EUVÍ: Casamento Gay, 10 motivos para ser contra, 10 motivos para ser a favor



Hoje eu descobri que a França legalizou o casamento gay. “Mas só agora?”, pensei. Como a PL 122 ainda não foi aprovada, acredito que fazer uma mero texto com alguns a  rgumentos contra o casamento gay ainda não me reservará uma cela na prisão. Logo, como não corro risco de ser preso , devo salientar que não tenho nada contra a homossexualidade.

Até onde eu estudei, as razões do surgimento da homossexualidade passam por fatores genéticos, pelos nutrientes passados ao feto, pela educação na primeira infância e pelo ambiente onde ela está. Portanto, mesmo que a homossexualidade não seja cabalmente genética, pode ainda ser adquirida – ou descoberta – por fatores sociais ou culturais.

Como vivemos num país laico graças a deus, de nada valem os argumentos religiosos para fazer decidir quais seriam os direitos inalienáveis das pessoas. Meus vizinhos formam um casal homossexual monogâmico. Acredito que eles, sendo pagadores de impostos, deveriam ter os direitos que as outras pessoas têm. Por isso não sou contra a união estável e a adoção por casais gays.

Agora quando o assunto é casamento a história é outra. Se o casamento é apenas um contrato social que tem finalidade de repartir o patrimônio conquistado entre um par, não há razão para que não se estenda esse direito para gays ou para polígamos. Se o casamento é a instituição que o Estado defende por ser a melhor forma de se criar uma família e um filho na sociedade, não há razão para estender esse direito para qualquer outro grupo, pois casamento seria entre homem e mulher.

Vamos então a definição do que seria casamento no dicionário:

1. ato ou efeito de casar

2. DIREITO contrato civil celebrado entre duas pessoas que pretendem constituir família em conjunto; matrimónio
3. cerimónia que celebra o estabelecimento desse contrato; boda
4. situação que resulta do ato de casar
5. estado de casado
6. figurado enlace, união
7. figurado combinação

Agora vamos a definição de casamento civil:

O casamento civil é um contrato entre o estado e duas pessoas tradicionalmente com o objectivo de constituir família. Geralmente é uma união entre um homem e uma mulher (com ou sem filhos) mediante comunhão de vida e bens. Até ao século XIX, o casamento era visto como um acordo comercial entre duas famílias. Apenas o Romantismo veio alterar esta imagem e passou-se a existir o conceito de casar por amor

10 motivos para ser contra o casamento gay:

1-Definição

Desde que o mundo é mundo o casamento foi constituido entre um homem e uma mulher. Até mesmo nos países mulçumanos, onde existe poligamia, o marido tem um casamento com cada esposa. Abrir o caminho para o casamento gay pode ocasionar a destruição da definição do casamento. Um homem poderá se casar com outro homem. Não vai demorar até que 3 ou mais homens queiram se casar e por aí vai. O que impediria dois irmãos de se casarem? Ou o casamento de um filho com sua mãe? Será que os pedófilos e os zoófilos não se motivariam a lutar igualmente por seu direitos? Com o tempo, o casamento perderia seu sentido, pois quando tudo é casamento, nada é casamento.

2- Procriação

O casamento tem uma finalidade de ser o alicerce por onde a sociedade constrói as famílias. O casamento não se constituiria apenas na questão do patrimônio. Se o casamento se consiste no patrimônio, então qualquer sociedade comercial pode ser chamada de família. Imagine então cinco mulheres que resolvem se casar apenas para adquirir os benefícios fiscais de um casamento. O mesmo vale para um casal hétero e homossexual.

3- Funções definidas

Num casamento, os dois elementos têm cada um suas características e suas funções. Uma das atividades inerente ao casamento é o sexo, onde o homem tem a postura ativa e a mulher a postura passiva. Sem que haja a consumação do casamento com o sexo, o casamento pode ser anulado. Um homem pode pedir o divórcio alegando que sua mulher lhe nega a conjunção carnal.

Pois bem. O casamento gay seria apenas uma caricatura do casamento. Num casamento gay não existem funções definidas ( de ativo e passivo ). Não existe gene homossexual ativo e passivo. Logo, é difícil crer que um gay possa pedir o divórcio alegando que seu parceiro lhe nega a conjunção carnal, uma vez que seu parceiro não tem função definida. Um pode se negar a ter a função ativa e é impossível haver vida sexual sadia com dois elementos passivos.

4- Perseguição

O que pode ocorrer é que muitos homossexuais religiosos se sentirão afrontados quando suas instituições religiosas se negarem, por motivo de crença, a celebrar seu matrimônio. Patrões e empresas poderão correr o risco de sofrerem consequências caso não queiram empregar homossexuais para determinadas funções. Homossexuais não poderão ser impedidos de trocarem afetos em lugares públicos, o que pode gerar algum tipo de confusão na cabeça de crianças( de 1 a 6 anos) que verem a cena.

Ao legalizar o casamento gay, o Estado se torna o seu promotor oficial e ativo. O Estado apela a funcionários públicos para oficializar a nova cerimônia civil, ordena as escolas públicas a ensinar sua aceitabilidade para as crianças e pune qualquer funcionário público que expressa desaprovação.

Na esfera privada, os pais opositores vão ver seus filhos expostos mais do que nunca a esta nova “moralidade”, empresas que oferecem serviços de casamento serão obrigadas a fornecê-los para uniões do mesmo sexo, e proprietários de imóveis terão de concordar em aceitar casais homossexuais como inquilinos. O Estado vai esperar que os muitos religiosos traiam suas consciências por apologia, através do silêncio ou ato, a um ataque aos seus princípios.

Na Dinamarca, a Côrte Suprema do país já determinou que nenhuma religião pode se negar a casar gays. Em outros países já é proibido se expressar em espaço público dizendo que a homossexualidade é pecado,  pois isso configuraria homofobia.

Hoje mesmo, nos Estados Unidos, existe um cadastro na Califórnia de pessoas que não apóiam o casamento gay, que é usado  por empregadores para negar emprego a essas pessoas. Empresas que são contra o casamento gay (Chicken-Fill-A) sofrem ameaças e boicotes. Pessoas são taxadas de homofóbicas apenas porque são contra o casamento gay. Se isso acontece em hoje, imagina o que não acontecerá quando o casamento gay for instituído?

5- Papel de pai e mãe

Com o passar do tempo, muitos filhos de casais gays vão acabar se sentindo contrangidos quando chegar o dia dos pais e das mães, assim como quando forem preencher um cadastro e lhes forem perguntados os nomes de seus pais e mães. Logo, uma hora ou outra, os nomes pai e mãe serão substituídos por responsável 1 e responsável 2. Logo, a função de pai e mãe podem perder importância na sociedade.

6- Queda na taxa de casamentos

Em países que aprovaram o casamento gay, a taxa de casamento entre héteros diminuiu após essa mudança. É verdade que a taxa de casamentos já estava caindo antes do casamento gay, mas é possível que a desconfiguração do casamento tradiciona tenha motivado muitos casais a não recorrerem ao casamento civil.

7- Naturalidade e moralidade

Casamento não é apenas qualquer relacionamento entre seres humanos. É uma relação enraizada na natureza humana e, portanto, regida pela lei natural. O Preceito mais elementar da lei natural é que “o bem deve ser feito e buscado e o mal deve ser evitado.” Por sua razão natural, o homem pode perceber o que é moralmente bom ou ruim para ele. Assim, ele pode saber o fim ou a finalidade de cada um dos seus atos e como é moralmente errado transformar os meios que o ajudam a realizar um ato em finalidade do ato. Qualquer situação que institucionaliza a neutralização da finalidade do ato sexual violaria a lei natural e a norma objetiva da moralidade. A lei natural é universal e imutável. Ela se aplica a toda a raça humana, da mesma forma.

