UHULL!!! DILMA DERRETE 27 PONTOS! O BRASIL ACORDOU!


QUE PARIU! SÓ POSSO ESTAR SONHANDO!

Como já havia dito antes, a Datafolha é a pesquisa mais confiável e a presidANTA está em profundo processo de derretimento, o que a levará as cordas até 2014. Falta saber se eu também estava certo em prever um crescimento da intenção de votos de Marina Silva, mas dificilmente isso não irá ocorrer. Qualquer candidato que não se chamar Dilma Roussef já começará com uma importante vantagem em 2014.

Só para não dizer que esses protestos são de direita, a pesquisa apontou que os liberais compõe 60% dos manifestantes.

A alta dos tomates, a vaia na abertura da Copa, os gastos públicos elevados, os péssimos serviços públicos e a onda de protestos já eram sinais de que seria muito mais difícil para o PT enganar o povo pela quarta vez consecutiva sem que fosse cumprido com o prometido. A ex-guerrilheira provou que, além de mentirosa, não tem pulso firme para conduzir o país. Em seu comunicado, mentiu sobre os investimentos federais na Copa, mentiu sobre os médicos cubanos, mentiu sobre sua enorme base de apoio, etc. Num dia ela aparece propondo uma constituinte inconstitucional; no outro, dá pra trás, provando que não faz a mínima ideia do que está acontecendo.

Vitória

Sinceramente, não acreditava que o derretimento dela fosse tão rápido; porém, de nada adiantará a queda de sua popularidade se outro candidato não ocupar esse vácuo. Pelo menos poderemos dizer que a Dilma ficará marcada na história por um recorde: perda mais acentuada de popularida no menor espaço de tempo.

Se essa pesquisa corresponder a realidade, Dilma está derrotada na eleição de 2014. Digo isso porque a intenção de voto de Dilma nas últimas pesquisas estava um pouco abaixo de sua aprovação (a CNT/SENSUS lhe dava 64% de aprovação e 59% de intenção de votos). Se sua intenção de voto acompanhar essa queda, deve ficar bem abaixo dos 30%, criando assim um segundo turno. Creio que esse seja o fundo do poço para a petista.

Abaixo a matéria do Datafolha:

A avaliação positiva do governo da presidente Dilma Rousseff (PT) caiu 27 pontos em três semanas – período que coincide com a onda de protestos pelo país – e atingiu seu menor patamar desde o início do mandato. São 30% os brasileiros que consideram a gestão da petista ótima ou boa atualmente, ante 57% na primeira semana de junho. O índice de avaliação positiva obtido por Dilma neste momento representa menos da metade do que ela havia obtido em março deste ano, quando teve maior aprovação (65%). A parcela de brasileiros que desaprovam o governo Dilma cresceu de 9% para 25% entre a primeira e a última semana de junho – nos levantamentos anteriores, a maior taxa de reprovação à presidente havia sido de 11%, registrada em agosto de 2011. Se no levantamento realizado no início deste mês a fatia dos que aprovavam o governo de Dilma Rousseff ainda era majoritária, agora são os que consideram sua gestão regular os mais representativos: 43%. Na pesquisa anterior, 33% atribuíam desempenho regular a sua administração.

Perfil do brasileiro

Entre os mais jovens, a taxa de aprovação a Dilma fica abaixo da média (24%), assim como entre aqueles com ensino superior (21%), entre os mais ricos (21%) e em cidades com mais de 500 mil habitantes (24%). Nos estrato de menor escolaridade, sua aprovação fica acima da média (38%), situação que se repete entre os mais pobres (35%), na região Nordeste (40%) e em cidades de menor porte, com menos de 50 mil habitantes (38%). Também caiu a nova média atribuída ao governo Dilma, de 7,1 no inicio de junho para 5,8 atualmente.

2 comentários

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s