Delegacia em São Paulo inaugura o primeiro cadastro de pedófilos do Brasil: medida conservadora ilegal ou medida benéfica à sociedade?


Notícia

A Polícia Civil de São Paulo está formando um banco de dados inédito de todos os pedófilos do Estado. O trabalho é feito pela 4ª Delegacia de Repressão à Pedofilia, única no Brasil especializada nesse tipo de crime. Desconhecida do público, a delegacia foi criada em novembro de 2011 e desde então tem cadastrado foto, nome, cor de pele, idade e histórico de crimes dos pedófilos.

Perfil dos pedófilos
Segundo a delegacia, 40% desses criminosos têm entre 18 e 40 anos, 25% estão acima dos 40 e 35% têm até 17 anos.Pedófilos com parentesco com a vítima são 40%. Dos outros 60%, a maioria tem alguma relação com a família da vítima (amigos ou vizinhos).

Perfil das vítimas
A delegacia não foi autorizada a informar o número total de pedófilos cadastrados. Das vítimas, 80% são meninas, e 60% tem de 7 a 13 anos.

Consequências
Ele falou para o menino: ‘Vamos lá na minha casa. Tem uma bola de capotão super legal‘. Ao chegar lá, fechou a porta, amarrou o menino e o estuprou”, disse a tia de um menino violado. Os abusos foram tantos que a criança, hoje aos 12, teve uma disfunção anorretal e, desde então, usa fraldas.

Aumento
Em 2011, foram 2.814 denúncias de abuso sexual contra crianças e adolescentes no Estado de São Paulo. No ano passado, chegaram a 3.117, um aumento de 10%. No Brasil, o aumento foi de 20%.

Internet
A delegacia de pedofilia alerta: os pedófilos estão se proliferando pela internet.

Casos bizarros
A delegada conta que o caso mais chocante que já investigou foi o de uma menina de 6 anos que vivia com a família em um cômodo pequeno. “Mãe, filha e padrasto dormiam na mesma cama e nessa cama ele abusava da menina, com o consentimento da mãe.”

Pena
O crime de pedofilia é punido com reclusão de oito a 15 anos. Praticar o crime pela internet tem pena de três a seis anos de reclusão.

Comento
Mais uma vez o Estado de São Paulo sai na frente no combate à pedofilia. Parabéns a polícia de São Paulo pela ousadia de criar mais um mecanismo de defesa às nossas crianças.

É óbvio, muitos já estão criticando a medida, alegando que criar um cadastro de criminosos é imoral, uma vez que aqueles que já cumpriram sua pena não devem ser constrangidos pelos seus crimes já penalizados.

Direitos humanos do menor estuprador e do pedófilo
Só para variar, os mesmos que são contra o cadastro de pedófilos são os mesmos que são contra a redução da maioridade penal. Logo, tem muita gente que se diz defensora dos direitos humanos que defende menor estuprador e ex-pedófilo, ou seja, apóiam o menor mesmo quando este desrespeita os direitos humanos alheios, e, são contra o cadastro daqueles que desrespeitam os direitos humanos do menor.

Direitos?
Todos nós sabemos os efeitos maléficos da pedofilia e também temos noção que ela é praticada por mentes perturbadas. Sabemos ainda que nosso regime prisional é incapaz de regenerar um pedófilo. Logo, os pedófilos saem das prisões piores do que entraram e o cadastro de pedófilos acaba sendo o único recurso que o cidadão de bem tem para proteger seus filhos desses monstros.

Todos contra a pedofilia?

Quem não se lembra de quando o Jô Soares debochou da Campanha Todos contra a Pedofilia em sua entrevista com o Padre Fabio de Mello? “Quem é a favor da pedofilia?”, perguntou jocosamente o Jô. Existe atualmente um movimento que quer jogar a pedofilia devolta para debaixo do tapete. Devemos continuar com essa campanha para que todos continuem denunciando a pedofilia, pois ela é praticada na maioria das vezes por pessoas próximas às vítimas. Não podemos transformar a solução em piada.

Preconceito
Sou assumidamente pedofilofóbico e acho que todos deveriam ser. A pedofilia é uma perversão, uma doença e uma atrocidade. Devemos ter preconceito para com os pedófilos sim! Eles não são normais e devem pagar até o último dia de suas vidas pelo mal que causaram

Conclusão

Por mais que muitos queiram, o sexo consensual ou não com uma criança deve continuar sendo crime, de preferência com a mais severa punição possível. A solução não é descriminalizar a pedofilia, mas discriminar aqueles que a praticam.

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s