8- Direitos Civis

Alguns ativistas gays afirmam que  “casamento” é uma questão de direitos civis semelhante à luta pela igualdade racial nos anos 1960. Primeiro, comportamento sexual e raça são essencialmente diferentes realidades. Um homem e uma mulher querendo casar-se podem ser diferentes em suas características: um pode ser preto, o outro branco, um rico e outro pobre, ou um alto e outro curto. Nenhuma dessas diferenças são obstáculos insuperáveis ​​para o casamento. Os dois indivíduos são ainda o homem e a mulher, e, portanto, as exigências da natureza são respeitadas.O casamento gau se oporia à natureza. Duas pessoas do mesmo sexo, independentemente da sua raça, riqueza, estatura, erudição ou fama, nunca serão capazes de se casar por causa de uma insuperável impossibilidade biológica. Em segundo lugar, características raciais herdadas e imutáveis ​​não podem ser comparadas com comportamentos não-genéticos e mutáveis. Simplesmente, não há analogia entre o casamento interracial de um homem e uma mulher e o casamento entre duas pessoas do mesmo sexo.

9- Atomificação da sociedade

Muitos acreditam que uma sociedade onde o papel de mãe e pai não esteja definido, será muito mais fácil para o governo tomar o pátrio poder dos pais. Isso pode acarretar a uma perda de liberdade que estamos acostumados a ver em alguns países. Como é o caso do Estado que tira a guarda da criança de seus pais biológicos ou adotivos porque esta não estaria sendo bem tratada por seus responsáveis. Pode parecer lúdico, mas muitos países estão tirando a guarda de pais que fazem homeschooling em seus filhos, assim como acontece com pais que tem filhos obesos. A desconfiguração da família pode gerar uma sociedade mais vulnerável as artimanhas estatais.

10- Melhor interesse das crianças

Trayce Hansen, Ph.D, que é um psicólogo com uma prática clínica e forense. Na visão dele, o casamento gay pode ser melhor para o interesse dos homossexuais adultos que anseiam por reconhecimento social e legal dos seus sindicatos, mas não é melhor para o interesse das crianças. 

Os defensores do casamento homossexual acredito que o amor é todas as crianças realmente precisam. Com base nessa suposição, eles concluem que é tão bom para as crianças para ser criada por pais amorosos do mesmo sexo, como por pais amorosos do sexo oposto. Mas essa suposição e tudo o que dela procede-se ingenuamente simplista e nega a natureza complexa e necessidades dos seres humanos núcleo.

De acordo com décadas de pesquisa, a estrutura familiar ideal para as crianças é um dois pais, um pai ou uma mãe. Essa pesquisa mostra consistentemente que crianças criadas em tais famílias são mais propensas a desenvolver-se, psicologicamente, mentalmente. e fisicamente do que as crianças criadas em qualquer outro tipo de configuração familiar. 

Extensa pesquisa também revela que não só as mães, mas também os pais, são fundamentais para o desenvolvimento saudável das crianças. Pesquisadores suecos analisaram os melhores estudos longitudinais de todo o mundo que avaliaram os efeitos dos pais no desenvolvimento das crianças. Sua revisão durou 20 anos de estudos e incluiu mais de 22 mil crianças e descobriu que os pais reduzem problemas comportamentais nos meninos e problemas psicológicos em meninas, promovem o desenvolvimento cognitivo e diminuição de delinquência. 

É claro que as crianças se beneficiar de ter tanto um pai masculino e feminino. Pesquisas médicas recentes confirmam diferenças geneticamente determinadas entre homens e mulheres, as diferenças fundamentais ajudam a explicar por que as mães e os pais trazem características únicas para pais que não podem ser replicados pelo outro sexo.

Mães e pais simplesmente não são intercambiáveis. Duas mulheres podem ser boas mães, mas  não podem ser um bom pai. Pais de um só sexo, seja por uma mãe solteira ou um casal homossexual, privam as crianças de toda a gama de paternidade oferecidos por casais héteros. Filhos de mães solteiras sofrem com uma série de mazelas e essas mazelas podem ser propagadas num cenário futuro. 

Relações com ambos os sexos no início da vida torna mais fácil e mais confortável para a criança se relacionar com ambos os sexos mais tarde na vida. No geral, ter um relacionamento com ambos os pais masculino e feminino aumenta a probabilidade de que uma criança terá relações sociais e românticas de sucesso durante sua vida. 

Além disso, a pesquisas existentes sobre crianças criadas por homossexuais não são apenas cientificamente falhas e extremamente limitadas, mas algumas  indicam essas crianças correm maior risco para um série de resultados negativos.  Outros estudos denotam que as crianças criadas por homossexuais são mais propensas a se experimentar sexualmente, experimentar confusão sexual, e se envolverem em comportamentos homossexuais e bissexuais. 

-Estudos podem apontar que crianças criadas por homossexuais são mais propensas ase envolverem em comportamentos gays, desde que existe uma pesquisa mundial extensa que revela  que a homossexualidade é induzida pelo ambiente. Considere a antiga Grécia e Roma, entre muitas civilizações antigas, onde a homossexualidade masculina e a bissexualidade eram comuns. Isso não era assim porque a maioria desses homens nasceram com um “gene gay”, e sim porque a sexualidade é maleável e socialmente influenciada. 

10 motivos para ser a favor do casamento gay:

1- Casamento não é baseado em procriação, tampouco em bens. O casamento é baseado no amor, e existem relações homossexuais com amor.

2- Filhos criados por gays não desenvolvem necessariamente a homossexualidade.

3- Uma criança pode ser criada corretamente por uma mãe solteira ou por um pai solteiro. Por que não por dois pais ou duas mães?

4- O casamento não é baseado na procriação, se fosse, seria ilícito o casamento de inférteis e idosos.

5- Na prática, apenas é uma extensão de um direito para uma parcela ainda maior de pessoas. É muito mais moral para uma sociedade que seus cidadãos homossexuais estejam casados do que dentro de relacionamentos pouco duradouros. Leis de casamento discriminatórias privam casais de gays e lésbicas de vários direitos e benefícios federais. A Privação desses benefícios tem impacto psicológico e social negativo demonstrável em casais do mesmo sexo, seus filhos e famílias.

6- Como já existem estados que reconhecem o casamento gay, a proibição do casamento gay acaba gerando problemas jurídicos. Um casal gay casado num estado pode não ter seus direitos respeitados ao entrar num estado onde o casamento gay não é reconhecido. Da mesma forma, casais gays estrangeiros poderão não ter seus direitos reconhecidos ao chegar no Brasil.

7- O casamento gay não abre as portas para todo o tipo de aberração como a zoofilia, pedofilia e poligamia. O que o casamento gay garante é a união de duas pessoas do mesmo sexo.

8- Estudos apontam que casais gays são muito mais exigentes com seus filhos, elevando o padrão educacional destes. Com o casamento entre pessoas do mesmo sexo, é bem possível que casais gays se motivem a tirar milhares de crianças dos orfanatos, os educando e lhes oferecendo um futuro.

9- Formar famílias, tradicionais ou não, é bom para o país. O casamento é um direito humano básico e uma escolha pessoal indivíduo e o Estado não deve interferir se os casais do mesmo sexo optam por se casar ou não.

