10 coisas que nunca vi o ateísmo fazer


O texto abaixo não tem a finalidade de ofender ateus. Eu até gostaria de salientar que a descrença em deus é algo legítimo e que deve ser respeitada, uma vez que ninguém deve ter sua consciência violada a ponto de ser forçado a crer em algo que não consegue conceber. Escrevi esse texto depois que recebi um comentário de um militante ateísta dizendo que quem cria em deus tinha um câncer no cêrebro.

10 coisas que nunca vi o ateísmo fazer

1- Nunca vi ninguém perdoar alguém porque virou ateu, mas já vi pessoas perdoarem os outros por causa de suas religiões.

2- Nunca vi a crença de que deus não existi consolar a dor de uma mãe que acabou de perder o seu filho.

3- Nunca vi um ateu ter medo de fazer algo errado por receio de prestar contas de seus atos no pós-vida.

4- Nunca vi um pai largar a amante e voltar para a sua família porque se converteu ao ateísmo.

5- Nunca vi uma pessoa dizer que largou as drogras (maconha, cocaína, crack, etc) porque conheceu o ateísmo.

6- Nunca vi grupos de ateus pregarem o ateísmo em presídios. Porém, estou cansado de ver o trabalho de religiões na ressocialização de presos.

7- Nunca vi grupos de ateus pregarem o ateísmo em hospitais. No entanto, quando estava internado, cansei de ver religiosos tentando oferecer conforto a doentes abandonados pelas suas famílias.

8- Nunca vi nenhum orfanato financiado só por ateus, mas conheço vários orfanatos católicos, crentes, espíritas, etc.

9- Nunca vi uma mulher estuprada perdoar o pai estuprador por causa que se converteu ao ateísmo. Felizmente, já conheci uma que conseguiu fazer isso através de uma conversão religiosa.

10- Nunca vi o ateísmo dar esperança a uma pessoa miserável de que existe algo melhor para ela depois da morte.

 

Anúncios

23 thoughts on “10 coisas que nunca vi o ateísmo fazer

  1. E eu nunca vi tanta besteira escrita em um só texto.. muito preconceito de sua parte..Se vc viu algum ateu falando besteira, não tire os demais pela atitude errada de apenas 1… bastou ler o primeiro item p saber q vinha muita bobagem pela frente

    Curtir

  2. Como ateu, deixe-me comentar seu post:

    1 – Realmente ninguém perdoa outra pessoa simplesmente por ser ateu. E, acredito eu, que se o perdão é oferecido simplesmente porque uma religião ordena que se perdoe, é questionável se ele é realmente valoroso e dado de coração. Acho que se deve perdoar os outros quando se acha que a atitude tomada por ele e que causou mal foi justificável sob sua ótica, se a pessoa se arrependeu do que fez e aprendeu a lição, e se a mágoa que você tinha por ela já pôde ser superada por outros sentimentos. E se for necessário também – caso você ainda queira manter uma relação com a pessoa, por exemplo. E isso pode ser feito tanto por ateus como por crentes. Não vejo porque o simples fato de se perdoar alguém por perdoar seria necessariamente uma coisa boa;

    2 – Em primeiro lugar, não existe crença em um deus que não existe. Se a pessoa acha que ele não existe, já não crê nele, ué. Ademais, muitas vezes o fato de se crer em Deus também não consola uma mãe ou um pai que perderam o filho. Não deve existir dor maior para um pai do que perder seu filho, e às vezes nem mesmo a crença fabulosa de que ele está em um local melhor é capaz de diminuir essa dor. Além disso, o simples fato de uma crença consolar alguém não significa que ela seja verdadeira. Tudo bem, digamos que o pai ou a mãe se sintam consolados por achar que seu filho está em um local melhor… qual a relevância disso para a veracidade do que é afirmado? Independente de ser consolador ou não, ateus não acreditam nisso simplesmente porque não há evidências de que seja verdadeiro;

    3 – Realmente, ateus não têm medo de tomar uma atitude errada pelo que ela vai causar em outra vida. Eles têm medo de tomar uma atitude errada pelo que ela vai causar nessa vida. É uma questão de lógica. Uma suposta vida após a morte ninguém tem como provar que é real, ao passo que essa vida de agora é uma certeza. Então o que fazemos aqui e agora e suas consequências devem ser muito mais relevantes do que supostamente virá depois;

