Parte 1: 10 motivos para ser a favor da Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro (JMJ 2013)


10 motivos para ser a favor da Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro

1- Lucro & cultura

A JMJ é um importante evento internacional que trará milhões de reais para a cidade do Rio de Janeiro devido ao turismo. Segundo o jornal espanhol La Razón, a JMJ em Madrid não custou nada aos bolsos do contribuinte e ainda trouxe 100 milhões de euros de benefícios para a cidade.

Um relatório divulgado pela organização da JMJ de Madri, mostrou um impacto de aproximadamente R$ 920 milhões . O estudo, realizado pela PwC, apontou que os gastos feitos por estrangeiros em Madri foram de 147 milhões.

Indicativos históricos mostram que os peregrinos permanecem no país de 4 a 6 dias a mais. Assim, ao visitarem a cidade, entram em contato com a cultura e seu interesse em retornar ao país de novo aumenta. Logo, sediar um evento desta magnitude é um positivo para  empresas,  restaurantes, hotéis, e etc. Na Espanha, o impacto econômico da JMJ foi de 5 mil postos de trabalho.

2- Chefe de Estado

Os gastos com a proteção do Papa não ferem a laicidade do Estado, pois além de ser chefe religioso, é chefe de Estado do Vaticano.

3- Preparação

O evento é uma importantíssima preparação para o Rio, que em breve sediará Copa e Olímpiadas. Na JMJ poderemos ver se principalmente o setor hoteleiro da cidade está preparado para receber uma grande quantidade de turistas ao mesmo tempo.

4- Incentivo à paz 

O evento é uma concentração pacífica e ordeira de pessoas que, na contramão de todas as tendência, irão pregar a paz e a tolerância entre a s nações. Em relação aos outros grandes eventos, esse é o que certamente é o que trará menos turismo sexual, brigas, consumo de drogas, mortes e etc.

5- Estado laico

O JMJ não viola a laicidade do Estado. Se violasse, outros países muito mais progressistas que o Brasil (Espanha, Austrália, Alemanha,etc) não teriam sediado o evento. De fato, o Estado brasileiro não parece ser laico, mas sim anti-cristão. Digo isso porque o dinheiro público é gasto para promover, realizar e divulgar as “passeatas LGBT`s”, “Carnaval”, “Viradas culturais”; todos esses eventos que promovem valores, comportamentos e crenças engajadamente contrários aos valores da maioria dos nossos contribuintes, que são cristãos. 

6- Custo

O custo da JMJ é muito menor que o custo o que o Estado gasta com Carnaval, das “Viradas Culturais”, das “Passeatas Heterofóbicas”, da “Festa da Virada” e outros tantos eventos marcados por mazelas, consumo de drogas e criminalidade. A razão pela qual esses eventos não recebem críticas e a JMJ é atacada duramente é porque parte dos dois grupos emergentes do nosso país (crentes e ateus/agnósticos) não veem com bons olhos a visita do Papa no Brasil.

7- Investimento

No Brasil, gastar dinheiro público com festas promíscuas como o Carnaval é considerado cultura, mas promover um evento que celebra a confraternização e a fé é considerável um pecado imperdoável. O evento não somente promove retorno financeiro como também promove a divulgação de valores que são benéficos para toda a sociedade. Sendo assim, os gastos com o transporte e  segurança e a isenção de impostos para as patrocinadoras do evento estão justificados.

Abaixo reproduzo três pontos importantes extraídos do site humanitates sobre as mentiras da mídia manipuladora:

8. O blog do senhor Paulo Lopes, veiculando reportagem da Folha de São Paulo, afirma que 25 milhões de reais serão gastos com transporte dos peregrinos, durante a JMJ.

Resposta: Falso! A reportagem do jornal fala de doação do governo que ainda não foi realizada, nem se sabe se será. Toda a verba pública alocada na JMJ até hoje trata dos 5 milhões, alocados para segurança, transporte e logística, realizada por meio de solicitação pública, para um Chefe de Estado. Muito menos que o dinheiro gasto para o Carnaval do Rio de Janeiro, em 2013 (cerca de 35 milhões), ou Virada Cultural paulista (cerca de 10 milhões).

9. No mesmo artigo, o senhor Paulo diz que a participação do governo municipal e estadual está vedada, por causa do suposto caráter laical do estado brasileiro.

Resposta: Falso! Os governos citados estão relacionados como parceiros porque o Papa Francisco é um diplomata! Ele é o Chefe de Estado de um país livre e com governo reconhecido. Se qualquer líder de uma nação vir à cidade, ele deverá contar com o apoio das autoridades, em nível municipal, estadual e federal, segundo a solicitação da organização.

10. O blog protestante Gospel + faz coro ao blog ateísta Paulo Lopes e critica a JMJ, dizendo que o evento gastará 118 milhões dos cofres públicos.

Resposta: Falso! O articulista, o senhor Tiago Chagas, usa como fonte do seu artigo informações do Globo, mas sem dar a fonte, que é esta. No artigo de O Globo podemos ler que grande parte do dinheiro é destinado à ações de segurança. Além disso, a própria articulista do jornal avisa que em Madrid o retorno financeiro da JMJ foi de 200%.

2 comentários

  1. Estou intrigado.
    Se a fé das pessoas é divina, porque se reunir igual humanos, não basta cada uma em seu lugar rezando telepaticamente com seus amigo, tem que envolver toda a sociedade neste pudor proselitista irracional?

    Curtir

    • Prezado Michel,

      Sua argumentação apesar de fazer todo o sentido dentro da sua cabeça denuncia que você não possui uma boa percepção do que viria a ser uma religião organizada ou um culto. No caso em questão existem algumas respostas diferentes para a sua pergunta, que nem vou citá-las pois, pelo visto, você poderia não entendê-las.

      A mais simples de todas elas é que no caso a JMJ é um evento católico e o chefe da religião cristã, o Jesus, disse que onde um ou mais se unissem em nome dele ali ele estaria. Tal orientação se sustentaria no princípio da sinergia, onde forças separadas somadas produziriam uma força significante mente maior.

      Quanto à racionalidade, o cristianismo prega o proselitismo e o culto racional. Nem tudo que é racional pra uma pessoa é necessariamente racional para outra. Daí a sua percepção.

      Abraços.

      Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s