10- A homossexualidade é uma variante normal da sexualidade adulta, os homens e mulheres homossexuais possuem o mesmo potencial e desejo dos heterossexuais. Esta opinião é corroborada por dados concretos, e não apenas de opiniões.

Anúncios

74 comentários

  1. Os 10 motivos contra que foram citados nessa matéria são todos ridídulos e provavelmente escritos por um alienado que só pensa em si mesmo e esquece que vive em sociedade. A começar pela sua própria definição do ato de casar: contrato civil para formar família, e é isso o que os gays que casam fazem. A definição de casamento civil: “geralmente” entre homens e mulheres, claro são maioria, mas não diz “exclusivamente”, portanto, nem preciso explicar mais.
    Não sei se os 10 motivos contra foi você que escreveu, ou se você os colocou apenas para gerar uma neutralidade na matéria; entretanto qualquer pessoa sensata não concordaria com eles, afinal sabemos que os únicos contestamentos à união civil homoafetiva são por motivos religiosos, e como você mesmo disse: estamos num país laico, ou seja, eles não devem ser levados em consideração. Além disso, não sei por que as pessoas se preocupam tanto com a vida dos outros, sendo que com relação a este assunto em nada afeta as suas.
    Abraço.

    Curtir

    • Obrigado pelo comentário Caio, vocē fez considerações importantes.

      Admito que os argumentos favoráveis ao casamento gay são melhores e que tive a necessidade de fazer uma longa pesquisa para achar alguns poucos motivos para ser contra.

      A definição de casamento que pus não está errada, geralmente não é exclusivamente.

      Os 10 argumentos de cada lado que coloquei no texto já denotam minha neutralidade sobre o tema, os colocando apenas suscito as ideias que as pessoas usam para defender o que acreditam. O alienado que escreveu o texto crê que direitos individuais são inalienáveis, seja para héteros, seja para gays.

      Todos têm o direito de achar qualquer argumento ridículo, o que importa é tentei expor os dois lados. Estudei o tema antes de postar e não creio que esses argumentos não sejam quase que todos refutáveis.

      Curtir

    • Se eu me apaixonar por um boi e resolver viver com ele não estarei fazendo mal a ninguém, nem ao boi (aliás estarei livrando de virar churrasco), mas é correto? é certo? ao meu ver a aberração é muito menor do que o casamento entre 2 homens(????). Do jeito que a coisa tá indo já, já vai ser normal

      Curtir

      • calma lá. O boi não teve consentimento dessa relação (sequer deve ter conhecimento “racional” dela). Ao contraio dos homossexuais, onde os dois de livre e espontanea vontade decidem se casar

        Curtir

      • Gustavo é tudo uma questão de opinião, o que é certo, lindo, maravilhoso para um pode não ser para o outro. Eu não consigo imaginar nada mais nojento do que 2 homens (???????) tendo relações sexuais, mas é minha opinião, não sou (evidente) dono da verdade, o ânus não é um órgão sexual. Imagino o que deve sentir um pai ao imaginar seu filho com outro homem(?), falo por mim e acho que ninguém está livre duma desgraça acontecer

        Curtir

      • O que você está falando é outra coisa, aí é zoofilia. Casamento é amor, os dois seres raciocinam, sabem o que querem, por concetimento. Já ate onde sei um boi não raciocina e muito menos quer casar contigo, então para de procurar desculpas pro seu preconceito e procura vim com opiniões coerentes e tópicos que valem a pena ler para manifestar sua opinião.

        Curtir

      • A legalização do casamento gay é sobre o casamento de duas pessoas adultas com o mesmo sexo, não é sobre um adulto casar com uma criança, não é sobre um humano casar com outro animal, não é sobre nem uma dessas coisas, não compare homosexualismo com zoofilia ou pedofilia, são coisas bem diferentes e ninguém está falando disso.

        Curtir

    • Axxo mtto ridicuullo essaas pessoas q. são contra o casamentto homossexual.. tdoo um bando dee F*******….Você nao pode impedir dois gays de se casarem porque eles são crescidos e não importa se isso te assusta, simplesmente supere. Você deveria ficar feliz por eles porque é um momento importante nas suas vidas.

      Curtir

      • Cara Jéssica, por mais que eu concorde com você no sentido de que o Estado deve reconhecer a união homossexual, discordo completamente da forma belicista como você expôs a sua opinião. São anos e anos de cultura e história que fazem com que as pessoas não tenham esse posicionamente. Isso não vai mudar de um dia pra noite só porque alguém quer.

        O correto é argumentar de forma racional, dessa forma você convence quem ainda está em cima do muro. E ainda assim, não demonize quem pensa diferente de você. Tente se por no lugar deles e depois disso você entenderá a complexidade do assunto.

        Argumentos como os seus, completamente eivados de ódio e xingamentos, apenas colaboram para a perpetuação do revanchismo e da homofobia.

        Abraços.

        Curtir

      • Acho tão incompreensível esse argumento de que “o ânus não é um órgão sexual”, como se a penetração anal fosse obrigatória em uma relação homossexual. Não apenas não é – nem todos os gays o praticam -, como as lésbicas, que também são homossexuais, geralmente ficam “fora” dessa história.

        No entanto, o ponto que quero destacar é a assunção de que o fato de não ser um “órgão sexual” invalida a relação por si só.

        É verdade: o ânus, a rigor, não é um órgão sexual… Mas sabe o que TAMBÉM não são órgãos sexuais: boca, seios, pernas, mamilos, pés, mãos, língua, orelha, pescoço… E não vejo nenhum heterossexual se restringindo a utilizar quaisquer desses órgãos em suas relações cotidianas, com suas mulheres/maridos, ou em relações fortuitas.

        Dito isso, se o argumento fosse evidente por si só, o sexo deveria se resumir à penetração vaginal, a chamada “conjunção carnal”, que envolve os “dois órgãos sexuais” e nada mais.

        Duvido, porém, que uma relação assim tomada fosse prazerosa e sedimentasse vínculos entre casais, um dos papéis que o sexo desempenha dentro de um relacionamento.

        Ora, não se restringindo os próprios heterossexuais a utilizarem apenas seus “órgãos sexuais” em suas próprias relações, não faz qualquer sentido, ou justiça, que peçam aos homossexuais que deixem de utilizar seu ânus, ou qualquer outro órgão que seja, pelo mesmo motivo.

        Curtir

    • Olá caríssimos seres humanos . Parabéns pela sua percepção e a idéia de dividi-la. Certamente a homossexualidade deve ser tratada com todo respeito que os seres humanos devem uns aos outros.
      Igualmente todos os tipos de deficiências merecem o mesmo respeito e tratamento. Mas dai fazer apologia ao homossexualismo dando as suas relações afetivas um status de FAMÍLIAS, podendo inclusive adotar crianças, parece estarem indo longe demais. Será que não percebem que em vez de valorizarem, estão vulgarizando a FAMILIA resultante do casamento entre um HOMEM e uma MULHER? Estes sim através de uma relação sexual natural reunirão um óvulo e um espermatozóide na produção de um novo ser. Essa sim é a verdadeira base da FAMÍLIA, o PAI,a MÃE e os FILHOS.
      Portanto colocar no ar o CASAMENTO HOMOSSESUAL como um procedimento NORMAL, em horários que certamente crianças e adolescentes ainda estão ligados na TV, é sim um sugestionamento profundamente maldoso e inadequado.
      O que a TV pretende com isso?? Confundir, seduzir ou subtrair a pureza e a inocência das escolhas na infância e na adolescência?
      O argumento é muito simples: ” SE TODOS OS SERES VIVOS DO MUNDO NASCERAM DA UNIÃO CARNAL DE UM HOMEM COM UMA MULHER, ONDE ESTÁ A ESMAGADORA MAIORIA?”
      Sem dúvidas, na formação dessas famílias realmente existem importantes arestas a aparar.
      È óbvio que todos tem direitos e merecem respeito de todos, mas independente da religião, do pais, etc o ser humano tem o “COMPROMISSO BIOLÓGICO NATURAL DA SUA ESPÉCIE”

      Forte abraço
      AFA

      Curtir

      • Mano você acabou com seu argumento só ao dizer “Onde está a esmagadora maioria?”. Não há o que se preocupar, é logicamente impossível haver mais casamentos gays do que heterossexuais, e caso isso ocorra anos depois a situação se reverterá naturalmente, devido a falta de linhagem. Então devemos dar o direito aos homossexuais pois não há razão para não dar, a não ser religiosas(mas essas devem ser ignoradas).

