Um debate sobre o dízimo. Perguntas, polêmicas, dúvidas e muitos versículos.


Ontem fui a um enterro de um parente de um grande amigo meu. Reparei que os católicos estavam celebrando uma cerimônia junto ao corpo dentro da capela funerária, enquanto do lado de fora estavam os evangélicos e não-católicos, que estavam lá só para dar apoio moral a família.

Depois de mais ou menos meia hora calado, comecei a puxar um papo com uma pessoa muito querida por mim. Falamos sobre deus e as fatalidades, mas em pouco tempo a conversa terminou em dízimo.

Absurdos neopetecas
– Tio, que absurdo que eu vi outro dia na tv: Malafaia vendendo bíblia da vitória financeira por 900 reais, Feliciano dizendo que os negros são descendentes de Cam (quando a bíblia diz que são descendentes de Cuxe); Valdomiro pedindo dízimo de 20% porque Moisés teria matado um segundo boi; Macedo…

– Filho, eu nem dou mais ouvidos para essa galera.

Prioridade do dízimo
– Tio, outro dia eu escutei um absurdo na tv. Um “apóstolo” angolano com programa na CNT disse a uma fiel que estava endividada que ela deveria dar o que sobrara de seu salário para o dízimo da igreja e não pagar suas dívidas, pois se usasse seu dinheiro para pagar suas dívidas, estaria roubando a deus. O “apóstolo” disse que ela deveria honrar primeiro a deus e confiar que este depois a abençoaria, quitando assim suas dívidas.

– Mas meu filho, você está meio confuso. O dízimo ainda existe e vale para os dias de hoje. Está escrito: “Dai de César o que é de César. Dai a Deus o que é de Deus”.

– Sim tio. As obrigações terrenas não excluem as com deus. Nem as obrigações com deus excluem as obrigações terrenas.

Consequências
– Tio, o que acontece é que essa imposição religiosa do dízimo acaba fazendo com que muitos se endividem. A maioria das pessoas crentes são pobres e não tem condições de pagar altos impostos e depois dar 10% – que os pastores salientam que é do bruto – do que sobra para a igreja. Por isso muitos se endividam. Em São Paulo já tem comerciantes que não vendem fiado para crentes, pois sabem que eles vão preferir dar calote neles do que na igreja.

Provando a deus
– Filho, mas Deus tem poder para abençoar aquele que honra a ele. O dízimo é a única parte da bíblia onde Deus permite que se faça prova dele.

– Tio, deus tem o poder de abençoar e de não abençoar. Quando impomos a deus o dever de nos abençoar financeiramente apenas porque dizimamos, estamos fazendo deus de empregadinho. A vontade de deus é soberana.

Se ele quiser que você passe por provações, pouco importa se você é ou não dizimista. Além disso, aonde fica o Procon do céu caso eu decida provar deus com dinheiro e ele não me abençoe – como eu estou cansado de ver?

Dízimo no Novo Testamento
– Filho, o dízimo está na bíblia, no Velho e no Antigo Testamento. Até Jesus falou do dízimo (Mateus 23:23).

– Sim tio, mas quando Jesus disse isso ele não havia se sacrificado; o véu do Templo ainda não havia sido rasgado; Jesus ainda não havia ressuscitado; o Cordeiro não haiva levado consigo os nossos pecados; a igreja primitiva não existia ainda.

Lei e Graça
– Filho, Jesus veio para cumprir a Lei e instituir a Graça (Mateus 5:17).

– Mas tio, o dízimo faz parte da Lei. Se o dízimo continua, por que também não guardamos o Sábado e as demais ordenanças da Lei Mosaica? A Graça envelheceu a Lei (Hebreus 8:16). O fim da Lei é Cristo (Romanos 10:4).

Dízimo de Melquisedeque
– Filho, o dízimo vem antes da Lei. Abraão deu o dízimo a Melquisedeque.

– Sim tio. Abraão não deu o dízimo do fruto de seu trabalho, mas dos despojos da guerra que acabara de vencer. O dízimo dado à Melquisedeque não é o dízimo que é pedido nas igrejas. O dízimo de Melquisedeque não foi dado por obrigação ou por lei, mas foi dado de pela plena vontade e reconhecimento de que Melquisedeque era sacerdote do deus verdadeiro. 

Dízimo e a alegria
– Filho, o dízimo é dever do crente, assim como as ofertas.

– Tio, mas a bíblia diz que aquele que dá, deve dar com alegria (2 Coríntios 9:7) e conforme o que tem (1 Coríntios 16:2). Quer dizer que o dízimo é uma obrigação de forma que pouco importa se é dado com ou sem alegria e se o fiel tem ou não condições de dar?

– Filho, a palavra de Deus é a mesma hoje, ontem e sempre. O crente tem a alegria de dizimar.

São Malaquias, o padroeiro dos que vivem de dízimos

Tio, quer dizer que aquele que não dá o dízimo rouba a deus?

– Sim, é o que diz Malaquias 3:10. Ao dar o dízimo, Deus repreende o devorador.

