Especial: 10 motivos para ser contra o deputado Jean Wyllys


Jean Wyllys é único deputado assumidamente gay no Congresso Nacional. Até ai, tudo ok. O congresso, ao meu ver, deve ter representatividade dos grupos que compõe nossa sociedade. Gostaria de deixar claro que não critico o fato dele ser um homossexual, pois creio que aquilo que ele faz entre quatro paredes – além de não ser da minha conta – chega a ser louvável comparado a sua atuação política.

10 motivos para ser contra o deputado Jean Wyllys

não concreto

1- Reputação

É uma vergonha para o Brasil ter deputados tão desqualificados. No caso de Jean Wyllys, sua popularidade se deve pelo fato de ter participado do programa mais baixo e rasteiro da história da tv brasileira, o Big Brother Brasil. Para quem não sabe, o programa já produziu cenas de sexo e até mesmo um estupro. Esse mesmo programa  serviu de trampolim para a popularidade de Wyllys, que por sinal, só venceu o programa porque se vitimizou desde o início do programa, usando o argumento que estava sendo perseguido por ser gay.

2- Votos

A eleição de Jean Wyllys é uma aberração da nossa pseudo-democracia. Wyllys teve apenas 13 mil votos. Muitos, muitos, muitos políticos com muito mais votos do que ele não se elegeram. Logo, Wyllys  está ocupando a cadeira que deveria ser  de outra pessoa. Wyllys só se elegeu por causa da grande votação do deputado Chico Alencar do PSol. Wyllys não tem nem moral nem votos para se achar melhor do que qualquer deputado que se elegeu através da sua própria votação.

3- Maniqueísta

Wyllys adora criticar os religiosos,  chamando-os de fundamentalistas religiosos. No entanto, Wyllys não é contra todos os cristãos, apenas os cristãos que não concordam com ele. Logo, se a pessoa é uma boa cidadã e crê que o casamento é entre um homem e uma mulher em virtude de sua religião, para Wyllys, é um fundamentalista religioso. Em contrapartida, se a pessoa é cristã e é a a favor do casamento gay, é uma religiosa do bem. Isso denota que ele tem uma visão maniqueísta, julgando os outros de acordo como os critérios ao redor do seu próprio umbigo.

4- Não aceita criticas

Jean Wyllys é um dos deputados mais avessos a liberdade de expressão, pois adora julgar os seus adversários como homofóbicos. Regularmente utiliza o termo homofóbico para tratar daqueles que discordam de sua atuação política. Vejam bem, porque discordam de sua atuação política e não da sua sexualidade. O coitadistmo e a autovitimização são marcas constantes do discurso do ex-BBB, que faz questão de capitalizar politicamente em cima do ataque a pessoas(darei exemplos).

Não concreto

4- Tuiteiro ativo

Quantas horas cabem no dia de Jean Wyllys? O deputado dá muita atenção as redes sociais, sendo quase um tuiteiro profissional e deputado nas horas vagas. São muitas as polêmicas que o deputado já se envolveu no twitter, não apenas com celebridades, mas também com pessoas normais. Um homeme do povo não deveria achar tempo na sua agenda para ficar discutindo nas redes sociais(isso vale para todos os deputados, até os adversários de Wyllys). Pagamos muito bem esses deputados, que custam milhões no decorrer de seus mandatos para  prodzir quase nada. Vide aqui as verdades que ele escutou do Danilo Gentili.

5- Amante dos processos

Um hábito pouco nobre de Wyllys é processar aqueles que ele acha que o difamaram. Outros deputados e figuras públicas são difamados e apenas respondem às acusações feitas contra eles. Entretanto, Wyllys apela a justiça quando se vê difamado. Um ato exótico fruto desse hábito foi denunciar o pastor Silas Malafaia no Ministério Público em virtude de postagens feitas por um perfil falso de Malafaia. Que absurdo. Já pensou se cada um de nós tivesse que responder na justiça pelo que perfis fakes com o nosso nome fazem na internet?

6- Minorias

Wyllys se identifica como defensor ferrrenho dos direitos humanos e das minorias, sendo uma dessas minorias a minoria homossexual. Porém, não são os direitos humanos de todos os humanos que ele defende. Existem minorias que ele não vê com bons olhos. A intenção de Wyllys em apoiar a PL122 é mitigar a liberdade de expressão das minorias religiosas que criticam a homossexualidade.

Se ele se limitasse a ser contra os direitos de minorias religiosas não haveria tanto problema, mas o que acontece é que ele também é contra direitos que a nossa constituição reserva para a maioria, como é o caso do direito a vida. O ex-BBB tem a coragem de dizer que é a favor dos direitos humanos, defendendo o direito de homossexuais se casarem, porém, é a favor do aborto e contra o direito que os fetos indefesos de viver. Que hipocrisia. Ele tem todo o direito de advogar pelos  direitos dos gays, mas ao ser contra direitos muito mais importantes de outros grupos, pratica uma evidente hipocrisia.

7- Maioridade Penal

Eu poderia apontar muitas posições do ex-BBB que estão na contramão da vontade do povo, mas a que mais me enoja é o fato dele ser contra a redução da maioridade penal. Todos sabemos que os políticos vivem cercados de seguranças e estão pouco se lixando se a população está sendo massacrada pelo crime. O cidadão de bem é obrigado e ver passivamente crimes bárbaros praticados por menores de idade serem retribuídos com impunidade. O pior é ver políticos assumidamente sendo a favor dos direitos de quem não respeita os direitos humanos alheios. Eles devem rir muito da nossa cara quando veem um menor de idade estuprando e matando uma pessoa na certeza de que pouco ou nada acontecerá com ele. Enfim, esses menores infratores merecem esses políticos que os defendem.

8- Dinheiro público

Wyllys adora denunciar o absurdo que é a isenção de impostos para as igreja ( eu nem discordo dele nesse ponto). Ao fazer isso ele desvia a atenção dos milhões que são gastos de dinheiro público para patrocinar as paradas gay e a causa homossexual.

9- Royalties do Petróleo

Eleito pelo Rio de Janeiro, Wyllys faltou a uma importante votação que definiria a divisão dos royalties do Petróleo para ir ao Rio participar de um evento que defendia a legalização da prostituição. Ao fazer isso, ele deu mais prioridade a causa das prostituras do que ao Rio de Janeiro, estado gravemente afetado pela divisão dos Royalties. Jean Wyllys ainda teve a cara de pau de ir na manifestação contra a divisão dos Royalties do Petróleo que ocorreu na Cinelândia. Óbvio, para aparecer bem nas fotos.

10- Prostitutas

Nada contra as profissionais do sexo, mas eu creio que a legalização da prostituição só aumentará o número de mulheres que irão recorrer para essa degradante profissão. “E tem outro fator, eu diria que 60% da população masculina do Congresso Nacional faz uso dos serviços das prostitutas, então acho que esses caras vão querer fazer uso desse serviço em ambientes mais seguros”, disse Wyllys. Meu deus! Quer dizer que o fato de políticos transarem com prostitutas justifica a legalização da prostituição? Que desonestidade intelectual. Existem prioridades mais urgentes que as prostitutas.

11- Educação

Se eu não me engano, Wyllys é professor de português. Por que ele não usa um pouquinho do ibope que dão a ele para reinvindicar uma reforma para a sucateada educação pública? Será que lutar pela educação não garante votos?

12- Umbigo

Por incrível que pareça, o deputado gay tem uma semelhança com a bancada evangélica: parece estar muito mais preocupado com o seu grupo específico do que com a totalidade da sociedade.

13- Vitimização

Homofobia existe. No entanto, existe exagero em relação a esse tema. Wyllys usa as cerca de 300 mortes por ano de homossexuais para justificar a criação de uma lei que criminaliza a homofobia(PL 122). Essa lei é tão safada que ela não tipifica o que viria a ser homofobia. Logo, alguém poderia ser preso por homofobia por critérios totalmente subjetivos. Além disso, o suposto homocausto (genocídio de gays) que é denunciado pelos ativistas esconde o fato que muitas dessas mortes de homossexuais não tem motivação realmente homofóbica ou são crimes passionais.