        Curtir

    • hehe, gostei Mateus, brigado pelo comentário. Tem gente que não está acostumada a debater, quando vê argumentos contrários, ao invés de refutá-los, começa a criticar a pessoa que os disse(no caso eu). Isso é comum, como não conseguem rebater um argumento, criticam a pessoa. E olha que eu coloquei os dois lados, tem gente que só se satisfaz quando um só dos lados é exposto.

      Curtir

  2. Acho engraçado como as pessoas pensam que a homossexualidade é algo que se aprende, como andar de bicicleta ou comer de boca fechada. Fala sério! Eu fui criado numa família cristã-tradicionalíssima, cheia de homofobia e conceitos judaico-cristãos. Eu amo a minha família, e não os culpo por pensarem que a homossexualidade é um vício, afinal, foram ensinados assim. Talvez, se eu não fosse homossexual, seria como eles, aliás, tenho certeza de que seria.

    Mas sou homossexual, não por que me ensinaram, nem por que eu quis, nem por que fui abusado quando criança (pois não fui). Simplesmente sou, pelo mesmo motivo que você é heterossexual, e não existe esse negócio de “ex-gay”, da mesma que não existe “ex-hétero”. Todo gay e todo hétero (ou seja, todo mundo) sabe disso.

    Justificando alguns argumentos acima, o casamento heterossexual era, em épocas passadas mais comum não porque as pessoas estão “optando” por serem gays, mas porque antes, quem era homossexual se casava com o sexo oposto, ou porque eram obrigados, ou para satisfazer uma doutrina religiosa que diz que uma pessoa, se for cristã, não pode ser homossexual, pois já foi “liberta” desse mal (como se isso fosse um vício, ou coisa parecida), ou por que era machista demais para assumir a sua verdadeira sexualidade. Pobre dos homossexuais que viveram naquela época! Nunca foram felizes de verdade! Mas hoje, graças a Deus, temos uma coisa que se chama liberdade de expressão, que permite que eu, homossexual, não precise usar máscaras para satisfazer um sistema religioso. Ou seja, não preciso mais fingir que sou heterossexual para ninguém.

    O problema das pessoas é acharem que a homossexualidade é uma escolha, como se, de uma hora pra outra, desse na telha: “Já que a moda é essas, vou fazer isso também”. Aí eu vou ensinar meus filhos adotivos a fazer isso também, e eles ensinarão seus filhos adotivos, e assim por diante e fim da humanidade!

    Quanta ignorância! Eu sei que há algumas pessoas (heterossexuais) que praticam sexo com o mesmo sexo só por safadeza (pois se fazem até com animais, isso nem é muito), mas a sexualidade de um indivíduo, seja ela homo ou hétero, não se limita a um comportamento sexual, tampouco influencia no caráter do mesmo. Simplesmente, um indivíduo é homossexual, mesmo se se casar com quem quer que seja, mesmo que diga que não é para agradar o pastor, e mesmo tenha aprendido a ser o contrário (assim como eu). Ou seja, eu não sou homossexual porque fico com um do mesmo sexo, mas simplesmente porque sou e pronto.

    Onde eu quero chegar com isso tudo? No fato de que a legalização do casamento gay não vai mudar nada além de casar os gays (que, atualmente já mantém sua união mesmo sem um papel que comprove isso). Esse casamento já existe, pois é feito de amor, e não de papel. O “papel” só vai garantir que, com a morte de um dos parceiros, a família dele não tome posse de tudo que os dois conquistaram juntos durante uma vida.

    Aliás, só um desabafo, sei que não é da conta de ninguém, mas eu tenho um namorado, e eu o amo, e quero me casar com ele (você acha estranho o desejo de se casar com quem se ama?). Um dia, quando me estabilizar financeiramente, me casarei, independente de existir papel de casamento ou não, e se o resto do mundo não aceitar, eu não me importo. Afinal, quem levanta cedo pra ir trabalhar e chega tarde da faculdade sou eu.

    Curtir

    • noss cara, eu estou fazendo um trabalho sobre essa relação homo afetiva, e eu peguei um grupo separado, onde eu sou um moderador e tenho q ler os textos a favor e contra essas relações, e foi vendo esse site que achei seu comentário, simplesmente brilhante, não da pra achar algo mais elaborado, antes de cometar pensar bem, sabe, não coisas da boca pra fora, afinal pô, cada um tem seu gosto, e isso não se discuti (pelo menos não de deve), meus parabéns ^^’

      Curtir

    • Quem disse a você que a homossexualidade NÃO É um vício ou uma perversão psíquica ? Nem Freud se posicionou definitivamente sobre o assunto, porém o que todos concordam é que ela NÃO É natural. E por favor, não seja desonesto. Homofobia é uma fraude, u mtermo vazio de saignificado criado com o propósito específico de intmidqar a liberdade de expressão de quem pensa contrário a sua tara.
      Ainda assim o Dr George Weinberg criou o termo para designar pessoas com a ânsia de atacar fisicamente e matar homossexuais. Na sua familia alguém já pegou um porrete ou uma faca pra te matar ?
      Não seja ridículo. Suas falácias sobre umasuposta naturalidade da homossexualidade e de que não existe ex-gays lhe conferem a obrigação de provrar isso. Você não é capaz de faze-lo. Aliás, nem os mais notáveis pesquisadores homossexuais do passado recente conseguiram provar algo como gene gay, isso não existe. Pelo contrário, o que existem são OITO grandes estudos inclusive incluindo gêmeos, que comprovam que a homossexualidade não tem nada a ver com genética. Afinal, se fosse genética e seu pai fosse gay, como ele te fez , se não for bissexual ? Mas existe um forte ativismo politico de grupso gays extremamente desonestos, como o pesquisador que afirmou que afinal, grande parte do que se publica em pesquisas sobre homossexualidade é o que o ativismo gay permite que se publique.

      Curtir

      • Ser gay é algo natural sim(mesmo não tendo nada a ver com genética), tanto que até animais selvagens como leões praticam a homossexualidade. Pense assim: É apenas um fenômeno incomum, não devíamos nem estar discutindo sobre isso, que bobagem.

        Curtir

  3. 1- Muito obrigado pelo comentário Matheus.

    2- Seus argumentos são bons. Sempre houveram gays, só que no passado de casavam.

    3- Não me oponho a proporcionalidade dos direitos do casamento às uniões gays, mas, pessoalmente, creio que o casamento é entre homem e uma mulher, pois essa é a melhor forma de se constituir uma família e haver reprodução numa sociedade. Posso não ser contra o casamento gay, mas para mim o Estado não tem o direito de mudar os alicerces morais da sociedade e a concepção de família de uma hora para outra.

