PL 728 propõe que protestos durante a Copa sejam considerados terrorismo


Manifestante=terrorista?

Um Projeto de Lei que reprime protestos durante a Copa das Confederações, foi criado pelos Senadores Marcelo Crivella (PRB-RJ), Ana Amélia (PP-RS) e Walter Pinheiro (PT-BA) em 2011 e pode voltar a pauta no Congresso Nacional nos próximos dias. O PL 728/2011(CLIQUE PRA LER) prevê que manifestações durante a Copa das Confederações, que está acontecendo este mês, e Copa do Mundo, que será realizada em 2014, sejam tratadas como atos de terrorismo e limita o direito dos trabalhadores à greve.

Deputado Universal

Devo salientar que o senador Marcelo Crivella, mesmo se dizendo parte da bancada evangélica(FPE), em TODAS as ocasiões vota com o governo do PT, mesmo quando o PT vai contra os interesses da FPE. Ele não é o único parlamentar que faz isso. Praticamente todos os representantes do PRB (partido da Universal) votam religiosamente com o governo. O motivo para essa “contradição” é que esses deputados eleitos pela religião do Macedo se unem ao governo para que a IURD possa receber concessões de TV e rádio. O próprio Edir Macedo, o chefe do Crivella, já se manifestou publicamente a favor do aborto. Para eles, a vida humana não vale porcaria nenhuma – dentro ou fora do útero.

Quem é o terrorista?

Segundo a Agência Senado, uma enquete com internautas detectou que a maioria das pessoas que souberam do projeto reprovaram a ideia – 67% das pessoas se colocaram contrários à proposta, e 33% se disseram favoráveis. Esse é mais um golpe do PT contra as nossas liberdades. Vale ressaltar que o partido já é a favor da PL 122, que criminaliza a opinião, do Marco Regulatório da Imprensa(censura) e a PEC 33, que retira poderes do STF. Agora o alvo é a nossa liberdade de protestar. Fica a pergunta: quem é mais terrorista? O político corrupto que afronta as liberdades do povo ou os manifestantes que protestam contra os abusos dos poderosos?

O que é terrorismo segundo a lei?

“Terrorismo
Art. 4º Provocar ou infundir terror ou pânico generalizado mediante ofensa à
integridade física ou privação da liberdade de pessoa, por motivo ideológico, religioso,
político ou de preconceito racial, étnico ou xenófobo:
Pena – reclusão, de 15 (quinze) a 30 (trinta) anos.
§1º Se resulta morte:
Pena – reclusão, de 24 (vinte e quatro) a 30 (trinta) anos.
§ 2º As penas previstas no caput e no § 1º deste artigo aumentam-se de um
terço, se o crime for praticado:
I – contra integrante de delegação, árbitro, voluntário ou autoridade pública
ou esportiva, nacional ou estrangeira;
II – com emprego de explosivo, fogo, arma química, biológica ou radioativa;
III – em estádio de futebol no dia da realização de partidas da Copa das
Confederações 2013 e da Copa do Mundo de Futebol;
IV – em meio de transporte coletivo;
V – com a participação de três ou mais pessoas.
§ 3º Se o crime for praticado contra coisa:
Pena – reclusão, de 8 (oito) a 20 (vinte) anos.
§ 4º Aplica-se ao crime previsto no § 3º deste artigo as causas de aumento
da pena de que tratam os incisos II a V do § 2º.
§ 5º O crime de terrorismo previsto no caput e nos §§ 1º e 3º deste artigo é
inafiançável e insuscetível de graça ou anistia.”

3 comentários

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s