14- Comissão de Direitos Humanos

Jean Wyllys não economizou críticas a escolha do deputado Marco Feliciano para a presidêcnia da CDH. Motivo? Por que Feliciano discorda dele. Logo, quando a comissão era presidida pelo PT, os deputados religiosos democraticamente participavam da comissão, mesmo que em minoria. Agora, que a comissão é presidida por um pastor, o “tolerante” Wyllys saiu da comissão, mostrando como não está nem um pouco disposto a debater seus “argumentos” com quem deles discordam. Essa repulsa ao debate e incapacidade de atuar numa comissão presidida por um opositor político mostram bem o perfil do deputado. Ele ainda considera discordância como homofobia em potencial. Wyllys fez escola. Bem provavelmente, muita gente que ler esse texto vai me rotular de homofóbico.

15- Religião

Wyllys não poupa críticas nem ao líder da religião com mais fiéis no Brasil. Wyllys teve a coragem de chamar o Papa Bento XVI de genocida em potencial.“Ameaça ao futuro da humanidade são o fascismo, as guerras religiosas, a pedofilia e os abusos sexuais praticados por membros da Igreja e acobertados por ele mesmo”, afirmou o parlamentar. Wyllys relacionou o papa como uma ameaça a humanidade. Em  outra ocasião, afirmou que a bíblia era um mito. Não cabe a um parlamentar fazer declarações tão duras a religiões. Ao criticar tão duramente religiosos sem o menor cabimento, Wyllys aumenta a animosidade de religiosos para com  os homossexuais. Essa animosidade então é julgada como homofobia e dessa forma um ataque a uma religião vira trampolim para a agenda gay.

16- Ignorância

Wyllys adora apontar homofobia, mesmo onde ela inexiste. Ano passado, Wyllys usou sua conta no twitter para ajudar a espalhar que o jornalista Rica Perone seria homofóbico. Wyllys (provavelmente) não sabia, mas acabou retuitando uma informação falsa sobre Peroni. Como resultado, Peroni passou dias sendo ameaçado e ofendido injustamente. Quando é difamado Wyllys apela a justiça, mas quando difama não se retrata.

17- Duas medidas

Wyllys se cansa de denunciar a homofobia de Marco Feliciano, mas não dá um pio em relação a homofobia declarada do esquerdista Nicolás Maduro. Vai ver , para Wyllys, os conceitos de homofobia variam de acordo com o país e corrente ideológica da pessoa.

18- Briga em função da agenda

Wyllys vira e mexe acaba armando um barraco na Câmara. Vou citar apenas o que ele teve com o deputado Nazareno Fonteles, que foi eleito com votos próprios. Segundo Jean, “Fonteles advoga que os gays e lésbicas têm que se contentar com a união estável porque o casamento civil existe só para os heterossexuais e justifica sua posição na inferioridade inata dos gays e lésbicas, cujas relações sexuais não resultam em filhos… Fonteles diz que os direitos das mulheres não existe perto dos direitos do “zigoto” e que o aborto do “zigoto” é um “assassinato”… “.

Wyllys inferioriza a vida humana chamando de fetos de meros zigotos, mas roda a bahiana quando um deputado(mente aberta, pois é a favor da união estável), advoga a favor do casamento tradicional. Já falei da hipocrisia de Wyllys antes. O que ficou claro nessa discussão é que Fonteles é muito mais tolerante com os direitos dos gays do que a maioria da nossa população, mesmo assim Wyllys o ridicularizou. Isso não é uma boa forma de se fazer política, ou seja, apenas um radical exorciza moderados. Ao invés dele constuir uma ponte entre sua posição e a daqueles que acreditam na união estável, ele joga pessoas tolerantes contra a causa que ele mesmo defende.

19- Humor

Wyllys não aponta seus canhões apenas para religiosos, mas também é tão politicamente correto a ponto de criticar fortemente o humor. No documentário O riso dos outros, Wyllys chega a dizer que o humor atual é uma ferramenta para a perpetuação da homofobia na nossa sociedade. Se ele estiver certo, então muitos humoristas correm risco de serem presos por homofobia por causa apenas de suas piadas caso a PL 122 for aprovada. Já que não há tipificação do que viria a ser homofobia, o que diferenciaria uma piada de gay de um discurso homofóbico? Logo,  a sociedade com a PL 122 não apenas reprime o discurso religioso mas também as piadas.

20- Ciência

Pois bem… Wyllys adora falar que se baseia na ciência e seus adversários na religião fundamentalista. Hoje a ciência indica que a a condição homossexual tem possivelmente componentes genéticos e outros que são de base sociológica. Existem espécies que tem 40% de indivíduos homossexuais. A thermophila, por exemplo, tem 7 sexos diferentes. Se a diversidade sexual fosse algo preponderante para a evolução humana, estaríamos agora discutindo a polêmica escolha de um pastor na presidência da Comissão de Direitos Thermófilos.  É compreensivo que haja resistência a mudança da estrututa da família nuclear. Os direitos de um grupo não podem suprimir os da coletividade.

21- Medo 

Wyllys também usa do medo para tentar jogar a população contra seus inimigos. Em entrevista ao IG, chegou a insinuar que deputados religiosos iriam proibir a cerveja. Por mais que haja sim deputado religiosos de péssima estirpe na câmara,  nunca ouvi dizer que eles queiram proibir a cerveja. O que os deputados religiosos apóiam é a lei seca para evitar mortes no trânsito – lei essa que reduziu acidentes e salvou milhares de vidas. É usando de desonestidade intelectual que ele consegue fazer com que muitos creiam realmente que estamos perto de um regime taliban. Só para deixar claro, o número de deputados evangélicos é inferior a proporção que eles têm na população, assim como a bancada católica.

Vira e mexe ativistas comparam religiosos com nazistas, mas eles apenas replicam a tática já usada por estes:

1- Crie um inimigo (cristãos evangélicos e católicos contrários ao casamento gay, chamados de fundamentalistas).

2- Culpe-os pelo problema ( cristãos já estão sendo culpados pelos assassinatos de gays, mesmo sem provas).

3- Invente um futuro caótico causado pelo inimigo ( um regime taliban evangélico onde a bebida será proibida e a laicidade do Estado banida).

4- Denuncie no inimigo aquilo que você faz (agrida verbalmente os cristãos e quando eles revidarem, acuse-os de homofobia).

5- Por último, faça contraponto ao inimigo e se apresente como solução ( vote nos politicos ligados à agenda progressista para barrar o evidente avanço do fundamentalismo).

Concluindo

Falei mais de 10, mas faltou muita coisa (Kit gay, cotas,  etc). Vou parar por aqui. Não posso deixar esses post ficar maior que a bíblia, até porque Wyllys já disse ela é um mito. Não coloquei nenhuma informação falsa contra ele, só as que são pautadas e confirmadas pela imprensa. Também não vou aqui fazer qualquer associação de Wyllys com a pedofilia, por não ter provas ou fé para pontuar tal coisa.

Deixei os links para que todos possam ler as notícias e tirarem as suas próprias conclusões. Não tenho o interesse de denigrir a luta pelos direitos dos LGBTT´s ( eles têm todo o direito de reinvidicarem seus direitos), apenas quero expor minha opinião crítica a forma como essa atuação vem ocorrendo.

Se vocês quiserem fazer um post com 30 motivos para votar no Jean Wyllys, façam um blog e postem lá. Se Wyllys tem o direito de criticar tudo e todos (como eu defendo), também pode ser criticado. Para mim, todos têm direiro de opinar desde que pautados em informações reais. Se alguém quiser apontar erros, coloquem nos  comentários. Se alguém não for homem (no sentido da integridade, não sexual) para aceitar minhas críticas, fica meu conselho:

1- Pegue partes do meu meu texto e tirem elas de contexto, exprimindo a ideia de que incitei o ódio a gays ou critiquei a homossexualidade.

2- Espere a a PL 122 ser aprovada.

3- Me processa!

