Fonte: Folha

Adiamento

O governo se borrou nas calças e deve ter ficado com medo de cabeças rolarem dia 26 caso a PEC 37 fosse aprovada. A desculpa que os bandidos foi que não conseguirão um acordo entre policiais e representantes do Ministério Público. Tudo mentira. Eles arregaram mesmo porque ficaram com medo dos protestos, então resolveram adiar a votação para o segundo semestre, confiando num esfriamento das manifestações.

Arrego

O governo também orientou as bancadas aliadas a não forçarem a votação da emenda após ela ter sido incluída no cardápio de reivindicações dos protestos espalhados pelo país nas últimas semanas. A votação da emenda está agendada para o próximo dia 26 na Câmara dos Deputados, mas o presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), já afirmou que pretende adiar a votação. O presidente em exercício da Câmara, André Vargas (PT-PR), defende o adiamento para o segundo semestre.

Minitério Privado

Como uma alternativa à PEC 37, representantes do Ministério Público protocolaram nesta terça, na Câmara dos Deputados, um projeto de lei com regulamentações para as investigações criminais. O texto sugere ação integrada da Polícia Judiciária com o MP e também a interação de outros órgãos que colaboram para o andamento das apurações, como a Receita Federal, o Banco Central e a Controladoria-Geral da União (CGU). A ideia é que em casos de apuração conjunta, a investigação seja conduzida pelo delegado de polícia e coordenada por um membro do MP.

Arquitetado

Será que ninguém acha estranho que, no mesmo dia, todos os prefeitos e governadores tenham revogado os aumentos e o congresso tenha adiado a PEC 37? Isso é um sinal evidente que os políticos de Brasília estão arquitetando um movimento apostando que, com a revogação dos aumentos, as manifestações se dispersem. A única coisa que fica clara é que os políticos estão tomando conhecimento da indignação popular. Como todos podemos presumir, no século passado votávamos nos nossos representantes; agora, somos nós que devemos nos representar.

Anúncios