    4- Quanto ao casamento gay, os melhores argumentos estão a favor dele. O problema é que não há debate para que esses argumentos vençam, pois os ativistas querem empurrar o casamento gay a força na goela da sociedade. Um debate aberto como esse que eu fiz só beneficia os direitos dos LGBT´s.

    5- Como cristão que sou, não posso deixar de me compadecer com os injustiçados. Existem uma série de benefícios que são negados aos casais.

    6- Não existe ex-gay? Como você sabe disso? Você já foi ex-gay? Já entrou na cabeça de algum para poder provar isso? Se existe gente que descobre a homossexualidade com o tempo, por que não aconteceria o mesmo com a heterossexualidade? Seria a homossexualidade algo irreversível e intocável?

    7- Para ser considerado gay, deve haver amor direcionado a uma pessoa pessoa do mesmo sexo e o interesse em práticas sexuais com pessoas do mesmo sexo (sexo anal, felação, etc).

    8- Sou a favor a adoção por casais gays, mas você falou algo muito estranho! “Ensinarei isso aos meus filhos adotivos e eles ensinarão o mesmo aos filhos adotivos deles”.CUIDADO COM O QUE DIZ COLEGA!!! Não é permitido ensinar homossexualidade a uma criança. Pedofilia é crime. Você pode ter se expressado mal, mas o que ficou implícito é que você acha que seus filhos adotivos também serão gays.

    9- Já pensou se o mundo fosse dominado por gays e eu tivesse que forçar um comportamento gay 24 horas por dia? Seria um inferno não assumir minha heterossexualidade, sendo um macho enrustido. Como cristão, me coloco no seu lugar e vejo como você deve sofrer.

    10- Sinceramente, creio que você tem todo o direito de conviver e contruir sua vida financeira com quem você quiser, recebendo os benefícios de uma união estável e os cabíveis de um casamento( uma união entre dois homens jamais poderá gozar dos direitos de uma união tradicional. ex: auxilio maternidade).

    Ainda creio que você pode procurar uma religião para oficializar seu casamento, desde que seja uma religião que aceite o casamento gay, pois ser gay não incapacita ninguém de crer em deus. Por último, que deus te abençoe e, se possível, leia o livro “Eunuco por amor ao Reino de Deus.”

    Curtir

  4. quanta perda de tempo com pessoas que so olham pro seu umbigo pra justificar suas opinioes.! vao cuidar de suas vidas ja é dificil ;imagina se meter nos assuntos alheios.com tantas coisas serias a serem discutidas na sociedade.

    Curtir

    • Apoiado Hugo, no entanto, independente se gays podem ou não ter a união deles chamada de casamento, o justo é , na minha opinião, conceder alguns benefícios para os casais gays, uma vez que são contribuintes, não acho que é justificável que uma pessoa viva a vida toda com outra e não tenha o
      mesmo direito a pensão e etc. Se bem que você está certo. Pouco a pouco a união homossexual está ganhando os devidos benefícios.

      Nessa questão, os melhores argumentos são os do casamento gay.

      Abraços.

      Curtir

      • vai coçar tomates !!!!!!! filho da tua santa mãe ( sem a querer ofender ) .l. chupa-me a pilaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

        Curtir

  5. ESCRITURAS SAGRADAS…..
    Não se deite com um homem, como se fosse com mulher: e uma abominação. DEUS criou homem e mulher… homem e mulher os fez…

    Curtir

    • E na passagem debaixo.. “Não comereis coisa alguma com o sangue; não agourareis nem adivinhareis. Não cortareis o cabelo, arredondando os cantos da vossa cabeça, nem danificareis as extremidades da tua barba. Pelos mortos não dareis golpes na vossa carne; nem fareis marca alguma sobre vós. Eu sou o SENHOR.” [Levítico 19:26-28]. ENGRAÇADO , NÃO?

      Curtir

      • Bem pelo que sei, Levítico é um livro do Velho Tesamento e todas as leis deste se tornaram obsoletas com a chegada do Novo Testamento, porém, o Novo Testamento condena o mesmo ato de relação homoafetiva como abominável.

        Curtir

  6. tudo que sei é que não se faz um casal com seres vivos do mesmo sexo, no máximo você terá um “par”, a culpa disso é dos dicionário que leio.

    Curtir

  7. Em relação à medida 8 – Estudos apontam que casais gays são muito mais exigentes com seus filhos, elevando o padrão educacional destes. > Qual foi a fonte destes estudos? Obrigado 🙂

    Curtir

  8. Estes argumentos não tem qualquer sustentabilidade científica e muito menos moral. Como tal, trata-se de um embuste para os facilmente influenciáveis e vulneráveis. A “justeza” destes argumentos poderá da mesma forma ser usada para argumentar a favor da poligamia monossexual ou bissexual ou mesmo da zoossexualidade. Haja um pouco de decência intelectual!

    Curtir

  9. É uma vergonha o que vemos em nosso país, tudo começou quando o militarismo sucumbiu as forças políticas, vindo aquele a entregar o poder nas mãos de pessoas desprovidas de funções para tal, “um foda-se a sociedade”, que tanto apoiou e ainda apoia.
    É uma vergonha, um tapa na cara, você sair na rua com seu filho , ele olhar para você e dizer: “Papai, papai, olha dois homens se beijando”, qual sua reação? O que dizer? Qual será o pensamento desse garoto daqui alguns anos?
    Não sou contra, apenas tenho minha opinião, esses “HOMOSSEXUAIS” deveriam seguir regras, ter modos, lugares apropriados para o convívio entre eles, sem demonstração aos outros que constituem suas famílias da forma correta.
    Tá tão banalizado tudo isso que a televisão, nossa aclamada, gloriosa, educativa, culturista rede Globosta, exibiu no final de uma de suas novelas, a qual não sei nem o nome, um beijo entre dois Homens, uma ignorância sem o menor pudor para com uma família que está em sua casa e acaba sendo obrigada a assistir!!! Que vergonha!!!

    Curtir

    • A Homossexualidade não esta somente no nosso país, desde de sempre existem homossexuais em todo o mundo!

      Concordo que tem certas situações que deixariam as crianças confusas, mas nada que uma boa explicação não resolva, tenho um irmão de 6 anos e um dia ele perguntou para mim e para minha mãe o porq dois homens e/ou duas mulheres se beijam na boca, minha mãe não sou responder, porém eu lhe disse que era porq eles eram felizes assim, e perguntei para ele oq ele achava disso, e meu irmão com apenas 6 anos respondeu que achava que eles se beijavam e viviam juntos porq se amavam, eu disse que sim era exatamente isso: eles se amavam! Meu irmão continua com esse pensamento até hoje, e isso não interferiu em nada na vida dele, e nem quer dizer que ele é gay, ele diz que quer ter uma namorada, casar, ter filhos e trabalhar e todos esses sonhos que temos quando somos pequenos!

      Não vejo nada de ignorante, muito menos vergonhoso na Globo (que de cultura e educação, não tem muita coisa) ter mostrado um beijos entre dois homens. Acredito que não foi uma ofensa para a “família tradicional”, pois todos temos o direito de amar, e isso foi apenas uma forma de mostrar ao Brasil que existem várias formas de amor! E se não fosse a Globo ia ser outro canal de TV, se não fosse pela televisão seria por um filme, ou até mesmo em um passeio na rua, mas de uma forma ou de outra esse amor seria mostrado para o mundo!

      Enfim, só queria lhe mostrar que não é o fim do mundo explicar para uma criança o porque dois homens ou duas mulheres se beijam ou vivem juntas!