Anúncios

68 comentários

  1. COMO EU JÁ HAVIA DITO SOBRE LIBERDADE DE EXPRESÃO ,ENTÃO VOU DAR A MINHA OPNIÃO…
    POR ALGUMAS PARTES EU CONCORDO E OUTRAS EU DESCORDO.
    EU SOU CONTRA O CASAMENTO GAY,POIS EU TENHO UM PENSAMENTO QUI NEM É DE RELIGIÃO,MAS ACREDITO EU QUE DEUS CRIOU O HOMEM E A MULHER SE FOSSE PRA SER HOMEM COM HOMEM DEUS NÃO HAVERIA CRIADO EVA PRA ADÃO,ESSE É O MEU PONTO DE VISTA E TAMBÉM NÃO SOU RACISTA AFINAL CADA UM FAZ DA VIDA O QUI QUER ,MAS O CASAMENTO É UM DESRRESPEITO AS OUTRAS RELIGIÕES.

    E TAMBÉM SOU CONTRA A REDUÇÃO DA MAIORIDADE, POIS NA VERDADE EXISTE BANDIDOS PIORES QUI OS MENORES DE IDADE QUE ESTÃO AÍ NA POLÍTICA POR TRAZ DE VÁRIOS CARGOS , O BRASIL É UM LIXO DE PAÍS ,POIS ESTÃO TÃO PREUCUPADO DE REDUZI A MAIORIDADE POR CAUSA DESSA MERDA DE COPA DO MUNDO ,ENQUANTO O POVO TA MORRENDO NA PORTA DOS HOSPITAIS A ESPERA DE ATENDIMENTO, A EDUCAÇÃO ESTÁ PRECARIA POIS OS POLITICOS ESTÃO COM O BOLÇO CHEIO ENQUANTO OS PROFESORES ESTÃO SEM UM SALÁRIO DIGNO POIS O MELHOR ELES ENSINAM QUE É A EDUCAÇAO ,MAS NÃO A PRIORIDADE É A COPA DO MUNDO ATÉ PRA CONSTRUIR UM ESTÁDIO ELES SÃO RÁPIDO, MAS PARA CONSTRUIR MAIS HOSPITAIS ELES LEVAM ANOS E ANOS EU PARTICULAMENTE TENHO VERGONHA DE SER BRASILEIRA ,E PRA TODOS VEM COMO O BRASIL ESTÁ TÃO PREPARADOS QUE OS GRINGOS JÁ ATÉ TOMARAM UNS TIRO” NESSAS TAIS FAVELAS PACÍFICADAS” DEMINUIR A MAIORIDADE NÃO IRAR RESOLVER NADA AO CONTRARIO O BRASIL IRÁ CRIAR UMA ESCOLA DO CRIME , E TRANSFORMANDOS ESSAS CRIANÇAS ADOLESCENTES EM VERDADEIROS MONTROS. QUE PAÍS É ESSE?!

    Curtir

    • Daniela, seu primeiro parágrafo, acho que não entendi. Voce fala que seu pensamento sobre ser contra o casamento gay não é enfocado na religião, mas inicia seu embasamento na perpectiva de que como Deus criou o homem e a mulher e blá, blá, blá. Depois, de novo, diz que o casamento fere outras religiões, o que eu também não entendi o que você quiz dizer com essa frase.
      Até concordo que tem muito politico bandido, mas esses menores não são ingênuos, como pode ser menor, uma pessoa que estupra, queima, espanca, corta,retalha, assassina? Ja tá fazendo muita coisa abominável, neste ponto, já passamos do julgamento de ser menor ou não, entramos no campo do que pode um ser humano fazer contra outro ser humano que se possa ser tolerável e passível de regeneração. Veja bem, esses menores aprenderam muito de crime e não foi na cadeia, foi cometendo aqui fora esses crimes. A cadeia nao é a unica escola do crime, pois ele frequentou uma escola do crime aqui fora antes, quando se quer achar alguma coisa para fazer, e pode ser para o bem ou para o mal, para o ilegal ou para o lícito, neste mundo globalizado, não há fronteiras. Fronteiras existem para a maioria de nós que temos que tranformar nossas casas em verdadeiras fortalezas, prisões e obedecer ao toque de recolher para evitar sermos roubados na rua, no carro.
      Mais, no momen, na situação vivida no dia a dia, entre o politico ladrão que leva a grana na surdina, quietinho e esses menores que violam nossa casa, o local que um dia achávamos o mais seguro e que a partir de então jamais o será de novo, estupram esposas, matam maridos, traumatzam filhos, que escolha podemos ter? Sim tem que colocar politico na cadeia, sim temos que tirar esses menores bandidos da rua e , e quando na prisão dar oprtunidade de estudo, de reabilitacão, de profissionalização. E nada disso será fácil, seria necessário esforcos de muitos e mudança de pensamento .

      Curtir

      • O comentário da Daniela traz dois questionamentos. O casamento gay, que ela afirma ser contra, ainda que se confunda com relação a ser ou não por motivação religiosa. E a questão da redução da maioridade penal. A comentadora afirma ser contra porque “esses meninos serão colocados na escola do crime” e que o mais importante seria prender os corruptos que roubam o dinheiro que deveria ir para a educação etc etc.
        Gostaria de comentar os dois temas. Quanto ao primeiro, concordo com sua oposição ao casamento gay e digo o porquê. O Brasil tem uma base cultural e valorativa judaico-cristã, que é 100% incompatível com o casamento gay. Nossa cultura está assentada na família tradicional (ainda que por vezes mutilada). Se aceitamos o casamento, que é a fundação da família, entre dois homens (ou duas mulheres) estamos ferindo de morte nossa base cultural/moral. Não é preciso muito conhecimento de história para saber que um povo que perde sua base valorativa se torna presa fácil de um outro, mais convicto de sua base moral. Veja, por exemplo, os islâmicos!
        Quanto à redução da idade penal (para 15 ou 16 anos) considero essencial para a saúde mental dos jovens brasileiros que estão, a cada dia, sendo seduzidos pela promessa de impunidade. A tragédia não se concentra somente nos crimes praticados pelos menores delinquentes, mas, sobretudo, nas legiões de menores que, atraídos pela impunidade, se deixam levar pela fantasia de onipotência e abrem as portas morais para o mundo do crime. Por outro lado, querer punir o crime de corrupção (crime contra o patrimônio) com mais rigor que os crimes de assassinato, estupro etc etc (crimes contra a vida ), ou mesmo colocá-los em patamares semelhantes é uma completa inversão moral. Nada, em nossa cultura e fundação moral, pode ser mais importante que a vida humana! Um abraço

        Curtir

  2. Obrigado pelo comentário Daniela Bastante coerente. Casamento não pode ser debatido de acordo com princípios religiosos. Concordo com você em absolutamente quase tudo: liberdade de expressão, liberdade religiosa, direito à vida, liberdade de imprensa, menos impostos, menor bandido na cadeia, igualdade sem privilégios, sociedade sem racismo e coitadismos racial ou sexual. Enfim, tudo o que vai contra a agenda de Wyllys.

    Curtir

  3. 1 Reputação
    Jean Wyllys ganhou em 2012 o Prêmio Congresso em Foco, como melhor deputado federal do Brasil. Você mente descaradamente quando o chama de desqualificado. Mente ainda quando diz que ele venceu o programa porque se fez de vítima, se assistisse saberia o motivo. Mas nem isso. Parece que seu proposito aqui é somente faltar com a verdade.

    2 Votos
    E daí que foi eleito com votos do Chico Alencar? Muitos estão lá escolhidos diretamente pelo povo e fazendo um trabalho lastimável.

    3- Maniqueísta
    Bin Laden era um religioso fundamentalista porque não concordava com os EUA ou porque era um louco fanático que usava sua religião como molde para seus planos perversos? Eis a questão.

    4- Não aceita criticas
    Vamos parar de chamar pessoas de racistas ou homofóbicos, agora usaremos apenas “críticos”…

    4- Tuiteiro ativo
    Não sabia que TODO deputado tem assessoria? A maior parte das vezes sua assessoria é quem atualiza o twitter do deputado. Mais informação, por favor.

