãe dele e ia fazer questão de nomea-la como nossa intermediadora, concorda?????). Outra coisa, Paulo também é claro em dizer, que há apenas UM INTERMEDIADOR que é Cristo (está em I Timóteo 2:05), mais uma vez Maria não aparece como intermediadora, assim quem é um homem mortal e pecador para faze-la intermediadora, e tornar a biblia mentirosa e fraudulenta?????? Bem, a esses Jesus fez questão de deixar um aviso: PODE-SE PASSAR O CÉU E A TERRA, MAS NENHUM TIL SERA TIRADO DA LEI, (Mateus 5;18). E viva o ILUMINSIMO, AS LUZES…., abaixo a idade média e suas DETURPAÇÕES!!!!

    Curtir

  5. discordo de pessoas que foram chamados para a palavras de DEUS,e depois infiltra na carreira politica , acabando e corrompendo a sua dignidade humana as vezes perdendo ate suas propria salvaçao

    Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s