– Quer dizer que se eu não der o dízimo, o devorador vai me atacar? Isso não parece chantagem por parte de deus?

– Não.

Dízimo e dinheiro

– Tio, mas a bíblia (Deuteronomio 14:22-30) diz que o dízimo não era dado em dinheiro, nem era dado mensalmente. Ele era dado com grãos e no terceiro ano era oferecido à viúva, ao órfão e ao estrangeiro.

– Filho, o dízimo era dado com grãos porque naquela época não era tão comum o uso de dinheiro.

– Tio, mas em Deuteronomio 14:22-30 a bíblia explica que o fiel que percorresse uma grande distância deveria trocar seu dízimo por dinheiro e ao chegar no Templo deveria trocar seu dinheiro por grãos.

Levitas e a Casa do tesouro.

– Filho, você está muito confuso. Tanto faz o dízimo ser dado em dinheiro ou em grãos. O que importa é que ele seja dado, pois é assim que a obra de Deus é feita. É assim que nós fazemos as obras sociais e levamos a palavra de Deus às pessoas. É nosso dever levar os dízimos a Casa do Tesouro.

– Tio, mas no Velho Testamento só havia um templo, que ficava em Jerusalém e só quem podia receber os dízimos era a tribo dos levitas que não existem mais. Na Graça, o nosso corpo é o templo do Espírito Santo. Deus não habita em templos feitos por mãos humanas. Não existem mais sacerdotes, pois todos nós somos responsáveis a executar o sacerdócio. Como podemos dar o dízimo a nós mesmos?

– Filho, o dízimo deve ser entregue na igreja local, onde a pessoa congrega, o equivalente a Casa do Tesouro. Os pastores são os levitas da Nova Aliança.

Finalidade do dízimo

– Tio, mas o dízimo hoje é usado para que pastores recebam salários altíssimos, para que megatemplos sejam construídos e para pagar programas de tv que espalham heresias. Se a finalidade do dízimo é cuidar dos necessitados e levar a palavra de deus, será que o fiel que contribui com 10% para uma finalidade diferente da
proposta na bíblia?

O fato do pastor errar não exime o fiel de cumprir com as obrigações dele. Se ele erra, terá que prestar contas a Deus. Não nos é lícito tocar no ungido do Senhor. Nosso papel é sermos fiéis, não importando se os outro são.

Trabalhador digno do salário

– Tio, quer dizer que o fiel tem que pagar o dízimo por obrigação, mesmo sem alegria, para a igreja dar parte de sua contribuição para que pastores tenham altíssimos salários? Você acha justo que o pastor ganhe mais do que seus fiéis?

– Filho, a bíblia diz: o trabalhador é digno do seu salário (1 Timóteo 5:18). Se os fiéis demandam um pastor, é justo que ele ganhe um salário, pois o que ele faz não é um hobby, é um trabalho. O pastor assalariado tem a responsabilidade de se doar totalmente a obra de Deus e de ter total compromentimento.

– Tio, Jesus disse: de graça dais o que de graça recebeste (Mateus 10:8). Como pode uma pessoa viver daquilo que deveria fazer de graça? Esses pastores não vivem só para deus, eles vivem de deus. Assim é mole. A pregação do evangelho é para todos, não somente pastores. Até entendo que a igreja possa demandar um pastor assalariado para trabalhar em tempo integral, mas criar uma regra quanto a isso me parece um absurdo.

Teocracia

– Filho, sempre dizimei e Deus me abençoou grandemente. Deus é fiel para aqueles que são fiéis para com Ele.

– Tio, o dízimo existia na Israel do Velho Testamento porque não havia Estado de Bem-estar Social. Não havia auxílio-doença, auxílio-desemprego, aposentadoria, etc. O dízimo servia como um imposto social para que o Templo pudesse cuidar dos necessitados. Hoje, não vivemos numa teocracia. Já pagamos pesados impostos para o governo nos oferecer os benefícios sociais, não tendo porquê dar à igreja dinheiro para fazer o papel que já é do Estado. Só um idiota paga duas vezes pela mesma coisa.

Administração do dízimo

– Filho, o dízimo é bom. Ele sustenta milhares de trabalhos missionários. Se não fosse o dízimo, milhões de pessoas jamais teriam conhecido o evangelho.

– Tio, não discordo disso. O que discordo é que seja uma obrigação. Muita, muita gente não vai pra igreja só por causa do dízimo. Isso prejudica bem mais que ajuda. Quer dizer que uma pessoa que tenha uma mãe doente e só tenha 200 reais sobrando deve dar o dinheiro para a igreja ou para os remédios de sua mãe? A Bíblia diz que devemos cuidar de nossos pais.

– Filho, a administração do dízimo é da igreja local. Ninguém pode pegar parte do dízimo para fazer caridade e depois dizer que dizimou.