    5- Amante dos processos
    Se sentiu ofendido, engula o choro e vá dormir. Nada de procurar seus direitos. Entendi…

    6- Minorias
    “Existem minorias que ele não vê com bons olhos” Quais?

    7- Maioridade Penal
    Jean pertence a um partido de esquerda, seria incoerência ser a favor da redução. No mais, o que foi escrito aqui a respeito da questão reflete a mesma demagogia de quem é a favor.

    8- Dinheiro público
    Não sabia que este era seu plano maléfico para desviazzzzzzzzzzz

    9- Royalties do Petróleo
    Nada a declarar quanto este tópico. Não estou por dentro do assunto, então passo.

    10- Prostitutas
    “NADA contra as profissionais do sexo, MAS eu creio que a legalização da prostituição só aumentará o número de mulheres que irão recorrer para essa degradante profissão” Imagine se tivesse algo contra, hein!?

    Enfim, eis que tentei refutar os 10 motivos do título. Ao que parece, os outros são apenas extensões desgastadas do que já foi abordado anteriormente. Desinformação a serviço da má fé. D:

    Curtir

    • amigo, aprende a argumentar e estude sobre os assuntos, você criticou os pontos de má vontade, só escolheu os que conseguiu falar alguma coisa e em vários não perdeu nem uma linha

      fora que é muito mais fácil defender o que esta do seu lado, quea asas acabou com tudo que vc disse, tudo que é escrito aqui tem resposta

      Curtir

    • Eduardo, coloque sua filha ou mulher para trabalhar como prostituta então 😉 vai aumentar a renda da casa, ja que é uma profissão que não tem nenhum problema aumentar em numero de “profissionais”

      Curtir

    • Tanto o Feliciano como o Wyllys é leite que sairam da mesma vaca mas são vendidos por empresas diferentes… dois fanáticos que pregam o ódio… O Wyllys é horrível… se não concordar com ele, fica nervosinho… sou contra a homofobia, mas nem por isso acho q devam ter tratamento diferenciado…. um ser humano é um ser humado…. um homicídio é um homicídio, um soco é um soco, uma ofensa é uma ofensa… não dói mais no gay ou no hétero…. ambos sofrem…. o que falta é fazer esse pais aplicar as leis…. vcs só enxergam as minorias que querem ver… músicos são minoria,religiosos são minorias, ateus são minorias…. todo mundo é minoria em alguma coisa…. e os gays na verdade é a maior dentre as minorias…. vcs se fazem ver…. as putas se fazem ver e rendem votos… o Bolsonaro é outro maluco, mas pelo menos ele é sincero… mesmo que não concorde com ele, fala o que pensa e vota contra o partido se necessário…. o Jean Wyllys é um projeto eleitoreiro barato… que apela e gosta de holofote, pau mandado do governo PTralha….. daqui a pouco todo mundo vai ser obrigado a dar a bunda pra provar que não é homofóbico…

      Curtir

    • Exato!
      E pior são os comentários das outras pessoas… assassinando o português de uma tal forma que é de dar dó “não é sobre religião “… “mas Deus criou o homem e a mulher…”
      Desculpa, mas parei de ler…
      Esse site é uma piada.

      Curtir

  4. Obrigado pelo comentário Eduardo, e por ter tentado me refutar. Da próxima vez, refute todos.

    1- Ele não é desqualificado do ponto de vista educacional. Eu vi o BBB e essa foi a noção que ele passou. Quanto a ele ter ganho o Congresso em foco, isso apenas desmerece o Congresso em foco. Pergunto: quantas leis ele passou pelo congresso e foram aprovadas?

    2- E DAI OS VOTOS? Colega, não estamos em Cuba, aqui é uma democracia. Se não tem votos é porque é uma aberração da democracia. Muitos eleitores não tem um representanta na câmara por causa desses mecanismo bizarros que elegeram o Wyllys.

    3- Rotular a religião alheia a bel prazer para capitalizar politicamente não é honesto. Existem excelentes religiosos que são contra o casamento e péssimos que são a favor. E vice-versa. Maniqueísmo não é coisa nobre.

    4- HAHAHA., fique por dentro dos barracos que ele se envolve no twitter. Sim, ele, e não a assessoria dele. Será que foi a assessoria dele que difamou o Rica Peroni? Agora a moda é fazer besteira e colocar a culpa na assessoria.

    5- Processar todo mundo que te critica? Engula o choro e vá dormir? Sim, isso é o que os homens fazem. Ou rebatem ou perdoam. Nada de ficar choramingando na jusitça para sugar dinheiro dos outros.

    6- Todas as minorias que são contra a agenda dele. Como o exemplo: os crentes, os fetos, as vítimas dos menores infratores, etc.

    7- Demagogia minha? HAHAHA, tá perdoado. Quem estupra e mata não merece ficar impune, mesmo que seja menor. Quem defende o contrário é demagogo.

    8- Nesse ponto o Wyllys merece um refresco. Ele já criticou muito a Marcha Gay por não ser política o suficiente.

    9- Esse episódio foi vergonhoso.

    10- Você acha que prostituição não é degradante? Você conhece alguma prostituta?

    Peço desculpas se você for gay. Não é do meu interesse criticar a homossexualidade. Eu nem tenho algo pessoal contra o Wyllys. Quem sabe no próximo mandato ele não melhora, se ele tiver mais um.

    Curtir

    • Tenho que discordar de voce quanto ao item 10. Se a prostituição lhe soa degradante, e a muitos outros, é por seu carater escuso, imoral, local de vicios, doenças ,crime. Por isso mesmo, por voce achar degradante e conhecer uma prostituta, uma minoria esquecida, mas que sempre se fez presente- se sempre houve, há procura- deveria estar a favor da legalização, pois assim, as prostitutas teriam uma profissão reconhecida, o local de trabalho seria asseado , limpo, com alvará de funcionamento, controle de doenças através de exames para profissionais e clientes, cadastro de clientes, pagamento com cartão, aposentadoria, adicional noturno, jornada de trabalho, descanso obrigatorio, etc. Ninguém mais poderia dizer que é degradante, pois seria uma profissão legitimada. E se mais mulhheres optassem pela profissão, é sinal de que é um mercado em crescimento e tem procura. Não são mulheres que irão recorrer a essa degradação, mas que irão optar por uma profissão legitimada e mais vantajosa. Se a mulher desejar se profisionalizar, por gostar da nova profissão , ser mais rentável, ou por que é mais fácil a formação, isto é algo que pertence só a ela, não cabe a você julgar como recorrer à degradação.Agora, o que nos falta, infelizmente, até aos que se acham livres de preconceitos, que professam que não são contra , afinal qualquer um faz o que quer, é justamente o mesmo que falta à banda contrária: tolerância; respeito à pessoa e à vida, e sem hipocrisia, DIZER NÃO A TODO TIPO DE PRECONCEITO.

      Curtir

      • Cara Andrea, obrigado pelo comentário.

        0- Concordo 100% com você quando você diz que a mulher tem direito de fazer o que quiser com seu próprio corpo. Isso é uma verdade. Mas não é isso que estamos falando. Segundo a lei brasileira uma mulher pode se prostituir, ou seja, não é crime. O crime é lucrar em cima da prostituição. O que está em jogo são os direitos trabalhistas das prostitutas. Mesmo crendo fidedignamente que elas têm direito de atuar na prostituição, o Estado não é obrigado a reconhecer a prostituição como uma profissão como qualquer outra.

        1-Devemos ser pragmáticos e observar quais foram os efeitos dos países que legalizaram a prostituição: aumento do tráfico de mulheres e aumento da prostituição.

        2-Não estou discordando do que você disse. Simplesmente conhecendo os efeitos da legalização, não posso me posicionar a favor dela. Não é uma questão de hipocrisia. Você já conheceu uma prostituta? Eu já. A maioria delas não gosta do que faz, só fazem por falta de opção. Sendo assim, ao invés de legalizar uma profissão tão degradante e perigosa para a sociedade, o Estado deveria criar mecanismos para tirar as prostitutas desse cenário.

