Coitadista, Dilma diz que confia na “inteligência” dos brasileiros em relação ao plebiscito da reforma política


Fonte: G1

Golpe apressado

Nossa presidente agora está querendo, através de um plebiscito, impor a reforma política do PT (financiamento público de campanha, voto em lista, etc). É óbvio que esse plebiscito, que custará mais de 100 milhões de reais, tem de ser precedido de uma fortíssima propaganda para explicar aos brasileiro o que está em jogo. O PT quer o plebiscito para agosto, para assim poder manipular a população e impor uma reforma que o favoreça.

Vejamos abaixo os piores trechos:

“Eu acredito muito na inteligência, na sagacidade, na esperteza do povo brasileiro. Acho que o povo brasileiro sempre mostrou ao longo de toda a nossa história que suas escolhas sempre foram acertadas. Eu não sou daqueles que acredita que o povo é incapaz de entender porque as perguntas são complicadas. Não é verdade. Não sou daqueles que acreditam que o povo é incapaz de entender porque as perguntas são complicadas.”

o povo brasileiro tem aquela inteligência que nos foi dada porque graças a Deus somos feitos de várias correntes e de vários veios”.

Inteligência dos brasileiros

Fica claro que Dilma quer fazer o plebiscito o mais rápido possível (agosto) para que o povo brasileiro possa ser enganado mais uma vez. Será que o brasileiro comum irá saber entender perguntas complicadas em tão pouco tempo? Como ensinar a um brasileiro sem escolaridade o que é o voto distrital misto?

É evidente que um plebiscito com perguntas tão complexas e ainda por cima de múltipla escolha será um prato cheio para a manipulação petista. Vale lembrar que esses mesmos brasileiros inteligentes aos quais a Dilma se refere foram os que elegeram uma mulher que nunca tinha sido eleita a síndica de prédio ao posto mais alto da nossa democracia.

Coitadismo e racialismo da Dilma

Como estava na Bahia, Dilma fez questão de ressaltar que 50% dos brasileiros se declararam no último censo como afrodescendentes. Que diabos a descendência africana tem a ver com o plebiscito? Será que, para a Dilma, a descendência da pessoa influi na sua inteligência? Sabemos muito bem que tanto faz qual é a descendência da pessoa, pois o que importa mesmo é a educação – e isso é o que falta ao brasileiro.

Miscigenação

Para a nossa presidANTA, nossa miscigenação (africana, europeia, indígena e asiática)C é um fator que mostra como o brasileiro é inteligente e capaz de responder ao plebiscito. Isso é o que chamamos de racismo às avessas. Como sabemos, tanto faz se um povo é composto por uma ou várias etnias.

Coitado dos japoneses

A miscigenação e mistura de culturas não faz com que um país tenha um povo inteligente; o que faz um povo inteligente não é mistura de “raças”, etnias ou culturas, o que garante a inteligência de um povo é a sua educação. Se miscigenação garantisse inteligencia de um povo, o Japão seria um dos países mais burros do mundo.

Anúncios

Um comentário

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s