    4, 5 e 9 – Atitudes supostamente boas, como as citadas nesses itens, que são tomadas após a conversão para uma religião, normalmente são tomadas por temor à entidade divina em que se acredita, ou por medo de um castigo após a morte, ou por esperar alguma recompensa por bom comportamento. Em nenhum desses casos a pessoa está sendo boa por uma legítima mudança de caráter ou porque chegou por conta própria à conclusão de que era melhor ser bom, e sim porque outra pessoa falou para ele como agir, ou como deus gostaria que ele agisse. Há de se questionar se a moral de uma pessoa que age por essa motivação esta realmente mudada, se ela refletiu sobre seus erros passados, a influência que eles tiveram sobre seus familiares e as probabilidades de se cometê-los novamente. Agora, se ele pensou em todas essas coisas e tiver chegado sozinho à conclusão de que era melhor agir bem, isso poderia ter sido feito independente de sua conversão ou não. Eu também nunca vi isso na prática, um ateu ter uma mudança de comportamento como essa, mas convenhamos que o número de religiosos em nossa sociedade é muito maior que o de ateus, portanto é muito mais fácil vermos um religioso em qualquer situação, seja ela positiva ou negativa. Tente, por exemplo, inverter a situação: quantos ateus você já viu se drogando ou fugindo com a amante? Além disso, há também muitos exemplos e pessoas que se convertem a uma religião e continuam agindo de maneira condenável. Pessoas boas e pessoas más existem em qualquer meio, sejam religiosos ou ateus.

    6 – Você realmente gostaria que ateus pregassem o ateísmo em presidios? Estranho, a maioria dos religiosos se sentem incomodados quando ateus tentam afastar os outros das religiões. Mas, enfim, qual seria a finalidade disso? A princípio o ateísmo não tem a necessidade de arrebanhar fieis que as religiões têm. Pode-se explicar o porquê de você ser ateu, porque não acredita no que alguma religião afirma, ou como aplicar corretamente a lógica, mas se isso vai resultar em uma “conversão” ao ateísmo ou não, não faz a menor diferença para o ateu. Não existe uma salvação ou uma verdade a ser alcançada. E a liberdade de pensamento é saudável em uma sociedade diversificada, então os outros podem pensar o que quiserem sobre a religião, desde que isso não impacte na felicidade dos outros. E se o objetivo é ressocializar o preso, realmente não será com o ateísmo que se fará isso. O ateísmo é simplesmente a ausência da crença em deuses, não é um sistema de crenças, não há dogmas, normas de condutas ou formas de pensar homogeneizadas que farão as pessoas mudarem de atitudes automaticamente. Talvez o que fosse mais útil para a ressocialização de um preso fosse o ensinamento do humanismo, ou, mais simples ainda, uma simples aplicação da educação básica, que a maioria não teve a oportunidade de ter durante a vida.

    7 e 10 – Novamente, o fato de algo trazer conforto não significa que seja verdadeiro. O fato de um doente terminal ou uma pessoa vivendo na miséria acreditarem que estão passando por aquilo graças a um plano divino e se confortar com isso não significa que esse plano divino realmente exista. Mas se existisse, acho que me faria questionar o que diabos Deus pretende ao deixar, por exemplo, que uma criança recém nascida tenha um defeito genético ou congênito e venha a falecer dois dias após o parto. Os religiosos podem inventar a desculpa que for para isso, mas nunca vai entrar na minha cabeça que um deus supostamente todo poderoso e bondoso fosse deixar algo assim ocorrer em um universo que ele comandasse. Além disso, existem milhares de ateus em hospitais ajudando doentes em sua recuperação. Eles são médicos, enfermeiras, administradores, serventes, etc, que não precisam pregar sua posição religiosa para ajudar de maneira efetiva alguém que esteja sofrendo.

    8 – Existem várias obras de caridade organizadas, financiadas e/ou apoiadas por ateus ou humanistas, procurando bem você encontra. Mas, novamente, é muito mais fácil achar obras como essa feitas por religiosos porque eles são muito mais numerosos. Se o último censo do IBGE estiver correto, menos de 1% da população brasileira se considera ateia. Se a proporção for a mesma com a caridade, ao procurar por 100 casas de caridade, você vai achar somente uma organizada por ateus. É pura questão de matemática.

    Curtir

  3. Caro Pedro, obrigado pelo comentário.

    1- Desculpe-me se te ofendi. Em nenhum momento quis defenestrar sua fé (ou não fé). A minha única intenção nesse texto foi mostrar que, diferente do que é tão pregado por ateus militantes (o que não parece ser o seu caso) a religião também é capaz de produzir efeitos positivos nas vidas das pessoas. É óbvio, a religião também produz coisas horrorosas.

    2- Não vou aqui generalizar. Existem religiões que são sim melhores que outras. Um culto que sacrifica crianças é pior que o budismo ou que o espiritismo para mim.

    3- A religião é capaz de fazer com que as pessoas produzam reações que não encontram amparo na lógica. As situações citadas acima são um exemplo disso, assim como o fato de alguns homens se explodirem em atentados, matando milhares de inocentes.

    4- Se você me conhecesse perceberia que eu não tenha nada contra ateus, o que eu sou é a favor da liberdade religiosa, que cada um tenha direito para fazer o que bem quer de sua vida. Isso emcampa a liberdade da pessoa escolher viver sem religiões ou sem uma concepção pessoal de deus.

    5- Não creio que a religião defina caráter(não define), mas vivi o suficiente para aprender que ela PODE modelá-lo.

    Abraços.