        3-Todas, todas, todas as prostitutas que conheci fumavam, bebiam, drogavam-se, etc. É duro aguentar essa vida. As mazelas psicológicas são intensas.

        4-A história nos ensina: criminalizar algo não acaba com a prática, mas legalizar aumenta a incidência. Foi assim com as drogas e com o aborto, e a experiência alemã mostra que isso ocorre também para a prostituição.

        Criar benefícios para essas profissionais pode fazer com que mais pessoas desesperadas recorram a esse caminho quase sem volta. As marcas psicológicas de se prostituir duram por toda a vida.

        https://acidblacknerd.wordpress.com/2013/06/14/legalizacao-da-prostituicao-10-motivos-para-ser-contra10-motivos-para-ser-a-favor-parte-2-10-motivos-para-ser-contra/

        6- Ainda assim, creio que devemos colocar todos esses fatores na balança ao invés de munirmos apenas de preconceitos. Uma sociedade que premia o errado promove seu próprio fim.

        7- Existem interessses econômicos por trás da legalização, uma vez que ela permitiria com que pessoas lucrassem em cima da prostituição alheia.

        Abraços

        Curtir

      • Ze das couves,
        0 – a questao é justamente esta, o Estado deve reconhecer , fiscalizar, onerar, conceder direitos e deveres como qulquer outra profissao que atua dentro da legalidade. De que adiante legalizacao se o Estado fecha os olhos? Se o Estado nao reconhece, quem irá reconhecer, ainda mais uma profissaão que as pessoas alcunham de degradante?
        1 – costuma se traficado o que é proibido por lei (drogas, sexo, orgaos). Se houve aumento do trafico de mulheres onde foi liberada a prostituicao, houve falta de interesse, ou aceite – na verdade, nunca houve aceite ou tolerancia pela populacao ou alguma camada da populacao hipocrita e pelo governo demagogo que nao fez sua parte junto ao poder de policia de conter estes avancos. Volta-se ao item anterior ,legalizacao no papel mas sem efeitos reais, é o mesmo, a exemplo da CF , que o direito que todos tem a uma casa, a uma moradia, cade o poder de exercer seu direito ? SO balelasl
        Se e pra ser pragmatico, vamos deixar tudo como está, pra que se dar ao trabalho de se discutir estes assuntos, pra que blogs, sites deste tipo? Vamos tomar uma cerva na praia e tudo bem, e discutir o brasileirao ou qual é a mais gostosa pegando sol.

        2-Se elas são profissionais bem vistas, pagas, solicitadas, nao vivendo à margem da lei- legalizacao sem poder de acao eprotecao do governo, pode jogar no lixo, prá nada serve, veja as empregadas sempre tiveram certos direitos, mas so agora com a lei e que terao seus direitos cumpridos, e se nao forem cumpridos, reclama-los, o mesmo deve valer às profissionais do sexo, ja pejoraram muito o vocabulo prostituta, o que e um absurdo. Assim como ha as que nao gostam , ha as que gostam, para essas otimo, para as primeiras, se porventura, quiserem continuar ao menos terao mais garantias e correrao menos perigo.
        3- conheci uma prostituta de luxo, atuava em Brasilia, era bonita, bem cuidada, nao fumava, nao bebia, cuidava-se muito bem, pois ganhava bem, apesar de nao ser legalizada, cuidava-se , pois para manter uma boa clintela, tem que oferecer um bom produto, por acaso voce vai num restaurante que a comida tá queimada ou compra uma roupa rasgada?. Tinha carro e casa, pagava a faculdadecda filha. Se for bem remunerado, é possível se manter aquem de vicios, na verdade o que nao falta é artista, escritor, jornalista, jogador, ou seja seres humanos se drogando, bebendo, fumando. Ha profissoes com maior incidencia a vicios devido a caracteristicas proprias do oficio. Sabendo onde estao, melhor de se tratar.
        4- nao coloco a prostituicão no mesmo patamar das drogas e do aborto, são situaçoes distintas . NAO concordo com a legalizacao das drogas ( a principio, pois não tenho uma opinião totalmente formada) , pois estas podem levar a cometimento de crimes e colaboram com o lucro de traficantes e transformam a personalidade ou fazem a pessoa sair do seu estado racional e sou contra o aborto em determinados casos pois ha uma vida e, mesmos nos casos de estupro, me solidarizo com a vitima estuprada, ainda nao tenho uma opiniao formada desse assunto. Sexo pra mim nao esta junto a estes dois, como voce mesmo disse prostituir-se nao e crime, falta legitimar e legalizar com Lei própria. Usar droga tambem nao é crime, traficar drogas é crime, por isso não deve ser legalizado, pois o ato de se drogar sustenta um mercado de crimonosos. A prostituta vende, oferece algo que é seu.
        Todos tem beneficios, mas pra elas nao pode existir? Que absurdo! Por que sexo causa tanta polemica, quem nao esta neste mundo fruto desta ação?
        Com. Sexo mais facil, quem sabe conteria muitos crimes, pro exemplo, celibato aos padres e ouvimos falar de pedofilia, sexo com fiéis. O sexo tambem e fisiológico, uma necessidade, e por mais que evoluídos” nosso espirito habita a carne que precisa comer, beber, dormir, transar.
        Esta mania de brasileiro ficar pegando exemplo europeu que não deu certo, será que algum dia faremos algo que de certo? E se so pensamos no que dá errado, concluimos que nao da certo, largamos de mão, deixamos como está?
        Todos tem beneficios, mas pra elas nao pode existir? Que absurdo!
        6- sociedade que premia o errado tem seu proprio fim? Nossa sociedade faz isso desde sempre e com os erros , vai aprendendo, evoluindo, transformando. Antes, se uma mulher não casasse virgem, podia ser morta pelo marido, uma vida perdida por causa de uma transa! Por que ser remunerada por oferecer sexo é tão errado assim? Nao está roubando, nem assassinando como o exemplo acima.
        Não estou discutindo se é viavel ou nao a legalizacao, quero ir mais alem, muita coisa deve ser mudada, e concordo com voce que se veste do pragmatismo, e com isso encerra discussôes interminaveis, temos pontos de vista totalmente divergentes quanto a este tema e sei que esta minha forma de pensar não é a mais aceita.
        7- interesses economicos existem em quakquer atividade que se mostre rentável, vivemos num mundo capitalista, para conter avancos prejudiciais sobre o lucro de profissionais, que se criem leis, que haja fiscalizacao e poder de penalizacao, assim como ha para qualquer profissao.
        E o ponto: Legalizar legitimando atraves de lei, para ter garantia e protecao do Estado.
        E eu sei que mudar tanto é quase impossivel , mas nao por isso, vou deixarde expressar minha humilde opinião.

        Curtir

      • Olha Andrea, assim como na maioria dos assuntos que abordo aqui, estou aberto a mudar de opinião se houver bons argumentos pra tal. Não sou 100% contra. Sou pragmático. Logo, não sou movido por paixões e sim pelos fatos que vejo.

        1. A esmagadora maioria das prostitutas não são prostitutas de luxo.

        2- Como economista, olho com bastante ceticismo alguns dos argumentos que você usou. A legalização não acaba nem com a oferta nem com a procura. Se legalizassemos a prostituição, o turismo sexual só aumentaria. Portanto, a legalização não só aumentaria a demanda mas também a oferta. Mais mulheres iriam se prostituir.

        3- Me desculpe. Não me surpreende nada que no Brasil haja políticos brasileiros que queiram igualar os direitos trabalhistas das prostitutas com os de outras profissões ( ex: médico, engenheiro, advogado, pedreiro, etc). Afinal de contas, nossos políticos são todos irmãos, pois são todos filhos da ####.

        4- Gostei muito do debate. Volte sempre.

        Curtir

  5. Can I just say what a relief to seek out somebody who actually knows what theyre speaking about on the internet. You definitely know find out how to bring a difficulty to mild and make it important. Extra people must read this and understand this aspect of the story. I cant believe youre not more popular since you undoubtedly have the gift.