      Curtir

    • Nao sei quanto a voce, mas quando isso de ver dois homens se beijando aconteceu, eu tinha 8 anos, meu pai me disse: “Eles são gays, gays sao aqueles que gostam de pessoas do mesmo sexo”, meu pai, um advogado me disse isso. Eu cresci hétero, sou totalmente a favor da igualdade de direitos entre todas as pessoas, nao importando etnia, opcao sexual, religiao, genero, cultura, instrução educacional ou até mesmo deficiencias que possam possuir.

      Para mim, a escolha de ser gay é valida. Bom pra eles, porque se quiserem ter um filho, poderão adotar(ou no caso de mulheres ter uma isseminação artificial). No meu caso, nao terei escolha a não ser adotar ou me casar com uma mulher que tenha filhos, afinal tenho atrofia testicular e por conta disso sou estéril. Por não poder ter um filho de meu sangue, nao poderei me casar?Afinal gays não podem ter filhos com o DNA de ambos os parceiros. No meu caso não passarei meu DNA pra frente, por conta disso, sou uma aberração? Por possuir doença Celiaca, ser estéril, hétero, Wiccan Xamanico, serei aberração, estou errado por nao ser de acordo como a sociedade me ensinou: Católico e hétero?

      Pensemos não com a mente fechada, e sim com a mente aberta, afinal conservadorismo é uma merda.

      Curtir

    • e o q vc fala pro seu filho se ele presenciar essa sena? https://www.youtube.com/watch?v=92Mz8YEQbWE
      Eles nem estavam fazendo nada demais pra seremagredidos.Só estavam passando.Se vcs querem respeito tem q respeitar tbm.Assim se constrói uma sociedade.e o que vcs fala pro seu filho se ele presenciar uma sena dessas?https://www.youtube.com/watch?v=BAMr4zEgfd0
      Familia tradicional brasileira é isso?agredir as pessoas?é assim q vcs resolvem tudo?essa é a sociedade que vcs querem ter no brasil?https://www.youtube.com/watch?v=YbROFtGperY
      pelo menos os homossexuais amam de vdd quem ta do lado deles.

      Curtir

  10. A teoria Illuminati prega pela redução da população mundial. O apoio a este tipo de união é um modo de se atingir esse objetivo, assim como a legalização do aborto, a eutanásia, a venda de armas e drogas e o financiamento às guerras e industrias bélicas!!! Abram bem os olhos!!!
    É brincks pessoal. Estava procurando argumentos contra e a favor e encontrei essa página. Interessantes os argumentos e os comentários, parabéns…

    Curtir

  11. Com um pouco de bom-senso é fácil perceber o quão ineficazes são os argumentos contrários ao casamento homossexual. Fala-se no laicismo do Estado ao mesmo tempo que usa-se argumentos morais baseados unicamente em preceitos religiosos. A verdade é que a moral muda com o passar do tempo. Não seria estranho se ver os mesmos tipos de comentários aplicados, antigamente, a mulheres que criavam seus filhos sozinhas ou mesmo mulheres que não se casavam virgens.

    Curtir

  12. TANTA GENTE XINGANDO AQUI, CRITICANDO, MANDANDO TOMAR CONTA DA SUA VIDA, MAS SE AINDA ESTÃO AQUI, É POR QUE, DA MESMA FORMA, SE INTERESSAM PELA VIDA DOS OUTROS, NÃO SOU CONTRA, NEM A FAVOR, SÓ VEJO DA FORMA QUE EU ACHO COERENTE NO MEU PONTO DE VISTA, OU SEJA, ISSO QUER DIZER, QUE SE EU EXPRESSAR A MINHA OPINIÃO, SOU HOMOFÓBICA ? MEU MELHOR AMIGO É HOMOSSEXUAL, E EU SOU CRISTÃ-EVANGÉLICA, E TEMOS UMA LINHA DE PENSAMENTO MUITO PARECIDOS, ENTÃO COMO UMA PESSOA QUE SE DIZ DEFENSORA OU GAY, PODE ABRIR A BOCA PRA CHAMAR, QUEM EM UMA OPINIÃO OPOSTA DE FDP? NÃO SERIA DA MESMA FORMA UMA OFENSA A MINHA PESSOA, SENDO EU HÉTERO? SÓ ACHO. E ACHO QUE DEIXEI MINHA OPINIÃO CLARA E SE EU FOR CRITICADA POR ALGUÉM INDEPENDENTE DE SER GAY OU HÉTERO, NÃO SERIA ESTA TAMBÉM UMA FORMA DE CALAR SÓ POR EU TER UM PENSAMENTO DIFERENTE?

    Curtir

  13. Bem, sou a favor, uma vez que a homossexualidade se faz presente deste que o mundo É mundo. Embora seja um ”hábito” discriminado pela formação de certas culturas, de forma alguma se constitui em contra a natureza, e também não abre portas a zoofilia, pedofilia e demais deturpações sexuais, uma vez que estas, nenhuma relação tem com o homossexualismo. O fato é que a cultura devia estar mais do que aceita esta questão, e já passou da hora de ver isto com naturalidade, escrituras sagradas ou qualquer ponto de vista religioso são incoerentes para se colocar em uma cultura universal, enquanto a ética é completamente individual. Exerço aqui meu humilde ponto de vista, baseado no que conheço e não por lados emocionais, a homossexualidade é uma ‘opção’ antiga e marginalizada por esta cultura hipócrita. Saudades antigos gregos e romanos…

    Curtir

  14. Sobre a homossexualidade

    Não há nada de errado com a homossexualidade. A homossexualidade é perfeitamente respeitável. A forma como ela vem sendo retratada, por várias tradições religiosas, como pecaminosa e prejudicial, origina-se da ignorância. Não há nada de errado em se sentir atraído por pessoas do mesmo sexo. Na verdade, a preferência pelo mesmo sexo ou pelo sexo oposto não é tão fixa e rigidamente dividida, como muitas pessoas pensam. Uma pessoa pode ser heterossexual e ser atraída por pessoas do seu próprio sexo. Existe uma escala móvel entre heterossexualidade e homossexualidade, e não uma fronteira fixa. A sexualidade está na alma, e não no corpo. Não é o corpo que direciona a sexualidade da pessoa.
    O ser humano é bissexual por natureza. Há muitas teorias espiritualistas que afirmam isso, inclusive alguns estudiosos da psicologia também afirmam que o ser humano possui os dois sexos dentro de si, ou seja, que ele é andrógino. Porém, o grau de masculinidade e de feminilidade no ser humano varia. Um homem, por exemplo, pode ter dentro de si (em sua alma) uma porcentagem feminina bem maior do que a masculina. Nesse caso, a tendência de ele vir a se interessar por homens tem uma probabilidade bem maior. Mesmo um homem que tenha uma porcentagem feminina pequena dentro de si pode vir a ser homossexual. Basta que surjam oportunidades, experiências, educação, etc. É por isso que se veem homens másculos, mas homossexuais, ou seja, porque dentro de todo ser humano existem as duas sexualidades, e cada uma delas pode se sobressair por algum motivo.
    Até mesmo no reino animal existe homossexualidade. Pesquisadores afirmam que o comportamento homossexual é bastante comum na natureza, e não é restrito a mamíferos; aves e insetos também o apresentam. E quem nunca viu um cão transando com outro cão? Alguém chamaria dois animais do mesmo sexo transando de imorais? Será que eles têm consciência da moral e dos bons costumes? Não. Faz parte da natureza. E quem criou essa natureza foi Deus. Ou alguém acha que os animais são conscientes dos seus atos?
    Deus não criou apenas seres heterossexuais, criou também homossexuais, bissexuais, assexuados, hermafroditas, etc. Tudo é natural, e nada está errado.
    As pessoas precisam ser respeitadas pelo que são, e não pelo que fazem da sua vida sexual. Há homossexuais que são pessoas maravilhosas, verdadeiros seres humanos, pessoas valiosas, que ajudam muitas pessoas com seu trabalho e solidariedade. Há heterossexuais que são assassinos, ladrões, estupradores, traficantes… e que se autodenominam “homens”, “heteros”. O que é mais importante? Está aí uma prova de que preferência sexual não tem nada a ver com moral.
    É uma bobagem e perda de tempo combater a homossexualidade, porque é uma realidade da natureza que sempre existiu e que sempre existirá. Quem não tem um homossexual na família? Quem não tem, logo terá. E essa pessoa merece o desprezo, a rejeição, a crítica, a condenação?
    Os grandes mestres da humanidade, sabiamente, não se pronunciaram sobre a homossexualidade. Eles sabiam que Deus não está preocupado se a pessoa é homo, hetero ou bi. Assim como Ele não está preocupado se a pessoa é feia ou bonita, rica ou pobre, casada ou solteira, tem curso superior ou não, etc. O que interessa para Deus é o aprimoramento moral. É tornar-se bondoso, tolerante, paciente, calmo, alegre, solidário, honesto, justo, etc.
    Do ponto de vista espiritual, o que importa nos relacionamentos sexuais é como um se conecta com o outro de alma para alma. Sempre que existe uma conexão profunda, marcada por uma parceria verdadeira e respeito mútuo, o fato de o relacionamento ser entre homem-mulher, homem-homem ou mulher-mulher realmente não importa.