    Curtir

  4. ateísmo não é uma religião [pelo contrário é a ausência dela]
    eu sei bem que não sou ateu, porém oque estão dizendo nesses comentários é realmente verdade, o post deu uma certa vacilada em suas argumentações,

    Curtir

  5. carlospropagandas 10/10/2013 — 23:47

    Nunca vi um ateu carregar explosivos no corpo e matar uma multidão de inocentes.

    Curtir

  6. Wesley Sá dos Anjos 12/10/2013 — 8:39

    na minha opinião os caras que fazem isso não passam de um bando de dementes, não faço a mínima idéia de como o paraíso seja, mas com certeza não seria um lugar reservado para religiosos tarados e homicidas que só pensam em chegar lá visando um harém repleto de virgens para suas putarias!

    Curtir

  7. Marcos Ferreira 25/10/2013 — 22:52

    A diferença é que os ateus não saem por aí dizendo que são ateus e eles também tem um número muito menor do que o de religiosos. Se alguém faz uma campanha, você não sabe se essa pessoa é religiosa ou não, ao menos que esteja dizendo que é uma campanha religiosa, tentando propagar a religião..
    Seu blog é muito bom, no entanto, seus argumentos estão escritos de forma muito destrutiva.

    Curtir

  8. nunca vi Deus, ou qualquer cisco de evidência para a existência dEle

    Curtir

  9. Não posso dizer o mesmo, obrigado pelo comentário.

    Curtir

  10. roberto quintas 02/01/2014 — 14:51

    eu tenho um aidéia interessante, Pedro Lemos. coloque toda sua capacidade de raciocínio e lógica em ação e escreva “10 coisas que eu nunca vi um cristão fazer”. exemplos, temos de montes, não servem para demonstrar a veracidade da crença ou da existência divina, mas a paródia mostraria que os atos imputados aos cristãos não são exclusivos ou privilégios dos mesmos e que há muita podridão no meio gospel.

    Curtir

  11. Nunca vi um ateu queimar alguem na fogueira porque pensa diferente dele.

    Curtir

  12. gostaria de concordar com vc, mas na história da humanidade ateus já mataram milhões cristãos, vide o que acontece na Coreia do Norte, onde as pessoas podem ser mortas apenas por guardarem uma bíblia em casa. Ainda assim, vc está certo não queimam, atiram

    Curtir

  13. ACid você sabia que Hitler era CATÓLICO ?

    Curtir

  14. Hitler foi batizado como católico sim. E daí? Ele participava de cultos ocultistas desde que veio ao poder na Alemanha também, basta pesquisar que existe uma vasta pesquisa a respeito disso.

    Aqui fica um desabafo que é meio recorrente. As pessoas usam o nazismo para demonizar tudo. Se Hitler era branco, ser branco é “do mal”. Se Hitler era capitalista, se ele cria em deus, se ele era católico, etc. Isso é um pouco desonesto do ponto de vista intelectual, pois Hitler entra em qualquer discussão como referencial de maldade extrema e todas as suas características são lincadas aquilo que existe de pior no ser humano.

    Outro fato que sempre me atento: porque Hitler? Stalin não matou bem mais gente? Qual era a religião do Stalin?

    Viu caro amigo?

    Curtir

  15. Rip Brasil Rip 21/08/2014 — 7:08

    Hitler tbm era um defensor ferrenho dos direitos dos animais e vegetariano, isso faz quem é defensor dos animais e vegetariano uma pessoa maligna?

    Resposta perfeita Acid Black.

    Curtir

  16. Ateu não prega! Apenas liberta!

    Curtir

  17. “A religiosidade ou não dos sujeitos não é nem nunca foi a causa essencial de seus atos.” …….. A religiosidade ou não dos sujeitos não é nem nunca foi a causa essencial de seus atos. Como vimos, alguns dos maiores assassinos do século XX (tal como alguns bandidos grandes e pequenos dos dias atuais) sempre tiveram. Quem nunca viu bandidos com Jesus tatuado?? O que acontece é que os crentes precisam de qualquer forma atribuir culpas das coisas ruins a pessoas que não acreditam no seu Deus, é preciso ter um culpado ao invés de assumir que um ser humano pode ser bom ou mau.

    Curtir

  18. “10 coisas que nunca vi o ateísmo fazer”, que bom que sua interpretação de texto está em dia

    Curtir

  19. Sou descrente,mas acho que o texto escrito ficou show de bola.

    Curtir

  20. Esse tipo de pragmatismo denota que você é maturo.

    Curtir

  21. Cesar Sampaio 16/11/2015 — 1:20

    Na verdade cara, os países que mais mataram foram Estados totalitários ateus e dito: ”laicos”. E detalhe, matavam por perseguir um determinado ou determinados grupos religiosos.

    Curtir

  22. Cara, mais besteira que um ateu fala sobre Deus e Jesus, que praeles nem existem, nunca vi igual. E vcs sim generalizam. Vivem atacando. Só li vdds…

    Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close