    Curtir

  6. WALCYR CARRASCO QUEBRA PARADIGMAS E PROTAGONIZA UM HOMOSSEXUAL PSICOPATA EM “AMOR À VIDA”

    Pois é: ainda existe vida inteligente na terra. Walcyr Carrasco, autor da nova novela das oito (que só começa às nove horas) mostra porque é autor de sucesso. Resistindo a todo palavreado “politicamente correto”, Walcyr resolve desafiar o estabilishment e desenvolver um personagem assaz desafiador.
    Mateus Solano interpreta magistralmente Félix, um homossexual ímpar na dramaturgia e mídia brasileiras. Ocorre que o homossexual sempre é apresentado como uma sofrida vítima da sociedade. Há sempre histórias de pais brutos, abandonos e exclusão na vida dos homossexuais midiáticos. São sempre retratados como pessoas boas, humanas, honestas e divertidas, além de trabalhadoras.
    Dessa forma, se construiu uma imagem dramática do homossexual que não corresponde à realidade.
    Walcyr avança e põe abaixo o mito do homossexual sempre bonzinho.
    Félix é mau, calculista, bajulador, assassino, dissimulado, enfim, tudo aquilo que em psicopatologia é definido como psicopata: um sujeito sem nenhuma consciência moral e incapaz de se arrepender pelo mal que causa às pessoas que em algum momento entraram em seu caminho. Além de atos sórdidos como atirar o filho da própria irmã na caçamba de lixo ou mandar matar o próprio tio, Félix comete todo um repertório de maldades: mentiras, dissimulações, traições. Roubar o próprio pai, hostilizar o próprio filho são o quotidiano desse homem casado, mas gay e que vive à cata de “anginhos”, como são chamados os jovens que lhe interessam sexualmente.
    A inteligência do autor se revela em restaurar a verdade quanto ao caráter das pessoas. É sabedoria ancestral que o caráter da pessoa não depende da cor de sua pele. Walcyr agora restabelece a verdade de que o caráter da pessoa também não pode ser vinculado ao que o sujeito faz com suas partes de baixo, mas com sua parte de cima. É a conduta da pessoa que define seu caráter. Cor, credo, orientação sexual, condição social não podem definir se o sujeito é um bom homem ou um rematado canalha.
    Mas nem tudo são flores. Walcyr Carrasco, por sua clareza, deverá atrair o ódio de toda a militância gay, que deseja ser a orientação homossexual o sétimo céu da integridade humana (não confunda com o direito do homossexual seguir sua consciência e seu desejo legítimos). Contudo, esses messiânicos não poderão acusá-lo de homofobia: Walcyr Carrasco é homossexual assumido.
    e.m.

    Curtir

    • Caro Edson, obrigado pelo comentário.

      Na novela em questão o autor apresenta vários personagens gay. Todos os gays assumidos na novela são simpáticos, descentes e extremamente carismáticos. Já o único gay enrustido (o Félix) é mau, psicótico, perverso, promíscuo e etc. Fica claro que a intenção do autor é esteriotipar as pessoas que estão no armário como hipócritas.

      Sinceramente, creio que cada um tem o direito de fazer o que bem quiser com sua vida. Se quer ser gay, ótimo, se quer ser assumido, ótimo, se quer ser enrustido, ótimo. Não ganho nada julgando os outros, muito menos promovendo o preconceito. Conheço pessoas maravilhosas -algumas bem próximas- que são gays enrustidos. É um direito delas decidir. Não cabe a mim legislar sobre a vida alheia.

      Essa novela infelizmente apenas só será alimento para mais preconceito. Ainda assim, o autor deve ter liberdade para desenrolar a história da forma que bem entender.

      Abraços.

      Curtir

      • Caro Acid
        Estamos comentando uma obra de dramaturgia, ainda que pautada pela audiência. De forma que nem tudo caminha predeterminadamente nesta ou naquela direção política. Sempre sobra algo autêntico e vivo, que fica. Feitas essas ponderações, acredito que há, realmente, a possibilidade de que da novela sobrevenha a crítica aos homossexuais enrustidos.
        Contudo, penso ser essa possibilidade muito pequena.
        Veja bem, as pessoas não classificam o Félix como “gay enrustido pela opressão”, mas como “gay enrustido pelo interesse egoísta”, ou seja, não é o fato de ser enrustido que o torna “uma bicha má”, ao contrário, é o fato de ser “uma bicha má” que faz com que fique enrustido. Não há um medo moral, afetivo ou social que impede o personagem de se revelar gay, tão somente seu egoísmo interesseiro e oportunista. Penso que, socialmente, é o que fica da novela.
        Por outro lado, reforço o fato do ineditismo da obra trazer um homossexual sem nenhum caráter.
        Um abraço
        Edson Moreira

        Curtir

      • Caro edson, são muitos os fatores que fazem com que uma pessoa não assuma a sua homossexualidade, muitos. Não somente interesse egoísta e hipocrisia. Muita gente vive um conflito muito complexo que não pode ser visto de uma forma tão resumida. Esse esteriótipo do Félix já está se tornando um referencial para muita gente.

        Concordo com todo o resto do que você disse. Esse foi o meu adende.

        Abraços.

        Curtir

  7. EU ME CHAMO HIDERALDO, MORO EM SANTA ROSA RS…A MINHA OPINIÃO É A MESMÍSSIMA OPINIÃO DA NATUREZA, DA CRIAÇÃO, DO INTENTO DO CRIADOR: ESSE TAL DE CASAMENTO, UNIÃO, OU O QUE QUER QUE SEJA ENTRE PESSOAS DE UM MESMO SEXO É, EM ULTIMA ANALISE, SEM QUALQUER PRECONCEITO, SIMPLESMENTE O INICIO DO FIM DE TUDO, POIS OS CASAIS HOMOSSEXUAIS FALAM EM “ADOTAR” FILHOS…ORA, FILHOS DE QUEM???? DE HÉTEROS É CLARO. NÃO ADIANTA FALAREM COISA BONITAS…O HOMOSSEXUALISMO É UM TERRENO INFÉRTIL, NÃO DÁ FRUTOS DE VIDA, NÃO DÁ PAI MÃE E FILHOS…APENAS PARA DAR EXEMPLO, ELE ACABA COM A CRONOLOGIA ENTRE PARENTES (BISAVÔ, AVO, PAI, NETO FILHO E ASSIM POR DIANTE) JÁ IMAGINARAM APENAS TRÊS GERAÇÕES DE “ADOTADOS” NINGUEM MAIS VAI TER PAI, MAE, NÃO VAI EXISTIR AVÔ, AVó, NADA VAI SER UMA GERAÇÃO DE GENTE SE ODIANDO, PODEM TER CERTEZA…

    Curtir

    • Um homossexual adota uma criança que dois héteros JOGARAM FORA COMO SE FOSSE UM NADA e cuida com todo amor que aquela criança receberia em um lar de héteros. Sinceramente, acho isso de “infertilidade” ou “não gera a vida” completamente estúpido. Não é como se a população humana fosse acabar por que homossexuais não produzem filhos, até por que eles são MINORIA na sociedade.
      Pense melhor em seus argumentos antes de falar besteira sobre um assunto que você não tem conhecimento.

      Curtir

  8. DESCULPEM A FRANQUEZA, TALVEZ NINGUÉM VIVA PARA VER ISSO, MAS SE ESTA EPIDEMIA FOR ADIANTE, É ISSO QUE VAI ACONTECER NO FUTURO…VAI SER O FIM DE TUDO, AS PESSOAS DEIXARÃO DE TER LAÇOS DE SANGUE, NÃO VAI MAIS HAVER AMOR FAMILIAR…

    Curtir

    • Caro Hideraldo, por questoes que não vem ao caso, acho estranho a adoção de crianças por casais homo, mas só queria salientar que laços de sangue são o de menos nas relações em que há comprometimento, dedicação, amor e carater pra serem passados adiante. pense em quantas gravidezes indesejadas acontecem todos os dias, e quantas mães tratam mal ou abandonam seus filhos por conta disso. pense em quantos pais sabem que tem filhos espalhados por aí, e nem sequer procuram estabelecer uma relação com eles que são a sua “continuação” nesse mundo (sou exemplo vivo disso).Logo se percebe que laços geneticos não são tão valorizados assim. Mas há tambem pessoas dispostas a dar uma familia com amor pra uma criança e não podem. Se casais heteros adotarem, não vão estar “desmanchando” a continuidade genetica do mesmo jeito? e isso não deixa de ser uma bela atitude, escolher cuidar de alguem e não apenas se descobrir pai ou mãe e ter que assumir as consequencias, as vezes indesejadas. Independentemente da orientação sexual, adotar é um gesto lindo.