    Autores diversos

    Todos têm direito a ser felizes, independentemente de suas crenças ou opiniões. As pessoas confundem ‘incomum’ com ‘anormal’. Tudo é normal, embora nem tudo seja comum. Ser contra a união homossexual é andar na contramão da evolução humana e social.

    Curtir

  15. Desculpe-me, autor, mas achei sua postagem parcial demais. Nos 10 motivos contra, você linkou várias pesquisas, tentando mostrar base científica dos argumentos. Já nos 10 motivosdo a favoro, nao ha um se quer, sendo que há pesquisas cientificas também a favor. Deveria ser mais equilibrado se preza pela imparcialidade.

    Curtir

    • Pertinente sua crítica. Acho que fiquei com preguiça. Se não me engano a que está sem referências está por último. Porém qualquer um sabe que existe um lobby forte de um lado e do outro que financia – encomenda – pesquisas para favorecer seu lado.

      Curtir

  16. Ai gente, amanha tenho um debate e tenho que ser contra o casamento gay!!!! Tipo, eu nao acho algo super natural, mas eu quero a felicidade alheia, e foi maravilhoso achar esse site, pois a maioria relata com ironia os argumentos contra (mas eu achei os argumento contra mais fracos, mas… nao sou eu a escolher pra que lado debater, foi sorteio, AFF)

    Curtir

  17. Olá pessoal, eu também sou com certeza a Favor do casamento gay.
    Infelizmente, amanhã dia 25/09/2015 (sexta- feira) terei que debater com meu amigo na escola a mando do professor. E o professor falou que eu teria que falar contra o casamento gay, achei um absurdo!!! Quem ganhasse o debate ganharia 10 e quem perdesse ficaria com 7. Eu falei pra ele que já pode colocar um 7 pra mim pq eu não vou debater, se for debater, eu concordarei tudo com que meu amigo falar!!! vou ser uma idiota nesse dia!! putz

    Curtir

    • Não amiga, seu professor te fez um favor.

      Porque como o previsível é que o lado a favor ganhe o mínimo de articulação e argumentação lógicíca já será o possível para fazer o outro lado perder o caminho de casa.

      Dicas:

      1- Desde já jogue fora todos os argumentos religiosos.

      Não parta para o ataque, diga desde já que sua intenção é que nesse debate haja consenso e não dissenso.

      2- Sempre que o adversário tentar te levar para algum declive escorregadio religioso, seja bem claro que sua argumentação e diga pra ele que se ele quer falar de religião procure uma religião.

      3- Termine todas as suas inserções com frases de efeito, mesmo que estas não se refiram ao tema do debate.

      4- Procure debates no youtube, e veja quais são as ciladas mais comuns que o lado contra.

      5- Seja bem clara, desde o início que você defende TODOS os direitos dos homossexuais. Quando perguntada se é contra ou a favor do casamento gay, diga que não é a favor nem contra pois tal definição não existe.

      Casamento é entre homem e mulher, e não diga que isto é assim porque saiu da sua cabeça, sustente isso com dados históricos, use a etmologia da palavra família que vem do latim, da palavra casal. Mostre as raízes antropológicas da instituição casamento.

      6- Você tem a vantagem de, por defender o lado do seu oponente, saber qual será a linha de raciocínio dele. Primeiro faça uma defesa do casamento gay e depois tente derrubar ponto a ponto.

      7- Certa vez fui derrotado num debate com uma marxista acerca de outro tema. Num determinado ponto já sabia que havia perdido, então fiz o seguinte, usei os melhores e principais argumentos do lado opositor como se fossem argumentos do meu lado, e como os usei antes dela, quando ela os usou os argumentos não tiveram a mesma força. Essa é uma técnica canalha, mas muito útil que se usada por uma pessoa inteligente pode enganar uma plateia desqualificada.

      Por exemplo, seu adversário pode falar que ser gay não é uma doença, algo errado ou crime, então fale isso antes dele. Se ele pode falar que o estado é laico, não entre nessa discussão lateral, emende e diga que o Estado é laico. Se ele pode dizer que é a favor da adoção, diga que é a favor antes dele.

      É importante que você demonstre que não discorda do seu adversário EM NENHUM PONTO, somente na questão etimológica. Arraste seu adversário o tempo inteiro para esse debate – ao qual ele não está preparado -, quando ele tentar te arrastar para outra área do debate, se possível diga que nesse ponto não há discordância entre vocês e retome o tema etmológico.

      A cada inserção fale várias vezes que seu adversário ainda não deu uma resposta convincente sobre a questão etimológica e na sua conclusão conclua dizendo que ele foi incapaz de fazê-lo durante todo o debate.

      8- Mantenha sua defesa na etimologia, dizendo que não tem nada contra quem quer que seja, muito pelo contrário. Só que esse nome não é o mais adequado. Faça exemplos de fenômenos parecidos que tem nomes diferentes e fenômenos diferentes que tem nomes iguais para reforçar seu ponto.

      9- Infelizmente escrevi esse texto a muito tempo, quando não havia estudado tanto quanto hoje. Inclusive irei reescrevê-lo. Desde já espero que tenha sorte.

      10- Não esqueça de citar muitas, muitas, muitas pesquisas acerca do tema. Cite trabalho de acadêmico e numa folha de papel escreva o nome de todas as suas fontes. Para mostrar que você confia no que está dizendo, no meio do debate peça para alguém repassar de mãos em mãos a folha com as fontes da sua pesquisa para que possam averiguar.

      Curtir

  18. Bom, é um bom texto, porém mesmo vivendo em um país laico não predomina somente as leis, a religião influência significativamente. E zoofilia, poligamia são abominaçoes de acordo com o ponto de vista de alguns, de outros não.