– Tio, então não existe lugar na igreja evangélica para um Bom Samaritano, pois qualquer pessoa que passar por um necessitado só poderá ajudá-lo com o que sobrou depois que deu o dízimo. Se a pessoa só tem o dinheiro reservado ao dízimo, não pode ajudar um necessitado, nem sequer um parente doente, pois senão estará roubando a deus.

Conclusão

– Tio, me desculpe. Pelo que você me disse eu sou obrigado a dar 10% do bruto + ofertas, do contrário estarei roubando a deus, não importando se dou ou não com alegria. Não posso administrar esses 10% para fazer a minha volta o que Jesus faria, que é ajudar os necessitados e ajudar minha família. Também não posso questionar a liderança ou o salário do pastor, pelo fato dele ser “ungido” e eu não. Isso me parece fruto de um deus chantagista. É diferente de tudo o que eu creio, pois ao invés de libertar, isso acaba aprisionando as pessoas com medo e culpa.

-Filho, o caixão já está saindo. Vamos sair daqui da frente senão o caixão não vai passar. Vamos dar licença.

8 comentários

  1. amigos leitores da biblia, saibam que o dizimo foi amparado pela lei, para os levitas,
    enquanto que nós somos convertidos a Jesus, o qual veio de uma tribo que não recebia dizimo.
    leia aos hebreus, onde foi levantado um sacerdote segundo a ordem de Melquesedeque e não segundo a lei, quando se muda o sacerdócio necessariamente se muda a lei.

    Curtir

  2. não sou dizimista. apenas dou ofertas. eu olho e procuro fazer segundo São Mateus 25 a 45…porque os pastores não prega esses versículos ignora.?porque não prega São Mateus 23,23 ??.mas leva tão sério o dízimo muitas igrejas diz que vai para o inferno será? ?.então como fica os versículos citado por nosso Senhor Jesus? ?

    Curtir

  3. não sou dizimista. faço como está escrito em 2corit.9.7,15..porque os pastores não prega São Mateus 23,23 ??.porque tbm não prega São Mateus Cap. 25,35 a 45 ??.esses capítulos são ignorados ? ?.mas o dízimo parece algo muito sério? e leva para inferno? será que leva mesmo ? ?.então como fica esses capítulos que mencionei.? ?.eu ajudo sim na igreja mas segundo corit.9.,7,15.agora tem prazer em ajudar o necessitado. prov.11,25-22,25.atos 20.35.

    Curtir

  4. Esses versículos estão se referindo a respeito da tribulação não tem nada a haver com os dias atuais. Procure ler uma bíblia de estudos , a respeito de ser dizimista ou não acredito que um convertido que sabe o preço que Jesus pagou na cruz pela minha vida eu ainda sendo um pecador 10% se torna pouco . Deus me dá 10 deixa eu ficar com nove e o problema que alguns ainda quer saber o que vai ser feito com o 1 que ele deu.

    Curtir

  5. Jer 7: 11 Já existia roubo e exploração na antiga Casa de Deus.O povo era obrigado a tolerar abusos e exploração da fé.S.Mat 12:12.Jesus,disse: Guardai-vos dos escribas,que devoram as casas das VIÚVAS.

    Ele,ficou defronte da arca do tesouro,pra observar melhor o povo.Daí foi quando a pobre viúva,pôs todas as moedas que tinha,que Jesus,chamou a todos para mostrar o que Ele já havia denunciado.Jesus, não fez qualquer elogio nem ficou contente com o fato daquela viúva ter dado todo o seu sustento pra o depósito dos sacerdotes que invadiam suas casas.

    Jesus questionou:
    Por que todos ali deram do que lhes sobejava mas a pobre viuva,deu tudo o que tinha ??
    Jesus,sinalizou: Em verdade vos digo que lançou mais do que todos,esta pobre viúva !!
    S.Luc 21:3

    No tempo de cristo,não existia o sinal de interrogação.Os gregos usavam a vírgula como interrogação.

    Prováveis motivos do por que a viúva deu todo seu sustento :
    1°- As mulheres viúvas eram exploradas a dar tudo o que tinham. 2°- A partir de Tobias, e Eliasibe,os antigos judeus tomavam todos os dízimos, exceto os dado às mulheres viúvas,então invadiam suas casas.3°- A oferta da viúva foi pra mostrar a usurpação dos sacerdotes sobre o direito das mulheres desamparadas.4°-O gesto da viúva foi pra tentar a Jesus,pra condená-lo,então Jesus,profetizou a destruição do Templo.Jesus,disse que a mentira e engano derrubariam o templo.

    Caracteristicas dos lobos ladrões que Jesus,se referiu:
    1°- Eles não são do mundo.(Eles são da Casa de Deus).2°- Eles ocupam os melhores lugares (melhores formação e economia).3°- Eles costumavam orar,e pregar na Casa de Deus.

    Não generalize,pois existem bons líderes e boas Casas de Deus,no mundo todo,mas são poucos e poucas.

    1Tim 5:19 Deuter 5:19 S.Mat 18:16 S.Marc 13:1-6, S.Mat 23:24,38 S.Luc 21:4 S.Marc 12:44.

    Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s