      Curtir

  9. Todos os assuntos em questão: homofobia, menor infrator, prostituição, corrupção, imparcialidade, entre outros casos, poderiam simplesmente ser resolvidos com o investimento em uma palavra: EDUCAÇÃO. Não só a educação da escola, mas sim uma prioridade na educação social. sou professor e vejo muitos jovens sem instrução de convívio social, sem respeito ao próximo e por ai vai. Não tenho nada contra os homossexuais, mas já que está em projeto a PL122 sobre homofobia, deveria ser proposta uma PL123, para a heterofobia. Baseado em que? Se buscarem sobre as leis você encontrará o Desrespeito a Autoridade, que você pode ser prezo por desrespeitar uma autoridade ou funcionário público em exercício da função, em contra partida, existe o Abuso de Autoridade, para que os amparados pelo Desrespeito a Autoridade não utilizem de má fé do direito adquirido.
    A base de meu pensamento sobre isso é: se você dá poder a alguém, você tem que dar a responsabilidade para usá-lo. Poder sem responsabilidade é abuso.

    Mas como sei que terá alguém a me questionar, deixo claro minha opinião e real objetivo da mensagem: se cada um se educar e saber educar aqueles que passarem por sua guarda ou convívio, talvez 90% dos nossos problemas sociais, econômicos e políticos se extinguam.

    Com a educação vem o respeito, do respeito vem a tolerância, da tolerância vem o compreensão, da compreensão vem o perdão, do perdão vem o amor, e do amor vem a paz.

    Não precisa salvar o mundo. só se eduque e eduque o próximo sem opressão..

    Curtir

  10. Bem pessoal sou contra a qualquer promiscuidade e libertinagem,mentiras e arrogância,falsidade, sou muito a favor da heterossexualismo,adoro o cheiro, a pele as curvas,pernas,um bumbum bem arrebitado,uma mulher é tudo de bom,porém não sou contra a quem não gosta,tem gente que gosta de pernas peludas,sovaco e seu cheirinho tradicional e gosta de barba espetando tudo num relacionamento homoafetivo.As coisas que nosso senhor deixou para o homem é tão simples e normal,como: casamento de um homem e uma mulher,a família composta por filhos(as) netos(as) pai e mãe que estou convicto que os homossexuais estão na contra mão na história da humanidade,quem escolhe esse caminho tem que arcar com contradições,não pode ter leis específicas para quem escolheu ser assim,ao contrário dos afro descendentes,dos magros,carecas,polacos,baixinhos etc…quenão tem suas leis especificas.Quando ao Jean Willys tenho minhas dúvidas se ele é ou não é,porque tem muita gente se agregando a causa para tirar vantagens,isso é a moda no mundo,quem sabe o nobre deputado se fez passar por um para ganhar o BBB e ser candidato a deputado,em fim acho esse deputado uma farsa.Sou a favor a maioridade penal aos 14 anos esses jovens que dizem ser vítimas do sistema,mas os quem eles matam e estupram não são vítimas,eles matam e fazem babáries justamente por que sabem que não vai dar nada ele é de menor,mata,estupra recebe uma correção e está nas ruas novamente além do mais muitos deles servem como laranjas do crime a mando de adultos.Aliáz um jovem sabe tudo,sabe mais que os adultos,eles sabem o que é bom,o que é ruim,aos 16 podem votar o que é um contrasenso se são considerados a não saber nada da vida porque lhes foi dado esse direito.Enfim para os que desejem entrar para a comunidade homossexual lembrem-se o anus é um orgão excretor e não reprodutor,,pois se continuar a adesão desenfreada quem sabe á 100-200 anos serão apenas uma pequena comunidade do terceiro sexo que não existe.

    Curtir

  11. Eu discordo de apenas uma coisa: Os evangélicos não estão preocupados só com o seu próprio umbigo não. Os evangélicos defendem valores absolutos, sem os quais uma sociedade inteira, seja ela com ou sem gays vem abaixo. Práticas sexuais desvairadas e sem critério a médio e longo prazo trarão a completa ruína para os seres humanos. Exemplos? Ok: Doenças venéreas conhecidas e outras que ainda não apareceram vão matar cada vez mais; Os conceitos de PAI MÃE, TIO TIA , IRMÃO IRMÃ, avô e avó, vão aos poucos se apagando em virtude da futura obscena quantidade de casais gays adotando filhos de terceiros; Casos de “barrigas de aluguel” para adoção se tornarão comuns; Muitos pedófilos se passarão por gays para adoção de suas futuras vitimas; Inversão total de valor, onde o “não gay” passará a estar “errado”; Uma legislação totalitária, onde a simples opinião discordando do comportamento homossexual poderá dar cadeia; Um crescimento absurdo do tráfico de seres humanos, uma vez que os casais gays que querem adotar crianças só tende a aumentar; E por fim o puro e simples extermínio de homos por héteros e héteros por homos; Alguns malucos tanto de um lado como de outro começarão a matar por esse motivo. É muito triste, mas não se pode duvidar…

    Curtir

  12. Eu só gostaria que os amigos internautas lessem o PL 122. Esse documento não apenas dá privilégios aos gays, como apaga muitos dos direitos dos demais cidadãos. Devemos ter respeito a todas as pessoas??? SEM DUVIDA SIM!!! Mas… privilegiar os gays em detrimento dos direitos dos demais cidadãos é inconstitucional. Você Gay pode ter seus direitos? CLARO QUE SIM! MAS…Deve haver um equilíbrio, os gays tem seus direitos e os não gays também devem ter os seus. Eu tenho certeza que tudo pode ser resolvido sem haver prejuízo para qualquer um dos lados…

    Curtir

  13. Que nojo desse blog.😖é o sujo falando do mal lavado. Religiosos tem direito de professar sua religião desde de que não utrapasse o direito do outro. Isso que você acham não liberdade de expressão! É a invasão a um grupo de pessoas que já não tem quase nenhum direito. Odeio o jean mas não apoio os religiosos. Pra mim tinha que jogar um bomba nuclear pra matar o congresso inteiro! São sangue sugas do nosso dinheiro suado.

    Curtir

  14. Cara parabéns! Falou tudo! Ótimo texto!! Seria bom se várias outras pessoas vissem tudo claramente como vc expôs! Boa sorte com seu trabalho aqui 😀

    Curtir

  15. Cara, não sou nem contra nem a favor do deputado supramencionado, mas degradante mesmo é defender a redução da maioridade. Aposto que você nunca leu nada a respeito, muito menos procurou saber o que mudaria, o que aconteceu com países que já adotaram a medida, se isso realmente reduz a criminalidade, e o porque não reduzir, enfim. Aos que defendem a maioridade pelo simples fato do clamor social, que não se pauta em estudos e sim na pura e simples comoção, só há o que lamentar, por isso não conseguimos evoluir.

    Curtir

    • Prezado,

      Não destilei preconceito tampouco recalque, apenas expus minha opinião – que vejam só, ainda é legal emitir opinião a despeito dela ser certa ou errada perante o “politicamente correto”.

      Sendo assim, obrigado pelo comentário.

      Curtir

    • Eis a questão Antonio Marcos, vivemos numa democracia ou numa ”Ditadura de Opiniões” ao qual seremos sempre taxados de preconceituosos, fundamentalistas, nazistas, por expor nossas opiniões?
      Essa estratégia já é muito utilizada por ”Jean Escroto Wyllys”ao atacar quando convém, se fazer de coitado quando convém, ser político quando convém e ser gay quando convém.
      Quem tem tolerância para falar e não tem para ouvir, não possui maturidade suficiente para ser tratado com a devida importância. Dentre isso eu te pergunto: Quem destilou sua birra pessoal, mal disfarçada?