    Curtir

  19. Fico a pensar. Me ajudem se errado estou.
    Nós somos os animais RACIONAIS. Eu nunca vi um BOI tendo uma relação sexual com outro BOI. E nem uma VACA com outra VACA. E assim sucessivamente, e entre os RACIONAIS tem até POLÍTICOS, ARTISTAS E TANTOS OUTROS RACIONAIS, defendem esta ANORMALIDADE demoníaca, como uma pratica totalmente NORMAL. Cada um com sua preferência SEXUAL. Se fosse normal, DEUS teria CRIADO OUTRO HOMEM para que ADÃO não se sentisse só. Vocês ABESTADOS querem nos empurrar goela abaixo que DEUS é um TOLO. Logo, logo, todos vocês que defendem esta pratica demoníaca e os que já estão a pratica-la, verão e sentirão a MÃO PESADA DE DEUS, sobre suas cabeças. DEUS NÃO SE DEIXARÁ ESCARNECER POR MUITO MAIS TEMPO NÃO.

    Curtir

  20. Fico a pensar. Me ajudem se errado estou.
    Nós somos os animais RACIONAIS. Eu nunca vi um BOI tendo uma relação sexual com outro BOI. E nem uma VACA com outra VACA. E assim sucessivamente, e entre os RACIONAIS tem até POLÍTICOS, ARTISTAS E TANTOS OUTROS RACIONAIS, defendem esta ANORMALIDADE demoníaca, como uma pratica totalmente NORMAL, cada um com sua preferência SEXUAL. Se fosse normal, DEUS teria CRIADO OUTRO HOMEM para que ADÃO não se sentisse só. Vocês ABESTADOS querem nos empurrar goela abaixo que DEUS é um TOLO. Logo, logo, todos vocês que defendem esta pratica demoníaca e os que já estão a pratica-la, verão e sentirão a MÃO PESADA DE DEUS, sobre suas cabeças. DEUS NÃO SE DEIXARÁ ESCARNECER POR MUITO MAIS TEMPO NÃO.

    Curtir

  21. Parei de dar crédito ao autor, quando li o trecho que ele afirma que a partir do momento que gays pudessem se casar, pais e filhos também teriam esse direito, bem como pedófilos, que poderiam se casar com crianças …. Zzzzz oi??? O casamento não tem relação com crimes como a pedofilia e nem à práticas como a poligomia. São duas pessoas adultas, independentes e que se amam juntas. A impressão que eu tive foi a de que o casamento gay – na visão sem logica do autor – tem peso imoral tamanho, que ele de forma proposital associa o amor entre duas pessoas adultas e conscientes a crimes de outra que viola e abusa do corpo de um ser humano que nem tem consciência do que esta fazendo e nem pode “se defender” – pedofilia. Não tem lógica alguma: numa situação duas pessoas conscientes, de acordo; na outra uma consciente do que está fazendo e a outra não, por ser uma criança. Evidente a posição homofóbica do autor: enquanto para criticar ele cria um texto enorme, no intuito de incentivar as pessoas a ser contra o casamento homoafetivo; já para incentivar, ele nem perde muito tempo e nem faz esforço para argumento, deixando escrito poucas linhas, fracionadas a frases sem parágrafos.

    Curtir

    • Cara, ao ler seu comentário eu fiquei até assustado. Cheguei a pensar; será que eu escrevi esse absurdo, se escrevi vou corrigir. Ai reli o que eu escrevi e percebi que você fez uma interpretação enviesada desse trecho, aludindo coisas que não estavam explícitas. Erro meu se fui mal interpretado. O que fiz foi somente fazer uma pergunta retórica e você entendeu que eu fiz uma afirmação.

      Curtir

      • Simples…
        Se é permitido o casamento homossexual, tbm tem que ser permitido o incesto…
        Afinal, nao pode haver amor maior que amor entre pais e filhos…

        Curtir

  22. Tem argumentos melhores para ser contra o casamento gay, principalmente pelos vários malefícios que a legalização traz para a sociedade.

    Curtir

  23. Como assim não abre portas para a zoofilia???
    Quer dizer que casamento com seres do mesmo sexo pode, mas casamento com seres do sexo oposto não pode só por ser de espécies diferentes???
    E quem assegura que um chimpanzé, ou um cachorro ou uma cabra vai me amar menos que um humano do mesmo sexo???

    Curtir

    • A passagem mais importante do Antigo Testamento, que condena as práticas homossexuais, encontra-se na lei levítica (Levítico 18.22). Nesse caso, os homossexuais argumentam que essas mesmas leis levíticas também condenavam o ato de comer porco e camarão. Entretanto, essas leis cerimoniais foram abolidas (Mc 7.19; At 10.15). Por isso acreditam não haver razão alguma para que as leis que proibiam as atividades homossexuais devam ser consideradas como se ainda estivessem em vigor nos dias atuais.

      Curtir

  24. Não sou contra o casamento gay.afinal de contas,ninguém é obrigado aceitar o sexo que DEUS lhe deu.se vai ser feliz com a pessoa do mesmo sexo,ótimo.mas adoção de crianças por casais homossexuais,isso não deveria ser permitido.por que?por que a criança,pode sofrer represálias no futuro.principalmente quando atingir a idade escolar.os coleguinhas vão chegar e vai começar a zoação(ou buylling) tipo,quem é a mãe,quem é o pai,ih,é viadinho também(ou sapatão),e a partir daí,vai ser um calvário na vida da criança.casamento de pessoas do mesmo sexo,tudo bem.mas adoção de crianças,não

    Curtir

  25. Eu sou contra e nao nego acredito que homem foi feito para a mulher e vice versa.
    Naou tenho nada contra quem tem opinião alcontraria ! Até onde eu sei deus fez homem e mulher eu nao lembro da parte que ele fez homossexual??? perdir essa parte na biblia eu nao to sendo sarcástico mas realista quanto aos meus princípios moral e social

    Curtir

    • Mente pequena… Indico um prozac para expandir a mente! As pessoas são individuais. Ninguém nasce igual, homem ou mulher cada um sempre terá características únicas. Por isso, uns gostam de homem com mulher, outros mulher com mulher ou homem com homem. Tem os que gostem de ambos ou não gostem de nenhum . O Importante é o respeitar o espaço individual e único. Assim como a gente faz com a religião, o esporte, as escolhas.

      Curtir

  26. Homossexualismo é uma clara parafilia decorrente de alguma indução psicológica que o individuo teve num momento crucial de sua vida. De milhares de pesquisas que se fazem a mais de 50 anos não foi comprovado NADA dele ser genético, todas as propostas nesse sentido foram invalidadas, tanto que nem se fala mais nisso na comunidade científica.

    Antes de qualquer conceito moral de homosssexualismo ser certo ou errado, ele é algo que causa sim sofrimento ao homossexual, não importa que o mundo inteiro aprove e passe um pano quente no assunto com suas ideologias, uma pessoa que não vive em conformidade com o seu estado físico necessariamente sofre. Pior ainda é a situação de transsexuais que deformam seu corpo ficando mais longe ainda de sua estabilidade mental. Psicologo que fica incentivando ao invés de tratar esses casos deveria ser considerado criminoso !

    É absolutamente ridículo essa discussão, nenhum relacionamento amoroso e sexual que não seja entre um homem e uma mulher é normal e saudável, o que torna qualquer discussão sobre “direitos matrimoniais” e casamento gay uma aberração conceitual sem precedentes.

    E já existem movimentos para aceitação de incesto e pedofilia como “normais” também. Todo movimento gay abriu uma caixa de pandora para movimentação para forçar a aceitação de todas as anormalidades humanas possíveis. Vai vendo.

    Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s