      Curtir

  16. Que DEUS tenha misericórdia de todos, pois estamos vivendo em épocas de Sodoma e gomorra, o homossexualismo não faz parte da criação divina..
    Opinião pessoal.

    Curtir

  17. Que lixo. Ocara faz parte de um partido de esquerda e você cobra deles posições de direita. Essa matéria não tem o menor sentido. Não estou defendendo o Jean Willys, só acho que nada dito aqui é coerente.

    Curtir

  18. Gostaria primeiramente de parabenizar à esse trabalho, é disso que o Brasil precisa, compromisso com a verdade!
    Bem, acho que apenas ”10” são poucos, os motivos para se repudiar esse imoral chamado ”Jean Escória Wyllys”. Acho sinceramente que seus verdadeiros ideais, vão muito além de seus projetos absurdos e hipotéticos tais como:
    *A oposição da redução da maioridade penal,
    *A intervenção cirúrgica para mudança de sexo para jovens de 12 anos (sem interferência dos pais). Entre tantas outras idéias insanas que todos aqui já leram ou ouviram infelizmente.
    Todo homossexual tem direito de lutar por sua igualdade, desde que o mesmo não interfira nos direitos dos outros grupos. A questão é, que todas as leis propostas por esse cidadão citado acima, justamente interferem inescrupulosamente nos interesses da família brasileira e da nossa constituição. Na verdade o que se percebe é que ele está se aproveitando do movimento ”LGBT”, para promover um circo pessoal dentro de nosso parlamento.
    E a todo movimento ”LGBT” eu vos digo:

    ”Vocês estão sendo manipulados por interesse próprio, e estão sendo muito mal representados”.

    Obrigado!

    Curtir

  19. Primeiro, quero dizer que não sou contra gay, nem conheço o deputado Willis, mas é importante o trabalho dele na Câmara. Se ele teve “apenas” 13.000 votos e foi eleito, paciência. No mesmo partido que elegeu o Tiririca em SP, teve deputado eleito com pouco mais de 5.000 votos. E quem não se lembra do famoso “Meu nome é Enéaaaas” que se elegeu por SP e levou junto candidatos com menos de 1.000 votos. Um absurdo, concordo, mas é assim que funciona nossa legislação eleitoral.

    Outro assunto. Hoje, o “comércio” ilegal das drogas beneficia basicamente dois tipos de categorias, digamos assim, os traficantes obviamente, e uma parte considerável de policiais, tanto civil quanto militares. A legalização (só concordo com a da cannabis sativa), pode parecer uma aberração mas se pensarmos com calma e os olhos voltados na realidade atual, podemos até considerar que vai ser bom, pois o Estado terá um controle razoável sobre o comércio ilegal das drogas, vai ganhar impostos que deverão ser reinvestidos nessa própria atividade e na ajuda dos que são viciados em drogas mais pesadas, tipo crack, óxi, cocaina, heroina etc.

    Quanto aos outros assuntos da “lista”, bem, não vou comentar, pois isso tudo, com todo o respeito ao direito de expressão do autor desse blog, me parece mais uma vendetta pessoal contra o deputado. Ora, se ele tem defeitos, ao invés de fazer essa crítica toda, vamos tentar entende-lo e respeitá-lo.

    Quem não tem erros e falhas?

    Curtir

  20. Diante de relevantes argumentos do nobre escriba, penso que o Jean Wyllys tem tudo para ser um dos primeiros a receber um transplante de cérebro.

    Curtir

  21. Curti seu post com os pés porque com as mãos estava aplaudindo.
    Sério. Um amigo (muito amigo) meu que é gay entrou e conflito comigo por motivos políticos e ele foi ignorante ao ponto de afirmar que tudo o que o deputado Jean Wyllys faz é ‘defender a liberdade e a tolerância’.
    Fico abismada ao ver como a mídia manipula facilmente as massas. Se dependesse somente das vontades de Jean Wyllys nós viveríamos numa espécie de ditadura homossexual onde simplesmente o fato de ser hétero seria visto como homofobia.
    Parabéns pelo posto e pelas informações verídicas anexadas à ele.

    Curtir

  22. Lamento ainda existir tanta falta de analise e este discurso midiático pobre. Diferente de Tiririca, Jean representa uma minoria e estuda muito, não grita qualquer bobagem como os que gritam bobagens e distorcem seu discurso. O pior cego é aquele que não quer ver. E textos que começam por se defender e dizer que não são homofóbicos, são de caráter bem duvidoso. Não sei se há justiça para tudo isso. Mas rezo pra que enxerguem a verdade e o amor.

    Enquanto isto não acontece. Cusparadas ainda serão bem vindas.

    Curtir

  23. Homofóbico constatemnete, mascarando que apioa o homossexualismo, existe alguém tem lutar por eles , e realmente existe essas mortes. Sou totalmente contra esse discurso nojento de provas suas !

    Curtir

  24. Acretido no seguinte que este cara deveria perder seu mantado ele não tem noção alguma do que fala pare irmão da querida ,deveria seguir mesmo caminho tchau jao willis . vc é um parasita nao faz nada so fala besteira , estes são nossos politicos e professores olha a qualidade de ensino que temos no Brasil ter um tonto como professor

    Curtir

  25. Concordo com alguns argumentos e descordo de outros! O texto foi bem escrito mas eu procurava ler algo com carater de neutralidade. Alem disso, parabens por expressar seus argumentos, escreveu muito bem!

    Curtir

  26. Gente eu nunca li tanta besteira… passei dos 10 e confesso não terminei, achei que eram 10 motivos, mas li 13 argumentos insignificantes a começar pelo primeiro no qual o autor diz sobre o BBB, mas se o Jean mudou e agora faz outra coisa a partir da popularidade que adquiriu, isso não tem nada a ver com o quão ruim é o programa e ele não tem culpa da globo mostrar cenas de sexo e do estupro, é simplesmente e totalmente tendencioso o comentário.
    E acho que a pior parte é: “não tenho nada contra as profissionais do sexo” mas depois dizer que não quer mais mulheres “nessa profissão degradente”. Kkkkk
    Tem que rir pra não chorar.
    É um trabalho muito importante, necessário e não é degradante, pelo o contrário, merece todo o respeito.
    Sem ele haveria muito mais estupros, é muitas vezes uma escolha e não somente necessidade, ao contrário do que as pessoas dizem não destrói, mas sim na grande maior parte das vezes salva casamentos…
    Em fim…
    Parabéns pela tentativa mas não me convenceu.
    Bye

    Curtir

  27. Esse ex bbb não passa de um cão raivoso. Não temos culpa de ter nascido feio, pobre e nanico. Ao menos tenha palavra e abandone o País. Faça algo de útil pela pátria.

    Curtir

  28. Eu não tenho nem comentários. Vim tentar entender pq as pessoas não gostam do deputado Jean (até pq eu não tenho opinião formada sobre ele, não conheço muito dele), mas seus argumentos não me levaram a lugar nenhum. Eu vim procurando motivos REAIS e só achei mimimi

    Curtir

  29. O Jean Wyllys é um degenerado, imbecil, oportunista, hipócrita, frouxo, demagogo, boçal, salafrário, mequetrefe, asqueroso, biltre, bufão, parlapatão, estrume de hiena, ele é como o pássaro conhecido como CHUPIM, MARIA PRETA e/ou VIRA BOSTA e que acha que o povo é o seu TICO TICO !

    Curtir

  30. Ideologia de gênero, crianças de quatro anos se tocando os órgãos genitais para “estimular” sua sexualidade, banheiro onde meninas crianças podem se topar com um homem tarado pedófilo disfarçado de gay e ser estuprada, filmes pornográficos para crianças pequenas nas escolas, TODO ESSE LIXO. Enquanto isso as crianças coreanas, japonesas, alemãs estão aprendendo matemática física química, virando cidadãos e talvez futuros cientistas, construindo carros híbridos elétricos movidos a hidrogênio, etc etc… BRASIL IL IL IL IL!!!

    Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s